PROFESSORES DE MATEMÁTICA DE ESCOLAS PÚBLICAS ESTADUAIS DE CAMPO GRANDE/MS, A LEI FEDERAL Nº 10.639/2003 E A ETNOMATEMÁTICA: UMA ARTICULAÇÃO POSSÍVEL?

Autores

Palavras-chave:

Educação Matemática. Etnomatemática. Lei Federal nº 10.639/2003.

Resumo

O desenvolvimento desta pesquisa foi motivado, principalmente, pelo conjunto de experiências vividas por nós no ensino fundamental e médio como professor de Matemática e coordenador na Rede Estadual de Ensino do Mato Grosso do Sul. Percebemos, em conversas informais, que os docentes da disciplina de Matemática que atuam no ensino médio nas escolas públicas do Estado de Mato Grosso do Sul, normalmente têm pouco ou nenhum conhecimento sobre a Lei Federal nº 10. 639/2003, que torna obrigatório e o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana.

Biografia do Autor

Raul Enrique Cuore Cuore, SED

Mestre em Educação (Área Matemática) pela Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS). Pós-Graduado em Metodologia do Ensino de Matemática. Pós-Graduado em Coordenação e Gestão Educacional. Pós-Graduado em Contabilidade. Pós-Graduando em Computação Forense e Perícia Digital. Graduado em Matemática (Licenciatura Plena). Graduado em Pedagogia. Acadêmico do Curso de Direito. Gestor e Professor Universitário. Professor de Matemática e Física na Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul. Professor de Cursos Preparatórios para Concursos. Foi Integrante da banca de elaboração de questões da MS Concursos - Grupo Sarmento em Campo Grande, MS.

Orientadora - Bartolina Ramalho Catanante, UEMS

Pós Doutora em Educação pela Universidade Federal do Paraná - UFPR (2017). Doutora (2008) e mestre (1999) em Educação pela Universidade Federal de São Carlos, UFSCar. Possui graduação em Pedagogia (1989) e Especialização em História da América Latina (1994), pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS. Atualmente é professora Sênior da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS atuando no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu - Curso Mestrado Profissional em Educação. Tem experiência em gestão educacional e formação de professores. Desenvolve pesquisa na área de Educação, com ênfase em Política educacional, Planejamento e Gestão da Educação Básica, formação de professores, especialmente para a educação das relações étnico - raciais. Atua principalmente nos temas: Gestão, Política Pública e Planejamento Educacional e formação de professores para a as relações étnico-raciais. Líder do Grupo de Estudos e Pesquisa em Política e Planejamento Educacional,História e Formação de Professores para a educação das Relações Étnico-Raciais, GEPPEHER/UEMS. Presidenta do Grupo TEZ - Trabalho, Estudos Zumbi. Ganhadora estadual do Prêmio Betinho - Atitude Cidadã do ano de 2012; Prêmio Medalha Zumbi dos Palmares no ano de 2013; Comenda do Mérito Legislativo pela Câmara Municipal de Campo Grande, 2018; Homenagem Aleixo Paraguassu pela Subsecretaria de Direitos Humanaos - SEGOV Campo Grande, 2018;Premio Direitos Humanos 2019, SEDHU SEGOV Campo Grande, MS.

Downloads

Publicado

02/06/2021

Como Citar

Cuore, R. E. C., & Catanante, O. .-. B. R. (2021). PROFESSORES DE MATEMÁTICA DE ESCOLAS PÚBLICAS ESTADUAIS DE CAMPO GRANDE/MS, A LEI FEDERAL Nº 10.639/2003 E A ETNOMATEMÁTICA: UMA ARTICULAÇÃO POSSÍVEL?. REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO, CULTURA E LINGUAGEM, 5(9). Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/educacaoculturalinguagem/article/view/6294

Edição

Seção

Resumos de Dissertações do Mestrado Prof. em Ed. - PROFEDUC/UEMS (2015-2017)

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)