Português para italofalantes: questões relativas ao comportamento linguístico-cultural nas formulações de pedidos

Autores

  • Livia Assunção Cecilio Università di Bologna

Palavras-chave:

português brasileiro, italiano, português como língua estrangeira, atos de fala, língua/cultura.

Resumo

Temos por objetivo propor uma reflexão sobre a interface do italiano e do português brasileiro nas formulações de pedidos, bem como de sua aplicabilidade ao ensino/aprendizagem do português a italofalantes. Tomando por referência teórica a Sociolinguística Interacional, a Antropologia Social, o Interculturalismo e a Teoria dos Atos de Fala, procuramos descrever as estruturas verbais e os aspectos não-verbais presentes nos pedidos de brasileiros e italianos, e analisamos as diferenças e os motivos culturais que levam à construção de tais enunciados. Constituem nosso corpus os dados obtidos por meio de um questionário efetuado no Brasil e na Itália, com a simulação de uma situação real num contexto específico: pedido de informação a uma pessoa na rua.

Biografia do Autor

Livia Assunção Cecilio, Università di Bologna

Professora de Português como Língua Estrangeira na Università di Bologna (Itália) e doutoranda em “Tradução, Interpretação e Interculturalidade” na mesma universidade. E-mail: livia.assuncao@unibo.it .
O presente trabalho foi realizado no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Letras da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) em 2009.

Downloads

Publicado

06/09/2017

Como Citar

Cecilio, L. A. (2017). Português para italofalantes: questões relativas ao comportamento linguístico-cultural nas formulações de pedidos. WEB REVISTA LINGUAGEM, EDUCAÇÃO E MEMÓRIA, 3(3), 81–95. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/WRLEM/article/view/2086