A concepção do desenvolvimento humano na proposta educacional do Haiti: análise a partir do enfoque histórico-cultural.

Jimmy Pierre

Resumo


Esta pesquisa centra-se na análise do processo de desenvolvimento humano no âmbito educacional do Haiti, inicia-se por algumas considerações acerca de fatos relevantes na história do país e que incidiram nas políticas públicas educacionais. Para isso, foi delimitado um espaço de tempo (1979 a 2011), por ser um período marcado por diversas mudanças relativas ao sistema educativo, sobretudo a Reforma Bernard. Privilegia-se, nesta investigação, o enfoque histórico-cultural, considerado um dos referenciais mais estudados e discutidos em muitos países e sociedades do mundo, não só pelos aportes na psicologia, mas também por sua abordagem relativa às questões do desenvolvimento humano, instrumentando o processo educativo de forma revolucionária.  Destaca a função dos professores e dos alunos, sendo ambos os sujeitos dinâmicos e centrais no processo de ensino e aprendizagem, considera também que as práticas de linguagem são instrumentos essenciais na evolução desenvolvimentista do humano.  A presente pesquisa traz uma análise e discussão acerca da educação no Haiti, em diferentes épocas, com diferentes visões, no entanto, ainda hoje, com poucas mudanças significativas. Trata-se de um estudo à luz da Psicologia Histórico-Cultural, contrapondo-se à abordagem humanista que se faz presente no sistema educacional do país, mas não no sentido de criticá-la, senão com a finalidade de complementá-la. Desta forma, propõe-se como objetivo favorecer uma discussão do desenvolvimento humano com base no enfoque histórico-cultural, a fim de contribuir para uma análise da concepção educacional do Haiti. A investigação é de revisão bibliográfica com abordagem qualitativa, usando o método dialético histórico-materialista. Para elaborar esta investigação foram considerados três momentos, sendo: uma análise histórica, enfatizando as mudanças ocorridas ao longo do desenvolvimento do sistema educacional do Haiti; uma análise da política educacional baseada no organograma dos dois primeiros ciclos do nível fundamental e, por último, uma  abordagem da Psicologia Histórico-Cultural, partindo da análise dos conceitos de ensino e aprendizagem com vistas ao desenvolvimento humano, incluindo outros elementos relevantes desse enfoque, como o fator da linguagem, a Zona de Desenvolvimento Proximal (ZDP) e a formação de professores como aspetos fundamentais dessa teoria, com objetivo de promover uma educação intencionalmente pensada para promover o desenvolvimento humano em suas máximas potencialidades. Os resultados analisados vislumbram grandes problemas na proposta educativa do Haiti, a qual deve ser repensada, no sentido de priorizar o desenvolvimento humano apoiado na proposta e defendido pelo enfoque histórico-cultural.

                       

 


Palavras-chave


Desenvolvimento humano. Enfoque Histórico-Cultural. Formação de professores. Política educacional. Processo de ensino e aprendizagem.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26514/inter.v7i21.1395

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES: SUMARIOS.ORG   LATINDEX   SEER/IBICT   REDIB   DIADORIM   GOOGLE ACADÊMICO  DOAJ  IRESIE   ELECTRONIC JOURNALS LIBRARY  LIVRE ACESSO ERIH PLUS 

Licença Creative Commons
Os trabalhos na Revista Interfaces da Educação está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.