A linguagem é o vírus: uma entrevista com Ramon Nunes Mello sobre HIV/AIDS e poesia

Autores

Palavras-chave:

HIV/aids, Poesia brasileira contemporânea, Ramon Nunes Mello, Tente entender o que tento dizer

Resumo

Em ensaio da década de 1970, William S. Burroughs afirmou que a linguagem é um vírus. Décadas depois, a concepção do escritor norte-americano teve seus ecos na elaboração de um livro voltado às questões de outro vírus: o HIV. O poeta e jornalista carioca Ramon Nunes Mello organizou e publicou em 2018 a obra Tente entender o que tento dizer, primeira antologia poética publicada no Brasil voltada especificamente às questões do HIV/aids. Mello também é autor dos livros Vinis mofados (2009), Poemas tirados de notícias de jornal (2012) e Há um mar no fundo de cada sonho (2016). Em entrevista cedida por e-mail, o escritor explica como se deu a construção da antologia e as perspectivas que ajudaram a concretizá-la. A entrevista também busca compreender como a temática vem sendo acolhida (ou não) pelo mercado editorial brasileiro, bem como se dão as representações do HIV/aids na literatura brasileira contemporânea e suas transformações no decorrer histórico da epidemia. 


Biografia do Autor

Leandro Noronha da Fonseca, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Mestrando em Letras na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – Brasil. Bolsista CAPES. ORCID iD: https://orcid.org/0000-0002-8863-5013. E-mail: lfonseca954@gmail.com.

Referências

BESSA, Marcelo Secron. Histórias positivas: a literatura (des)construindo a Aids. Rio de Janeiro: Record, 1997.

BESSA, Marcelo Secron. Os perigosos: autobiografias & Aids. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2002.

BURROUGHS, William S. The Electronic Revolution. UBU Classics, 2005. Disponível em: https://www.ubu.com/historical/burroughs/index.html. Acesso em: 24 mai. 2021.

FREITAS, Luiz Fabiano de. Um corpo político: performance, sexualidade e abjeção pelo Teatro de Extremos. Dissertação (Mestrado em Artes). Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2019. Disponível em: https://www.ppgartes.uerj.br/discentes/dissertacoes/2019MestLuizFabianoDeOliveiraDeFreitas.pdf. Acesso em: 21 mai. 2021.

FONSECA, Leandro Noronha da. HIV/Aids e narrativas pós-coquetel na poesia contemporânea brasileira. Monografia (Especialização em Mídia, Informação e Cultura). Centro de Estudos Latino-americanos sobre Cultura e Comunicação, Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2019. Disponível em: http://celacc.eca.usp.br/?q=pt-br/blogs/hivaids-narrativas-pos-coquetel-poesia-contemporanea-brasileira. Acesso em 24 mai. 2021.

MELLO, Ramon Nunes. Há um mar no fundo de cada sonho. Rio de Janeiro: Verso Brasil Editora, 2016.

MELLO, Ramon Nunes (Org.). Tente entender o que tento dizer: poesia + hiv/aids. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, 2018.

SOUSA, Alexandre Nunes de. Da epidemia discursiva à era pós-coquetel: Notas sobre a memória da Aids no cinema e na literatura. II Seminário Internacional em Memória Social, Rio de Janeiro, 2016. Disponível em: http://seminariosmemoriasocial.pro.br/wp-content/uploads/2016/03/B019-ALEXANDRE-NUNES-DE-SOUSA-normalizado.pdf. Acesso em: 21 mai. 2021.

Downloads

Publicado

24/12/2021

Como Citar

Fonseca, L. N. da. (2021). A linguagem é o vírus: uma entrevista com Ramon Nunes Mello sobre HIV/AIDS e poesia. VALITTERA - REVISTA LITERÁRIA DOS ACADÊMICOS DE LETRAS, 1(4), 158–170. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/valit/article/view/6217