A IMPORTÂNCIA DA RELAÇÃO AFETIVA ENTRE PROFESSOR E CRIANÇA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Visualizações: 2127

Autores

  • Arão Davi Oliveira Universidade Catolica Dom Bosco (UCDB) Universidade Catolica de Brasilia (UCB) Faculdade de Campo Grande (FCG) Centro universitário Anhanguera Campo Grande http://orcid.org/0000-0003-0746-2569
  • Elisângela Cristina Lima Simões Faculdade de Campo Grande (FCG)
  • Pâmela Gonçalves Galeano Faculdade de Campo Grande (FCG)
  • Viviane Maria Vasques Figueiredo Faculdade de Campo Grande (FCG) https://orcid.org/0000-0002-5288-8529

Palavras-chave:

Educação Infantil, Desenvolvimento Infantil, Afetividade

Resumo

Esta pesquisa busca refletir sobre a relação afetiva existente entre professora e a criança na educação infantil. Tem como objetivo geral analisar a relação da afetividade com o desenvolvimento da criança na Educação Infantil. Como objetivos específicos 1- apresentar o conceito de afetividade na Educação Infantil contextualizando com a legislação brasileira a partir da LDB/1996; e 2- apresentar e discutir as práticas pedagógicas do professor da Educação Infantil e sua relação com a afetividade em um Centro de Educação Infantil da Rede Municipal de Campo Grande – MS. Considerando as significações de afetividade no desenvolvimento do ser humano, e especificamente as relações afetivas entre professora e criança, buscou-se responder uma questão central: Até que ponto a relação afetiva interfere na prática docente com a criança dentro do processo de ensino-aprendizagem? Para a elucidação da investigação realizou-se um levantamento de pesquisa bibliográfica documental e empírica. Utilizamos os conceitos de Wallon (1986, 2007, 2008) e outros estudiosos como Dantas (1992), Galvão (1995), Pimentel (2007), Salla (2011) e Luz (2008). A coleta de dados empíricos ocorreu por meio de observações da rotina desenvolvidas na instituição e a realização de entrevistas semiestruturadas com duas professoras que atuam na educação infantil de uma escola pública do município de Campo Grande – MS. A pesquisa, entretanto, aponta que a falta de conhecimento dos profissionais em relação à importância da afetividade na vida da criança gera consequências negativas no desenvolvimento da criança pequena.

Biografia do Autor

Arão Davi Oliveira, Universidade Catolica Dom Bosco (UCDB) Universidade Catolica de Brasilia (UCB) Faculdade de Campo Grande (FCG) Centro universitário Anhanguera Campo Grande

Professor do curso de Pedagogia da Centro Universitário Anhanguera em Campo Grande -MS e da Faculdade Campo Grande (FCG)  em Campo Grande -MS. Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Paulista (UNIP) e licenciatura em História pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS); Especialista em Orientação, Supervisão e Administração Escolar pela UNIASSELVI;  Mestrado em educação pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB); é  Doutorando em Educação pela UCDB. Possui experiência na docência no curso de licenciatura em Pedagogia com ênfase em Sociologia da Educação, Gestão Educacional, Avaliação da Educação, Didática, Legislação Educacional e TCC; e docente da Pós-graduação Lato Sensu na área da educação com ênfase em Metodologia do Trabalho Científico e TCC; membro do  Grupo de Pesquisa Políticas de Formação e Trabalho Docente na Educação Básica, vinculado ao PPGE/UCDB, e do Grupo de Pesquisa Políticas Públicas Educacionais no âmbito da Educação Básica, vinculado ao PPGE/UCB/DF; Bolsista de Doutorado da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Brasil; E-mail: adodavi@gmail.com.

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação – Lei nº. 9394/96. Brasília: 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03leis/L9394.htm. Acesso em: 10 out. 2018.

_______. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria da Educação Fundamental. Referenciais Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília, 1998.

________. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria da Educação Fundamental.

DANTAS, H.; TAILLE, Y. La; OLIVEIRA , M. K. Wallon, Piaget, Vygotsky: teorias psicogenéticas em discussão. São Paulo: Summus, 1992.

FERREIRA, Maria Clotilde Rossetti; VITORIA, Telma; GOULARDIS, Liliane Gonçalves. In: FERREIRA, Maria Clotilde Rossetti, MELLO, Ana Maria; VITORIA, Telma; GOUSEN, Adriano; CHAGURI, Ana Cecília (orgs.). Os fazeres na Educação Infantil. São Paulo: Cortez Editora, 1998.

GALVÃO, Izabel. Henri Wallon: uma concepção dialética do desenvolvimento infantil/Izabel Galvão. – Petrópolis, RJ; Vozes, 1995. – (Educação e conhecimento).

PIMENTEL, Alessandra. Vygotsky: uma abordagem histórico-cultural da educação infantil. In: FORMOZINHO-OLIVEIRA, Júlia; KISHIMOTO, Tizuko Morchida; PINAZZA, Mônica Apezzato (orgs). Pedagogia(s) da infância – Diálogo com o Passado Construindo o Futuro. Porto Alegre: Artmed, 2007.

SALLA, Fernanda. O que o corpo fala. Revista Nova Escola, São Paulo: Moderna, ano XXVI, nº 247, p.96 – 98, nov. 2011.

SALLA, Fernanda. O que afeta a criança. Revista Nova Escola, São Paulo: Moderna, ano XXVI, nº 247, p. 108– 110, out. 2011.

SILVA, Alma Helena A.; Costa, Eliane F. O adulto um parceiro especial. In: FERREIRA, Maria Clotilde Rossetti, MELLO, Ana Maria, VITORIA, Telma, GOUSEN, Adriano, CHAGURI, Ana Cecília (orgs.). Os fazeres na Educação Infantil. São Paulo: Cortez Editora, 1998.

PIAGET, Jean. A construção do real na criança. Rio de Janeiro: Zahar, 1976.

WALLON, Henri. Henri Wallon: psicologia. São Paulo: Ática, 1986.

_________. A criança turbulenta: estudo sobre os retardamentos e as anomalias do desenvolvimento motor e mental / Henri Wallon; tradução de Gentil Avelino Titton. – Petrópolis, RJ: Vozes, 2007. - (Coleção Textos Fundantes de Educação).

__________. Do ato ao pensamento: ensaio de psicologia comparada / Henri Wallon; tradução de Gentil Avelino Titton. - Petrópolis, RJ: Vozes, 2008. - (Coleção Textos Fundantes de Educação).

MANZINI, E. J. A entrevista na pesquisa social. Didática, São Paulo, v. 26/27, p. 149-158, 1990/1991.

MAHONEY, A. A.; ALMEIDA, L. (org.) Afetividade e aprendizagem: contribuições de Henri Wallon. São Paulo: Edições Loyola, 2007

Downloads

Publicado

2019-07-15

Como Citar

Oliveira, A. D., Simões, E. C. L., Galeano, P. G., & Figueiredo, V. M. V. (2019). A IMPORTÂNCIA DA RELAÇÃO AFETIVA ENTRE PROFESSOR E CRIANÇA NA EDUCAÇÃO INFANTIL. GEOFRONTER, 2(5). Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/GEOF/article/view/3551

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)