Potencialidades do ensino de Sociologia para o desenvolvimento da formação profissional em cursos de graduação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Antonio Alberto Brunetta, Letícia Hummel do Amaral

Resumo


 Este estudo teve como objetivo investigar o ensino de Sociologia em cursos de graduação da
UFSC (Biblioteconomia, Psicologia, Odontologia, Nutrição, Economia, Administração, Serviço
Social, Design e Jornalismo) para analisar as potencialidades educativas e as limitações no ensino
desta disciplina no que se refere à formação acadêmico-profissional. Foram analisados os documentos oficiais da UFSC, as diretrizes curriculares nacionais para cursos de graduação e as matrizes curriculares dos referidos cursos, os quais foram confrontados com os depoimentos dos coordenadores e dos professores de Sociologia que ministraram aulas nesses cursos. Pretendeu-se, contribuir com um panorama das expectativas institucionais e de seus sujeitos quanto à importância da Sociologia na formação profissional. Admitidas as potencialidades próprias da disciplina de Sociologia, de estimular os alunos para a capacidade reflexiva, contribuindo para a construção de um pensamento crítico e um saber relacional, isto é, atuando para uma formação mais humanista, percebeu-se que suas potencialidades educativas são defendidas como fundamentais na formação acadêmico-profissional; entretanto, suas possibilidades pedagógicas enfrentam vários obstáculos, que vão desde condições estruturais e institucionais desfavoráveis, àqueles que se apresentam dentro da sala de aula, no próprio processo ensino-aprendizagem.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.