DO PASTO AO GRÃO

AVANÇO E CONSOLIDAÇÃO DA AGRICULTURA INTENSIVA NO MUNICÍPIO DE BURITICUPU/MA

Visualizações: 186

Autores

DOI:

https://doi.org/10.61389/geofronter.v9i1.7481

Palavras-chave:

Usos da terra, Bioma Amazônico, Agronegócio

Resumo

A Amazônia brasileira vem sendo rapidamente transformada pela extração de madeira, queimadas, inserção de pastagens, estabelecimento de culturas agrícolas e extração mineral. No território maranhense, a intervenção antrópica resultou na supressão da vegetação nativa e em muitos outros problemas ambientais, sendo que em municípios como Buriticupu, o bioma amazônico foi drasticamente impactado. O objetivo desta pesquisa foi analisar alterações do bioma amazônico em Buriticupu e os processos de substituição de antigas áreas de pastagens por cultivos agrícolas intensivos, próprios do agronegócio. Para a realização da pesquisa, adotou-se como procedimentos metodológicos a revisão de literatura, análise de imagens de satélite e a pesquisa de campo, com realização de entrevistas. Foram analisadas imagens dos satélites TM/ Landsat 5, do sensor OLI/Landsat 8 e do IVAS (Índice de Vegetação Ajustado ao Solo), a partir das quais foram detectadas as áreas desmatadas e ocupadas por campos de soja e outras culturas intensivas. Constatou-se que entre os anos de 1987 a 2017, houve aumento de solos expostos, com culturas de médio e alto vigor vegetativo e redução de cobertura vegetal nativa. Constatou-se também que parte das atuais áreas agrícolas ocupam antigas pastagens e que o avanço da agricultura intensiva tem prejudicado a população das comunidades, em função da aplicação de agrotóxicos que afetam os cultivos realizados nos pequenos quintais e áreas remanescentes.

Referências

ARAÚJO, E. P. D; LOPES, J. R.; CARVALHO FILHO, R. Amazônia Maranhense: Diversidade e Conservação. Org. Marlúcia Bonifácio Martins; Tadeu Gomes de Oliveira – Belém: MPEG, 2011. 328 p.

BASTIAANSSEN, W. G. M. Regionalization of Surface Flux Densities and Moisture Indicators in Composite Terrain. A remote sensing approach under clear skies in Mediterranean Climates. Ph.D. Thesis, Wageningem Agricultural University, Wageningem, Netherlands. 1995.

COSTA, N. Indicadores físicos e químicos do solo e processos erosivos no Município de Buriticupu-MA. Buriticupu, 2015.

CPRM. Projeto de Fontes de Abastecimento por Água Subterrânea, estado do Maranhão: Relatório Diagnóstico do Município de Buriticupu. Teresina: CPRM, 2011. 31 p.

DOMINGUES, M. S.; BERMANN, C. O Arco de Desflorestamento na Amazônia: Da pecuária à soja. Ambiente & Sociedade. São Paulo v. XV, n. 2. p. 1 -12. ago. 2012. DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-753X2012000200002

jan./jun. 2015.

IBGE. Censo 2010. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/?1. Acesso em: 17 fev. 2023.

LEMOS, A. L. F.; SILVA, J. A. Desmatamento na Amazônia Legal: Evolução, Causas, Monitoramento e Possibilidades de Mitigação Através do Fundo Amazônia. Floresta e Ambiente. 2011; 18(1). p. 98-103. DOI: https://doi.org/10.4322/floram.2011.027

LOPES, E. C. S.; TEIXEIRA, S. G. Contexto Geológico. Em I. C. BANDEIERA. Geodiversidade do Estado Maranhão. Teresina : CPRM, 2013. p. 25.

MACHADO, C. C. C. Alterações na superfície do Parque Nacional do Catimbau (PE-Brasil): consolidação dos aspectos biofísicos na definição dos indicadores ambientais do bioma Caatinga. Tese (Doutorado em Geografia), Departamento de Ciências Geográficas, UFPE, Recife, 2014.

MARKHAM, B. L.; BARKER, J. L. Thematic mapper band pass solar exoatmospherical irradiances. International Journal of Remote Sensing, v. 8, n. 3, p. 517-523, 1987. DOI: https://doi.org/10.1080/01431168708948658

QUEIROZ, F. A. Impactos da sojicultura de exportação sobre a biodiversidade do Cerrado. Soc. nat. Uberlândia, v. 21, n. 2, p. 03, ago. 2009. DOI: https://doi.org/10.14393/SN-v21-2009-9544

RIVERO, S.; ALMEIDA, O., ÁVILA, S.; OLIVEIRA, W. Pecuária e desmatamento: uma análise das principais causas diretas do desmatamento na Amazônia. Nova econ., Belo Horizonte, v. 19, n. 1, p. 42-43, abr. 2009. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-63512009000100003

USGS (UNITED STATES GEOLOGICAL SURVEY). Landsat 8 (L8) Operational Land Imager (OLI) and Thermal Infrared Sensor (TIRS). 2014. Disponível em: <https://www.usgs.gov/land-resources/nli/landsat/landsat-8-oli-and-tirs-calibration-notices.> Acesso em:17 fev. 2023.

Downloads

Publicado

2023-05-22

Como Citar

Silva Farias Filho, M., Serra , J., & Sousa Ferreira, V. G. (2023). DO PASTO AO GRÃO: AVANÇO E CONSOLIDAÇÃO DA AGRICULTURA INTENSIVA NO MUNICÍPIO DE BURITICUPU/MA. GEOFRONTER, 9(1). https://doi.org/10.61389/geofronter.v9i1.7481

Edição

Seção

Artigos