A EVOCAÇÃO DA MEMÓRIA DO PERSONAGEM CAMILO MORTÁGUA NA OBRA DE JOSUÉ GUIMARÃES

Autores

  • Tatiane Peres Zawaski Unilasalle
  • Lúcia Regina Lucas da Rosa Unilasalle

Resumo

O presente artigo objetiva analisar, através de uma revisão bibliográfica, os fatos que levam o protagonista Camilo Mortágua a rememorar o passado para viver o presente. Constatamos, no romance de Josué Guimarães, que Camilo teve uma vida marcada pelas perdas e memórias do passado. Contudo, esta memória que, por ora, mais parece inimiga que aliada, faz com que o personagem reveja, através de um filme, toda sua história marcada pelas perdas familiares, pela traição e pela decadência financeira. Para esta análise recorreremos aos estudos de Bergson (1999), Candau (2012) e Ricoeur (2007), entre outros.

Biografia do Autor

Tatiane Peres Zawaski, Unilasalle

Especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional pelo Complexo de Ensino Superior de Cachoeirinha – CESUCA (2011), Licenciada em  Pedagogia – Orientação Educacional, pela Universidade Luterana do Brasil – ULBRA (2006),  Licenciada em Letras, pelo Centro Universitário La Salle - UNILASALLE. Atualmente é Orientadora Educacional da rede Estadual de Ensino do Rio Grande do Sul e Professora de Língua Portuguesa da rede Privada de Ensino. Tem experiência na área de Orientação Educacional, Letras – Língua Portuguesa e Literatura (Ensino Fundamental e Médio), atendimento Psicopedagógico e Orientação Profissional.

Lúcia Regina Lucas da Rosa, Unilasalle

Coordenadora do Curso de Letras do Unilasalle Canoas, Doutora em Literatura e Orientadora deste artigo

Downloads

Publicado

2017-03-31

Como Citar

Zawaski, T. P., & da Rosa, L. R. L. (2017). A EVOCAÇÃO DA MEMÓRIA DO PERSONAGEM CAMILO MORTÁGUA NA OBRA DE JOSUÉ GUIMARÃES. WEB REVISTA LINGUAGEM, EDUCAÇÃO E MEMÓRIA, 11(11), 38–49. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/WRLEM/article/view/1265