O presságio de Lygia Fagundes Telles na Revista Branca – uma breve sonata em homenagem à amiga Hilda Hilst

Juliana Caldas

Resumo


A Revista Branca, por meio da sensibilidade de Lygia Fagundes Telles, publicou em 1949 o poema “Canção do mundo”, de Hilda Hilst, que, no ano seguinte, viria a compor o livro de estreia da autora, Presságio (1950). Mais do que o valor literário pontual desses primeiros versos, o poema publicado na Revista anuncia alguns princípios: o de uma amizade entre duas escritoras fundamentais em língua portuguesa e o de uma obra rica e múltipla que encarnou uma radicalidade poética original na literatura brasileira do século XX.


Palavras-chave


Hilda Hilst; Lygia Fagundes Telles; poesia brasileira; Revista Branca

Texto completo:

PDF


ISSN: 2237-8332