O OLHAR DOS GESTORES SOBRE A POLÍTICA DE ACOMPANHAMENTO DOS EGRESSOS DA UFMS

Autores

Palavras-chave:

Egresso, Empregabilidade, Competências

Resumo

A presente pesquisa objetiva apresentar como está sendo implementada a política de acompanhamento de egressos da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS. A partir de uma pesquisa bibliométrica, foi feito uma análise dos objetivos específicos e dos procedimentos metodológicos das pesquisas selecionadas. A metodologia aplicada é estudo de caso, para tanto foram entrevistados 4 gestores, envolvidos no processo de implantação de tal política. Os resultados mostram o processo de acompanhamento ainda está em estágio iniciais e carece de envolvimento efetiva dos coordenadores de curso, que apesar de reconhece a importância ainda não desenvolverem ações efetivas.

Referências

APPEL, H.; BITENCOURT, C. C. Gestão de Pessoas por Competência: Institucionalização, Possibilidades e Dificuldades Implícitas nas Relações Trabalhistas Brasileiras. Organizações e Sociedade, Salvador, v.15 n.46, p.175-193, 2008

ALBORNOZ, Suzana. O que é Trabalho. São Paulo: Brasiliense, 2002.

AVARISTO, João Augusto de Campos. O desenvolvimento de competências profissionais: um levantamento com os egressos de um curso de mestrado profissional do campo de públicas. 2019. Dissertação (Mestrado em Gestão de Organizações e Sistemas Públicos) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2019.

AMARAL, R. M. Gestão de pessoas por competências em organizações públicas. In: Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias. Anais... São Carlos, 2006

BIEBER, Ronaldo. A Influência das competências individuais dos egressos dos cursos de administração da região sudoeste do Paraná no comportamento inovador. 2016. 120 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional – PPGDR. Pato Branco, PR, 2016.

BRAVERMAN, H. Trabalho e capital monopolista. Rio de Janeiro: Zahar, 1977

CALEGARI, Carmen Regina. O perfil profissional docente dos egressos da Faculdade de Educação Física da Universidade Federal de Uberlândia-MG. 2017. 126f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2017.

CANDIOTTO, César. Aproximações entre o capital humano e qualidade total na educação. Educar, Curitiba, n. 19, p. 199-216. 2002. Editora da UFPR

CARBONE, P.P. Gestão por Competências: Uma Nova Metodologia de Gerenciamento de Capital Humano. Revista Mundo PM – Project Management. Curitiba: Mundo, 11 ed. out/nov, 2006.

CARDOSO, D. F.; LUDOVICO, N. Estudo longitudinal sobre as pesquisas de evasão no Ensino Superior: Diretório IBICT. REFAS, São Paulo, v.3, n. 4, p. 1-18, jun. 2017.

CAVALCANTE, Maria Alexsandra Pires. Aspectos de acompanhamento de egressos do Curso de Bacharelado em Administração Pública do Instituto UFC Virtual. 2019. 95f. - Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação Profissional em Políticas Públicas e Gestão da Educação Superior, Fortaleza (CE), 2019.

CHAUÍ, Marilena de Souza. A universidade pública sob nova perspectiva. Conferência de abertura da 26ª reunião anual da ANPED, Poços de Caldas, 5 de outubro de 2003.

COELHO, Maria do Socorro da Costa e OLIVEIRA, Ney Cristina Monteiro de. OS EGRESSOS NO PROCESSO DE AVALIAÇÃO Revista e-Curriculum, vol. 8, núm. 2, 2012, pp. 1-19 Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

COUTINHO, Eduardo Henrique Lacerda. Políticas públicas para educação profissional e tecnológica e o mundo do trabalho contemporâneo: um estudo de caso dos egressos dos Cursos Técnicos Integrados do CEFET-MG. 2016. 217 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.

DELUIZ, Neise. O Modelo das competências profissionais no mundo do trabalho e na educação: Implicações para o Currículo. Ano: 2001.

DOURADO, Janaína Rute da Silva. Competências da Sustentabilidade na atuação profissional dos egressos do Centro Paula Souza – Um Estudo de Caso. São Paulo, 2018. 181 p. Tese em Administração – Programa de Pós-Graduação em Administração da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

DUTRA, J. S.; HIPÓLITO, J. A. M.; SILVA, C. M. Gestão de pessoas por competências: o caso de uma empresa do setor de telecomunicações. Revista de Administração Contemporânea – RAC, v. 4, n. 1, p.161-172, 2000.

_______, J. S. Competências: Conceitos e Instrumentos para a Gestão de Pessoas na Empresa Moderna, São Paulo, Atlas, 2004

FLEURY, M. T. L., & FLEURY, A. C. C. (2001). Construindo o conceito de competência. Revista de Administração Contemporânea, 5 (n.spe), 183-196

________, M. T. L., & FLEURY, A. C. C. (2004). Alinhando estratégia e competências. Revista de Administração de Empresas, 44(1), 44 – 57.

GUIMARÃES, T. de A. (2000). A nova administração pública e a abordagem da competência. Revista De Administração Pública, 34 (3), 125 a 140.

GODOY, A. S.; FORTE, D. Competências adquiridas durante os anos de graduação: um estudo de caso a partir das opiniões de alunos formandos de um curso de administração de empresas. Gestão & Regionalidade, v. 23, n. 68, p. 56-69, 2007.

LAZZARESCHI, N. Sociologia do Trabalho. São Paulo. IESDE BRASIL. 2008.

LE BOTERF, G (2003). Desenvolvendo a competências dos profissionais. 3º edição, Porto Alegre: Artmd Editora SA.

LIMA, C. M. P.; SOUZA, P. C. Z.; ARAÚJO, A. J. S. A Gestão do Trabalho e os Desafios da Competência: uma Contribuição de Philippe Zarifian. Psicologia: Ciência e Profissão, 2015, 35 (4), 1223-1238 https://doi.org/10.1590/1982-3703001972013

LOBATO, Danielle de Cássia da Silva Malcher. A contribuição do Instituto Federal do Pará do campus de Bragança na formação de capital humano local e seus desdobramentos / Danielle de Cássia da Silva Malcher Lobato; orientador Adagenor Lobato Ribeiro. 2018. 132f.

LOIOLA, L. M. Breve Histórico do Termo Competência. História do Ensino de Línguas no Brasil (HELB), v. 1, n. 7, 2013.

LONGO, Francisco. Metodologia para avaliação da gestão dos recursos humanos no setor público. Traduzido por: José Mariano Tavares Júnior. Natal: SEARH/ RN, 2007. 132 p.

MARX. K. O Capital: crítica da economia política: Livro I: o processo de produção do capital. [Tradução de Rubens Enderle]. Versão eletrônica. São Paulo: Boitempo, 2013.

MCCLELLAND, David C. Testing for competence rather than intelligence. American Psychologist, p. 1-14, jan. 1973.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC. Avaliação externa das instituições de educação superior: diretrizes e instrumento. 2006. Disponível em: http://inep.gov.br/informacao-da-publicacao/-/asset_publisher/6JYIsGMAMkW1/document/id/489062 Acessado em: 26/08/2021

MEIRA, M.D.D.; KURCGANT, P. Avaliação de cursos graduação segundo egressos. Revista da Escola de Enfermagem da USP. v.43, n.2, 2009

MONTENEGRO, Mariana Cruz. As percepções dos egressos de um programa de educação formal em administração pública quanto à aplicação da aprendizagem no contexto organizacional: um estudo de caso da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional / Mariana Cruz Montenegro. – 2017. 132 f.

OECD. Skills Matter: Further Results from the Survey of Adult Skills, OECD Skills Studies: OECD Publishing, Paris, 2016.

PARRY, Scott. B. The quest for competencies – Training, julho 1996, p. 48-54;

PERRENOUD, P. Construir competências desde a escola. Rio de Janeiro: Zahar, 1999

PICCHIAI, D. Competências organizacionais, gerenciais e individuais: conceitos e discussões no setor público. Revista da Micro e Pequena Empresa, v. 4, n. 3, p. 73-89, 2010.

PRAHALAD, C. K. & HAMEL, G. A competência essencial da corporação. In. Ulrich, D. (Org.). Recursos humanos estratégicos: novas perspectivas para os profissionais de RH. São Paulo: Futura, 2000.

SAVIANI, Dermeval. O trabalho como princípio educativo frente às novas tecnologias. In: FERRETI, Celso João .../et al./ (org.). Novas tecnologias, trabalho e educação: um debate multidisciplinar. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994

Saunders, M., Lewis, P., & Thornhill, A. (2016). Research Methods for Business Students. Harlow: Pearson Education.

SCHULTZ, Theodore William. O capital humano: investimentos em educação e pesquisa. Rio de Janeiro: Zahar, 1973.

SENNETT, R. A Corrosão do Caráter: consequências do trabalho do novo capitalismo. Rio de Janeiro/São Paulo: Record, 1998.

SMITH, Adam. A riqueza das nações: investigação sobre sua natureza e suas causas. Introdução de Edwin Cannan. V. I. Tradução de Luiz João Baraúna. São Paulo: Nova Cultural, 1996.

UFMS. CONSELHO UNIVERSITÁRIO. Resolução RESOLUÇÃO Nº 89 -COUN/UFMS, DE 9 DE ABRIL DE 2021. Dispõe sobre a Política de Acompanhamento de Egressos da UFMS. Campo Grande/MS. 20/04/2021 N° 7525. https://boletimoficial.ufms.br/bse/publicacao?id=421842 Acesso em: 27 ago. 2021

ZARIFIAN, P. A gestão da e pela competência. In: Seminário Educação Profissional, Trabalho e Competências. Rio de Janeiro,1996.

Downloads

Publicado

30/05/2022

Como Citar

Freitas de Oliveira Junior, O., Santiago Nepomuceno de Souza, D. ., & Baptista Lopez Dalmau, M. . (2022). O OLHAR DOS GESTORES SOBRE A POLÍTICA DE ACOMPANHAMENTO DOS EGRESSOS DA UFMS. DESENVOLVIMENTO, FRONTEIRAS E CIDADANIA, 6(11), 67–93. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/fronteiracidadania/article/view/7000

Edição

Seção

Políticas públicas: instituições, atores e ideias