ALFABETIZAÇÃO,LETRAMENTO E CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA: IMPLICAÇÕES NA ESCRITA

Autores

  • Maria Inês Batista Campos USP
  • Jéssica Mota Pinheiro USP
  • Walquiria Carneiro Benício USP

Palavras-chave:

alfabetização, letramento, consciência fonológica.

Resumo

Este artigo tem por objetivo descrever algumas dificuldades apresentadas pelos
alunos em grafar palavras com irregularidades ortográficas tais como “apressado”, “repensar”
e “pensativo”, isto é, com semelhanças de sons entre “s” e “ss”. A partir de uma atividade
com formação de palavras cognatas, os alunos não identificavam a diferença dessas palavras
nem estabeleciam a relação grafema/fonema. Fundamentamos este trabalho nos conceitos de
alfabetização, letramento e consciência fonológica segundo Soares (2004), Kleiman (1995) e
Bortoni-Ricardo & Machado (2013), a fim de compreender e solucionar os desvios
ortográficos presentes na produção escrita realizada. No processo de alfabetização e
letramento, diagnosticamos uma lacuna na aprendizagem referente à consciência fonológica e
ainda, a ausência de vocábulos no repertório lexical dos educandos. Os dados observados
demonstraram que os alunos de 6 º ano ainda não superaram tais dificuldades ortográficas.

Downloads

Publicado

11/04/2019

Como Citar

Campos, M. I. B., Pinheiro, J. M., & Benício, W. C. (2019). ALFABETIZAÇÃO,LETRAMENTO E CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA: IMPLICAÇÕES NA ESCRITA. WEB REVISTA LINGUAGEM, EDUCAÇÃO E MEMÓRIA, 8(8). Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/WRLEM/article/view/3472