A CEPAL e os dilemas da América Latina: (sub) desenvolvimento e (in) justiça social?

Marcos Antonio da Silva, Lucimara Inácio do Prado da Silva

Resumo


O presente trabalho analisa os dilemas da América Latina, considerando a dicotomia subdesenvolvimento e desenvolvimento, a partir do pensamento da CEPAL. Para tanto, discute a organização da agência e seu papel no sistema das Nações Unidas e, em seguida, analisa o debate sobre o subdesenvolvimento latino-americano, considerando as contribuições de Prebisch e Furtado. A partir disto, analisa a mudança de perfil institucional da organização, na atualidade, e seu impacto na concepção desenvolvimentista cepalina, procurando demonstrar que a emergência de uma nova visão sobre seu perfil institucional convive com o (persistente) dilema do desenvolvimento latinoamericano.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.