Formação em psicologia: o processo histórico e a análise de um projeto político pedagógico

Autores

  • Nauristela Ferreira Paniago Damasceno Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
  • Natália Müller Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
  • Maria José de Jesus Alves Cordeiro Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
  • Lourdes Missio Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
  • Cássia Barbosa Reis Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
  • Cibele de Moura Sales Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

DOI:

https://doi.org/10.26514/inter.v7i21.1104

Palavras-chave:

Currículo. Projeto Político Pedagógico. Diretrizes Curriculares Nacionais. Formação em Psicologia.

Resumo

Este artigo discute a formação em Psicologia a partir dos principais processos históricos relacionados à regulamentação da profissão e das Diretrizes Curriculares Nacionais (2011). Procurou-se também analisar o Projeto Político Pedagógico-PPP do curso de graduação de uma universidade pública, em relação à conformidade com as Diretrizes. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica exploratória fundamentada em algumas produções sobre a história da Psicologia, normas que regulamentam a profissão, Resoluções e Pareceres do Conselho Nacional de Educação e revisão bibliográfica referente ao campo do currículo. Como resultado percebeu-se que as Diretrizes possibilitaram avanços na formação e que é preciso avaliar se os novos PPP estão contribuindo, efetivamente, para formação de psicólogos capazes de analisar e intervir sobre a realidade nos vários contextos de atuação. Em relação ao PPP analisado, o mesmo organiza-se formalmente de acordo com o estabelecido nas Diretrizes, embora permaneçam pontos contraditórios que podem indicar dificuldades para concretizá-lo.

Biografia do Autor

Nauristela Ferreira Paniago Damasceno, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Mestranda do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu Ensino em Saúde, Mestrado Profissional (PPGES) da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS)

Natália Müller, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Mestranda do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu Ensino em Saúde, Mestrado Profissional (PPGES).

Maria José de Jesus Alves Cordeiro, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Doutora em Educação - Currículo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP. Atualmente é professora adjunta da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), docente do Mestrado em Educação e do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu Ensino em Saúde, Mestrado Profissional (PPGES)

Lourdes Missio, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atualmente é professora efetiva da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e docente do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu Ensino em Saúde, Mestrado Profissional (PPGES).

Cássia Barbosa Reis, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Doutora em Doenças Infecciosas e Parasitárias pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Atualmente é professora efetiva da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e docente do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu Ensino em Saúde, Mestrado Profissional (PPGES)

Cibele de Moura Sales, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Doutora em Ciências da Saúde pela UNB. Atualmente é professora efetiva da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e docente do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu Ensino em Saúde, Mestrado Profissional (PPGES).

Downloads

Publicado

2016-12-21

Como Citar

Damasceno, N. F. P., Müller, N., Cordeiro, M. J. de J. A., Missio, L., Reis, C. B., & Sales, C. de M. (2016). Formação em psicologia: o processo histórico e a análise de um projeto político pedagógico. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 7(21), 243–264. https://doi.org/10.26514/inter.v7i21.1104

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)