Gênero, identidade e estigmatização em “O Príncipe Sapo”, de Caio Fernando Abreu

Autores

  • Ana Paula Ohe (Universidade Federal de São Carlos)

Palavras-chave:

Gênero, Identidade, Estigma

Resumo

O objetivo deste artigo é refletir a relação entre gênero, identidade e estigmatização no conto O Príncipe Sapo, de Caio Fernando Abreu. Teresa, personagem principal, é uma mulher de meia-idade, “feia”, que não conseguiu se casar e por isso sofre com a identidade de solteirona. Educada segundo um modelo tradicional e moradora de uma cidade pequena, vemos através de Teresa os “lugares” do gênero e as dificuldades de mudanças. Utilizaremos como referencial teórico os Estudos Feministas, os Estudos Culturais e as teorizações de Guacira Lopes Louro, Tomaz Tadeu da Silva, Erving Goffman e Michel Foucault.

Biografia do Autor

Ana Paula Ohe (Universidade Federal de São Carlos)

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

Downloads

Publicado

20/10/2018

Como Citar

Ohe (Universidade Federal de São Carlos), A. P. (2018). Gênero, identidade e estigmatização em “O Príncipe Sapo”, de Caio Fernando Abreu. WEB REVISTA LINGUAGEM, EDUCAÇÃO E MEMÓRIA, 14(14), 57–69. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/WRLEM/article/view/2659