Resenha Línguas Gerais: Políticas Linguísticas e Catequese na América do Sul no Período Colonial de Bessa Freire e Rosa

Autores

Resumo

Em Línguas Gerais: política linguística e catequese na América do Sul no período colonial, o historiador José Ribamar Bessa Freire e a letrada Maria Carlota Rosa percorrem três séculos de história da língua geral amazônica (LGA), explorando a antropologia, a literatura comparada e analisando o percurso histórico da Língua Geral Amazônica (Nheengatú). O livro foi organizado através da reunião de apresentações comunicativas no I Colóquio sobre Línguas Gerais: Política Linguística e Catequese na América do Sul no Período Colonial, organizadas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O encontro objetivava ampliar o debate acerca das políticas linguísticas e missionárias na América Latina no período colonial, uma vez que a catequese operava como agente responsável pelas tomadas de decisões do Estado e em formulações no planejamento de línguas.

O livro divide-se em onze artigos. Os trabalhos que compõe o livro exploram questões linguísticas envolvendo o Nheengatú, a fala dos povos Tupi aplicada no movimento de ocupação da Amazônia e que ainda é útil por algumas etnias indígenas na atualidade, buscando analisar as linhas das políticas jesuíticas a elas relacionadas durante os séculos XVI e XVII, discutindo algumas dimensões históricas e, consequentemente, sociolinguísticas.

Biografia do Autor

Juliane Silva Giusti Rocha, Universidade Federal do Amapá

Mestranda em Educação, linha 'Políticas educacionais" pela Universidade Federal do Amapá-UNIFAP. Especialista em Metodologias no Ensino de Língua Portuguesa e Literatura pelo Instituto de Ensino Superior do Amapá-IESAP e Graduada em Letras pela Universidade Federal do Amapá- UNIFAP. E-mail: juliane.giusti@hotmail.com

Downloads

Publicado

25/08/2022

Como Citar

Rocha, J. S. G. (2022). Resenha Línguas Gerais: Políticas Linguísticas e Catequese na América do Sul no Período Colonial de Bessa Freire e Rosa. WEB REVISTA LINGUAGEM, EDUCAÇÃO E MEMÓRIA, 2(21), 79–82. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/WRLEM/article/view/5723