TRAVESSIA EDUCACIONAL DO JOVEM ESTUDANTE CAMPO-GRANDENSE - TRAJE: PERCURSOS DA IMPLANTAÇÃO DE UM PROJETO DIFERENCIADO NO ENSINO FUNDAMENTAL

Autores

Resumo

Neste estudo, analisamos a implantação do projeto experimental “Travessia Educacional do Jovem Estudante Campo-Grandense – TRAJE”, desenvolvido no período de 2010 a 2013, na Escola Municipal Osvaldo Cruz, localizada no município de Campo Grande, capital do estado de Mato Grosso do Sul. Verifica-se se este Projeto atende ao processo de escolarização, enquanto proposta pedagógica diferenciada para um público específico de estudantes, jovens de 15 a 17 anos, com distorção série/idade. O Projeto TRAJE foi analisado a partir de seu Projeto Político Pedagógico (CAMPO GRANDE, 2011a), de Spósito e Carrano (2003), os quais traçam o perfil do jovem de 15 a 17 anos, na perspectiva do sistema educacional.

Biografia do Autor

Mauricio Macedo Vieira, SEDUC/MT

Doutorando em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE/UFMT - Linha de Pesquisa: Movimentos Sociais, Política e Educação Popular. Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Relações Raciais e Educação (NEPRE/UFMT). Possui graduação com Licenciatura Plena em Normal Superior pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - UEMS (2005), Licenciado em Pedagogia pela UNIASSELVI (2009). Especialista (Lato Sensu) em Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva (2010). Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - UEMS - Unidade de Campo Grande (2015). Atualmente é Professor Concursado na Unidocência (SEDUC/MT) designado para exercer a função de Coordenador Pedagógico.

Orientadora - Bartolina Ramalho Catanante, UEMS

Pós Doutora em Educação pela Universidade Federal do Paraná - UFPR (2017). Doutora (2008) e mestre (1999) em Educação pela Universidade Federal de São Carlos, UFSCar. Possui graduação em Pedagogia (1989) e Especialização em História da América Latina (1994), pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS. Atualmente é professora Sênior da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS atuando no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu - Curso Mestrado Profissional em Educação. Tem experiência em gestão educacional e formação de professores. Desenvolve pesquisa na área de Educação, com ênfase em Política educacional, Planejamento e Gestão da Educação Básica, formação de professores, especialmente para a educação das relações étnico - raciais. Atua principalmente nos temas: Gestão, Política Pública e Planejamento Educacional e formação de professores para a as relações étnico-raciais. Líder do Grupo de Estudos e Pesquisa em Política e Planejamento Educacional,História e Formação de Professores para a educação das Relações Étnico-Raciais, GEPPEHER/UEMS. Presidenta do Grupo TEZ - Trabalho, Estudos Zumbi. Ganhadora estadual do Prêmio Betinho - Atitude Cidadã do ano de 2012; Prêmio Medalha Zumbi dos Palmares no ano de 2013; Comenda do Mérito Legislativo pela Câmara Municipal de Campo Grande, 2018; Homenagem Aleixo Paraguassu pela Subsecretaria de Direitos Humanaos - SEGOV Campo Grande, 2018;Premio Direitos Humanos 2019, SEDHU SEGOV Campo Grande, MS.

Downloads

Publicado

02/06/2021

Como Citar

Vieira, M. M., & Catanante, O. .-. B. R. (2021). TRAVESSIA EDUCACIONAL DO JOVEM ESTUDANTE CAMPO-GRANDENSE - TRAJE: PERCURSOS DA IMPLANTAÇÃO DE UM PROJETO DIFERENCIADO NO ENSINO FUNDAMENTAL. REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO, CULTURA E LINGUAGEM, 5(9). Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/educacaoculturalinguagem/article/view/6254

Edição

Seção

Resumos de Dissertações do Mestrado Prof. em Ed. - PROFEDUC/UEMS (2015-2017)

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)