EQUOTERAPIA NO PROCESSO DE EDUCAÇÃO E REABILITAÇÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA: a experiência de Quirinópolis-Go

Visualizações: 816

Autores

Resumo

A utilização de variadas modalidades de terapias no trabalho com pessoas com deficiências é o caminho amplo para se buscar novas perspectivas. O presente trabalho apresenta a Equoterapia como modalidade terapêutica e de reabilitação para pessoas com necessidades especiais. Nosso objetivo é tornar conhecida a prática equoterápica, desde a sua origem, o processo histórico evolutivo e a performance numa grande variedade de limitações que acomete o ser humano, seja de natureza física-motora ou psico-emocional, e ainda trazer a experiência da Equoterapia em Quirinópolis com os alunos de uma escola de atendimento especializado para pessoas com deficiência e/ou com necessidades especiais. Para isso, utilizamos uma pesquisa bibliográfica, descritiva para um embasamento teórico sobre o assunto e posteriormente foi feito uma pesquisa ação, onde a partir da prática do projeto de Equoterapia, buscamos através da pesquisa subsídios para mediar nossa prática. O Projeto Equoterapia já atendeu mais de 300 praticantes desde a sua criação em março de 2002. As atividades são desenvolvidas em parceria com o Sindicato Rural de Quirinópolis, Senar/Go, UEG-Campus Sudoeste e Centro de Atendimento em Educação Especial Dr. Alfredo Mariz da Costa (CAEE). Pelos resultados coletados pela pesquisa ação, verificou-se grande aceitação e valorização da Equoterapia pelas pessoas envolvidas no processo. Neste sentido, evidenciou-se que em Equoterapia não se padroniza respostas e nem se determina tempo, é preciso respeitar a individualidade de cada praticante e valorizar todas as conquistas, por menor que seja.

Referências

AMÉRICO, Mariza Morais et al. Contribuições da Equoterapia no tratamento de um praticante portador de Síndrome de Down: relato de caso. Revista Equoterapia – ANDE-BRASIL, Brasília, a. VI, n. 13/14, jun/dez. 2006.

ANDE – BRASIL. Equoterapia. 2020. Disponível em:< http://Equoterapia.org.br/articles/index/articles_list/138/81/0> Acessado em: 03/06/2020

ANDE-BRASIL. Curso Básico de Equoterapia. ANDE-BRASIL: nº 5, jan/2001.

___________. Curso Básico de Equoterapia. ANDE-BRASIL: nº 6, dez/2002.

__________. Curso Básico de Equoterapia. ANDE-BRASIL: nº 7, jun/2003.

___________. Curso Básico de Equoterapia. ANDE-BRASIL: nº 8, dez/2003.

___________. Curso Básico de Equoterapia. ANDE-BRASIL: nº 12, dez/2005.

APAE. Síndrome de down: o que é?. Araraquoara. Disponível em: . Acesso em: 10/10/2006.

AYRES, A. J. Devolpmental dyspraxia and adult onset apraxia. Torrance. Calif, Sensory Integration International, 1985.

BRANDES, Francisco. ANDE-BRASIL, portal para um novo mundo. Revista Equoterapia – ANDE-BRASIL, Brasília, a V, n. 8. Dez. 2003.

CASTRO, Eliane de. Atividade Física: adaptada. Tecmed, Ribeirão Preto, S.P, 2005.

CHEVALIER, J. GHEERBRANT, A. Dicionário de símbolos: mitos, sonhos, costumes, formas, figuras, cores e números. Trad. SILVA, Vera da Costa. 14 ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1999.

DAMÁSIO, A. R. O Erro dos Descartes: emoção, razão e cérebro humano. 4 ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

FAZENDA, I. S. A. Interdisciplinaridade: história, teoria e pesquisa. 6 ed. Campinas: Papirus, 2000.

GLOBO. Equoterapia: auxilio precioso. Disponível em: http://www.globo.com.br/fantastico. Acesso em: 10/10/2006.

JACCARD, Maia Boss. O cavalo nas áreas de saúde e educação. Revista Equoterapia – ANDE-BRASIL, Brasília, a. IV, n.5, ago/2001.

LALLERY, Hubert. A Equitação Terapêutica. Revista Cheval Connexion, Paris França, out 1988.

MEDEIROS, Mylena. DIAS, Emília. Equoterapia: bases e fundamentos. Rio de Janeiro: Revinter, 2002.

MONTY, Roberts. Violência não é resposta: usando a sabedoria gentil dos cavalos para enriquecer nossas relações em casa e no trabalho. Rio de Janeiro: Bertrant Brasil, 2002.

MUNHOZ, José Carlos. Equoterapia na dependência química. Revista Equoterapia – ANDE-BRASIL, Brasília, a.V, n. 6 dez 2002.

ROSA, Luciana Ramos. Reflexão sobre a complexidade Equoterápica. Revista Equoterapia – ANDE-BRASIL, Brasília. a. V, n. 6, dez 2002.

SCHUBERT, René. A Equoterapia como alternativa terapêutica para crianças “agitadas”. Revista Equoterapia – ANDE-BRASIL, Brasília. a. V, n. 12, dez 2005.

SCHWARTZMAN, José Salomão. Síndrome de down. São `Paulo: Mackarzie:

Memnon, 1999.

Downloads

Publicado

2020-12-18

Como Citar

Souza, V. R. D., Silva, M. C., & Cidrão, L. A. (2020). EQUOTERAPIA NO PROCESSO DE EDUCAÇÃO E REABILITAÇÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA: a experiência de Quirinópolis-Go. REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO, CULTURA E LINGUAGEM, 4(7), 69–86. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/educacaoculturalinguagem/article/view/5742