A simbologia no conto “Caixinha de música” de Caio Fernando Abreu

Autores

  • Karollayne Oliveira Gonçalves (Universidade Federal do Rio Grande) Universidade Federal do Rio Grande
  • Lucas Dionizio Paz Bueno Pinto (Universidade Federal do Rio Grande) Universidade Federal do Rio Grande (FURG)
  • Mairim Linck Piva Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

Palavras-chave:

Caio Fernando Abreu, Imaginário, Conto

Resumo

O estudo objetiva analisar o conto “A caixinha de música", que compõe a obra Morangos mofados, do escritor gaúcho Caio Fernando Abreu. Pretende-se, além de se analisar os elementos da narrativa, destacar estruturas simbólicas, explorando a linguagem e mecanismos utilizados para construção dos efeitos de sentido ao longo da narrativa. A proposta é discutir algumas leituras simbólicas do conto para ampliar a compreensão das imagens apresentadas.

Biografia do Autor

Karollayne Oliveira Gonçalves (Universidade Federal do Rio Grande), Universidade Federal do Rio Grande

Graduanda do curso de Letras Português/Inglês na Universidade Federal do Rio Grande (FURG), com período sanduíche na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, em Portugal. 

Lucas Dionizio Paz Bueno Pinto (Universidade Federal do Rio Grande), Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

Graduando do curso de Letras Português/Inglês na Universidade Federal do Rio Grande (FURG).

Mairim Linck Piva, Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

Doutora em Teoria da Literatura (PUCRS) e professora na Universidade Federal do Rio Grande.

Downloads

Publicado

20/10/2018

Como Citar

Gonçalves (Universidade Federal do Rio Grande), K. O., Paz Bueno Pinto (Universidade Federal do Rio Grande), L. D., & Piva, M. L. (2018). A simbologia no conto “Caixinha de música” de Caio Fernando Abreu. WEB REVISTA LINGUAGEM, EDUCAÇÃO E MEMÓRIA, 14(14), 133–145. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/WRLEM/article/view/2701