A IMPORTÂNCIA DA RELAÇÃO AFETIVA ENTRE PROFESSOR E CRIANÇA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Arão Davi Oliveira, Elisângela Cristina Lima Simões, Pâmela Gonçalves Galeano, Viviane Maria Vasques Figueiredo

Resumo


Esta pesquisa busca refletir sobre a relação afetiva existente entre professora e a criança na educação infantil. Tem como objetivo geral analisar a relação da afetividade com o desenvolvimento da criança na Educação Infantil. Como objetivos específicos 1- apresentar o conceito de afetividade na Educação Infantil contextualizando com a legislação brasileira a partir da LDB/1996; e 2- apresentar e discutir as práticas pedagógicas do professor da Educação Infantil e sua relação com a afetividade em um Centro de Educação Infantil da Rede Municipal de Campo Grande – MS. Considerando as significações de afetividade no desenvolvimento do ser humano, e especificamente as relações afetivas entre professora e criança, buscou-se responder uma questão central: Até que ponto a relação afetiva interfere na prática docente com a criança dentro do processo de ensino-aprendizagem? Para a elucidação da investigação realizou-se um levantamento de pesquisa bibliográfica documental e empírica. Utilizamos os conceitos de Wallon (1986, 2007, 2008) e outros estudiosos como Dantas (1992), Galvão (1995), Pimentel (2007), Salla (2011) e Luz (2008). A coleta de dados empíricos ocorreu por meio de observações da rotina desenvolvidas na instituição e a realização de entrevistas semiestruturadas com duas professoras que atuam na educação infantil de uma escola pública do município de Campo Grande – MS. A pesquisa, entretanto, aponta que a falta de conhecimento dos profissionais em relação à importância da afetividade na vida da criança gera consequências negativas no desenvolvimento da criança pequena.


Palavras-chave


Educação Infantil; Desenvolvimento Infantil; Afetividade

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação – Lei nº. 9394/96. Brasília: 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03leis/L9394.htm. Acesso em: 10 out. 2018.

_______. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria da Educação Fundamental. Referenciais Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília, 1998.

________. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria da Educação Fundamental.

DANTAS, H.; TAILLE, Y. La; OLIVEIRA , M. K. Wallon, Piaget, Vygotsky: teorias psicogenéticas em discussão. São Paulo: Summus, 1992.

FERREIRA, Maria Clotilde Rossetti; VITORIA, Telma; GOULARDIS, Liliane Gonçalves. In: FERREIRA, Maria Clotilde Rossetti, MELLO, Ana Maria; VITORIA, Telma; GOUSEN, Adriano; CHAGURI, Ana Cecília (orgs.). Os fazeres na Educação Infantil. São Paulo: Cortez Editora, 1998.

GALVÃO, Izabel. Henri Wallon: uma concepção dialética do desenvolvimento infantil/Izabel Galvão. – Petrópolis, RJ; Vozes, 1995. – (Educação e conhecimento).

PIMENTEL, Alessandra. Vygotsky: uma abordagem histórico-cultural da educação infantil. In: FORMOZINHO-OLIVEIRA, Júlia; KISHIMOTO, Tizuko Morchida; PINAZZA, Mônica Apezzato (orgs). Pedagogia(s) da infância – Diálogo com o Passado Construindo o Futuro. Porto Alegre: Artmed, 2007.

SALLA, Fernanda. O que o corpo fala. Revista Nova Escola, São Paulo: Moderna, ano XXVI, nº 247, p.96 – 98, nov. 2011.

SALLA, Fernanda. O que afeta a criança. Revista Nova Escola, São Paulo: Moderna, ano XXVI, nº 247, p. 108– 110, out. 2011.

SILVA, Alma Helena A.; Costa, Eliane F. O adulto um parceiro especial. In: FERREIRA, Maria Clotilde Rossetti, MELLO, Ana Maria, VITORIA, Telma, GOUSEN, Adriano, CHAGURI, Ana Cecília (orgs.). Os fazeres na Educação Infantil. São Paulo: Cortez Editora, 1998.

PIAGET, Jean. A construção do real na criança. Rio de Janeiro: Zahar, 1976.

WALLON, Henri. Henri Wallon: psicologia. São Paulo: Ática, 1986.

_________. A criança turbulenta: estudo sobre os retardamentos e as anomalias do desenvolvimento motor e mental / Henri Wallon; tradução de Gentil Avelino Titton. – Petrópolis, RJ: Vozes, 2007. - (Coleção Textos Fundantes de Educação).

__________. Do ato ao pensamento: ensaio de psicologia comparada / Henri Wallon; tradução de Gentil Avelino Titton. - Petrópolis, RJ: Vozes, 2008. - (Coleção Textos Fundantes de Educação).

MANZINI, E. J. A entrevista na pesquisa social. Didática, São Paulo, v. 26/27, p. 149-158, 1990/1991.

MAHONEY, A. A.; ALMEIDA, L. (org.) Afetividade e aprendizagem: contribuições de Henri Wallon. São Paulo: Edições Loyola, 2007


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 GEOFRONTER

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.