Uma leitura da representação do feminino no período vitoriano em Luz que fenece (2019), de Barbara Baldi

Autores

Palavras-chave:

Quadrinhos, personagem, representação feminina, Luz que fenece, Barbara Baldi,

Resumo

Este artigo propõe a análise da representação do feminino em Luz que fenece (2019), quadrinho italiano com escrito e desenhado por Barbara Baldi. A partir dos pressupostos de Almeida e Monteiro (2020), Baudemont (1993), Crippa (2016), Martín (2020), McCloud (1993), Monteiro (1998) e Zolin (2009), desenvolvemos uma leitura crítica do quadrinho procurando entender como a sua linguagem é usada para representar a mulher na obra. Tomamos como objetos de análise as personagens Clara, Olívia e Caroline. Constatamos a predominância dos estereótipos de mulher-objeto, na primeira, mulher-sujeito, na segunda e mulher-anjo/mulher-megera na terceira. Longe de reduzir o quadrinho a mera tentativa de representação crítica dos estereótipos, concluímos que a obra se apresenta como um manifesto que, especialmente com a história de Clara, instiga nos leitores e leitoras a necessidade de manutenção de direitos adquiridos e de continuidade dos trabalhos que procuram a inclusão da mulher nas diversas áreas da sociedade.

Biografia do Autor

Paulo Henrique Raulino dos Santos, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Mestre em Letras (área de concentração: Estudos do Discurso e do Texto) pelo Programa de Pós-graduação em Letras (PPGL). Graduado em Letras com Habilitação em Língua Inglesa e suas respectivas Literaturas, pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Campus Pau dos Ferros. Foi integrante do grupo de pesquisa em Literaturas Estrangeiras e Comparadas (LEC) na referida universidade, havendo participando anteriormente de projetos como o Núcleo de Estudos de Cultura, Literatura e Língua Inglesa (NECLLI) e do Projeto Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência (PIBID). Foi professor substituto na Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), campus Caraúbas/RN, e professor de língua Inglesa na Escola Fisk, Pau dos Ferros/RN. Atualmente é professor Assistente A do departamento de Letras da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UAST) e integrante do grupo de pesquisa Literatura e Mulher: Representações Ficcionais.

Downloads

Publicado

23/08/2021

Como Citar

Raulino dos Santos, P. H. (2021). Uma leitura da representação do feminino no período vitoriano em Luz que fenece (2019), de Barbara Baldi. WEB REVISTA LINGUAGEM, EDUCAÇÃO E MEMÓRIA, 19(19), 45–59. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/WRLEM/article/view/5650