O ensino de matemática e a diversidade: o caso de uma estudante com deficiência visual

Elsa Midori Shimazaki, Sani de Carvalho Rutz da Silva, Lúcia Virginia Mamcasz Viginheski

Resumo


Este artigo tem como objetivo apresentar a importância do uso de diferentes recursos metodológicos para o ensino de Matemática, considerando a diversidade na sala de aula. O trabalho foi desenvolvido por meio de estudos bibliográficos e pesquisa de campo, com intervenção pedagógica em uma turma do oitavo ano do Ensino Fundamental, de um colégio público do interior do Paraná, que contava com uma estudante deficiente visual inclusa. Foi utilizado o jogo “Prenda o rei” e o tabuleiro de xadrez, como instrumentos mediadores para a elaboração do conceito de Área, com inferência para os Produtos Notáveis entre dois termos. Os resultados mostraram que é possível ensinar Matemática aos estudantes com deficiência visual, simultaneamente com os demais estudantes e que, se utilizados de forma planejada, os jogos contribuem para a formação das funções superiores por meio da elaboração de conceitos matemáticos.


Palavras-chave


Ensino de Matemática. Diversidade. Inclusão. Deficiência Visual.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES: SUMARIOS.ORG   LATINDEX   SEER/IBICT   REDIB   DIADORIM   GOOGLE ACADÊMICO  DOAJ  IRESIE   ELECTRONIC JOURNALS LIBRARY  LIVRE ACESSO ERIH PLUS 

Licença Creative Commons
Os trabalhos na Revista Interfaces da Educação está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.