As potencialidades do filme “procurando Dory” para o ensino de ciências e biologia

Visualizações: 1875

Autores

  • Lucas de Esquivel Dias Brandão Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Roberta Rodrigues da Matta Docente na Prefeitura Municipal de Itaguaí (RJ)
  • Marcelo Diniz Monteiro de Barros Professor Adjunto IV do Departamento de Ciências Biológicas da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e Professor Colaborador do Programa de Pós-Graduação em Ensino em Biociências e Saúde (PG-EBS) pelo Instituto Oswaldo Cruz – Fiocruz – Laboratório de Inovações em Terapias, Ensino e Bioprodutos (LITEB)

DOI:

https://doi.org/10.26514/inter.v8i24.2124

Palavras-chave:

Animação. Procurando Dory. Filme como estratégia de Ensino. Ensino de Ciências e de Biologia.

Resumo

O presente estudo objetiva demonstrar o potencial pedagógico da utilização das personagens presentes na animação “Procurando Dory” para o ensino de Ciências e Biologia. O filme citado anteriormente foi escolhido, no presente estudo, já que apresenta relevantes aspectos relacionados com a vida marinha dos animais e que podem facilmente ser discutidos no ensino de Ciências e Biologia. Para isso, foram selecionados oito principais personagens presentes na animação, a saber: Dory, Marlyn, Nemo, Tio Raia, Crush, Hank, Destiny e Bailey. Com o material apresentado nesse estudo os professores de Ciências e Biologia podem discutir variados conteúdos com seus alunos, como por exemplo: Morfologia, Alimentação, Distribuição geográfica, Aspectos antropológicos, Relações ecológicas, Reprodução, Características biológicas e Habitat, dos principais personagens existentes no filme. Espera-se que os professores de Ciências e Biologia tenham acesso a essa atividade e que possam, de acordo com os seus anseios, trabalhar as diferentes características biológicas que se fazem presentes nos personagens aqui exibidos.

Biografia do Autor

Lucas de Esquivel Dias Brandão, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Bacharel e Licenciado em Ciências Biológicas pela PUC Minas Mestrando no Programa de Pós Graduação em Biologia de Vertebrados da PUC Minas

Roberta Rodrigues da Matta, Docente na Prefeitura Municipal de Itaguaí (RJ)

Mestre em Ciência, Tecnologia e Educação pelo CEFET/RJ

Marcelo Diniz Monteiro de Barros, Professor Adjunto IV do Departamento de Ciências Biológicas da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e Professor Colaborador do Programa de Pós-Graduação em Ensino em Biociências e Saúde (PG-EBS) pelo Instituto Oswaldo Cruz – Fiocruz – Laboratório de Inovações em Terapias, Ensino e Bioprodutos (LITEB)

Doutor em Ensino em Biociências e Saúde pelo Instituto Oswaldo Cruz – Fiocruz

Downloads

Publicado

05-02-2018

Como Citar

Brandão, L. de E. D., Matta, R. R. da, & Barros, M. D. M. de. (2018). As potencialidades do filme “procurando Dory” para o ensino de ciências e biologia. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 8(24), 172–201. https://doi.org/10.26514/inter.v8i24.2124