OLNEY SÃO PAULO E A PRODUÇÃO CINEMATOGRÁFICA BRASILEIRA NAS DÉCADAS DE 1950/1960

Autores

  • Dinameire Oliveira Carneiro Rios Universidade Estadual de Feira de Santana

Palavras-chave:

Produção nacional-popular, Cinema nacional, Olney São Paulo, Grito da terra,

Resumo

O cinema brasileiro experimentou nas décadas de 1950-60 um dos seus momentos mais produtivos do ponto de vista estético, político e ideológico. Muitos cineastas participaram ativamente das discussões levantadas durante o período, discussões estas que giravam em torno quase sempre da modernização do país, bem como das contradições que esse processo de modernização explicitava para a nação. Entre os intelectuais que participaram ativamente desse debate está a figura do baiano Olney Alberto São Paulo, que utilizou sua produção cinematográfica para opinar em relação a temas reincidentemente em pauta na época. Desta forma, este artigo tem como objetivo apresentar um breve panorama político, estético e cultural do Brasil nos anos de 1950-60, dando ênfase ao momento em que surge no cenário da produção cinematográfica nacional o cineasta Olney São Paulo através de seu primeiro filme de caráter profissional, Grito da terra (1964), uma adaptação do romance homônimo do também baiano Ciro de Carvalho Leite. Para tanto, recorremos a alguns estudos e críticas sobre o Cinema Novo para situar as principais questões que pairavam sobre o cinema nacional do período em questão, buscando uma breve reflexão sobre filmes que foram produzidos dentro dos pressupostos desse movimento para questionar a maneira que Olney São Paulo dialoga com esses temas.

Biografia do Autor

Dinameire Oliveira Carneiro Rios, Universidade Estadual de Feira de Santana

Mestranda em Literatura e Diversidade Cultural. Este artigo faz parte da pesquisa desenvolvida acerca do cinema nacional com ênfase na obra do cineasta Olney São Paulo, orientada pelo Prof. Dr. Claudio Cledson Novaes e financiada pela FAPESB.

Downloads

Publicado

20/02/2018

Como Citar

Rios, D. O. C. (2018). OLNEY SÃO PAULO E A PRODUÇÃO CINEMATOGRÁFICA BRASILEIRA NAS DÉCADAS DE 1950/1960. WEB REVISTA LINGUAGEM, EDUCAÇÃO E MEMÓRIA, 4(4). Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/WRLEM/article/view/2442