A educação inclusiva em escolas multisseriadas do campo na Amazônia Paraense

Visualizações: 1281

Autores

  • Ronielson Santos das Mercês Universidade do Estado do Pará - UEPA
  • Ivanilde Apoluceno de Oliveira Universidade do Estado do Pará

DOI:

https://doi.org/10.26514/inter.v9i27.2956

Palavras-chave:

Educação Especial. Educação do Campo. Escola multisseriada

Resumo

Neste artigo apresenta-se o recorte de uma pesquisa de campo concluída em 2017. A questão problema é: como se efetiva a interface da educação especial e a do campo, em comunidades ribeirinhas de Belém do Pará, em escolas multisseriadas? O objetivo é analisar a interface entre a educação especial e a educação do campo, identificando as assimetrias, as condições e o trabalho docente com aluna com deficiência física em turma multisseriada de uma escola da Ilha do Combú-Pará. A metodologia é uma pesquisa qualitativa fundamentada na concepção dialética da educação. Os procedimentos metodológicos da pesquisa foram o levantamento bibliográfico, a observação in loco, com registro no diário de campo e a entrevista semiestruturada. A sistematização e a análise dos dados foram tratadas por meio de categorizações e considerados os aspectos éticos da pesquisa. Os sujeitos da pesquisa foram o professor da sala regular e o coordenador pedagógico da escola pesquisada. Entre os resultados destaca-se que a educação especial ofertada na escola ribeirinha funciona em mínimas condições, bem como os professores não possuem apoio pedagógico nem formação que os auxiliem na prática educativa com o público da educação especial.

Biografia do Autor

Ronielson Santos das Mercês, Universidade do Estado do Pará - UEPA

Mestrando do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade do Estado do Pará

Ivanilde Apoluceno de Oliveira, Universidade do Estado do Pará

Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado do Pará

Referências

BELÉM. Secretaria Municipal de Belém. Conselho municipal de educação. Plano Municipal de educação do Município de Belém. 2015. Disponível em: http://www.agenciabelem.com.br/multimidiaSGN/anexo/08.04.2015/a113756d8de 146b69662e091dda888f1.pdf. Acesso em: 10 de julho. 2017.

______. BRASIL. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília: MEC, 2008. Disponível em http://portal.mec.gov.br/index.php?Option=com_docman&view=download&alias=16690-politica-nacional-deeducacao-especial-na-perspectiva-da-educacao-inclusiva05122014&Itemid=30192. Acesso em: 08 abr. 2017.

CAIADO, Kátia Regina Moreno. GONÇALVES, Thaisa Graziela Gomes Lulinha. SÁ, Michele Aparecida. Linha Critica Brasília, DF, v. 22, nº 48, p. 324, 345, mai./ ago, 2016.

CAIADO, Katia Regina Moreno; MELETTI, Silvia Marcia Ferreira. Educação especial na educação do campo: 20 anos de silêncio no GT 15. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, UNESP, v. 17, p. 93-104, maio-ago. 2011.

CARVALHO, Roseta Elder de. Educação Inclusiva: Com os pingos nos “si”, Porto Alegre: Mediação, 2004.

CHIZZOTTI, A. Pesquisa Qualitativa em Ciências Humanas e Sociais. Revista Portuguesa de Educação, Portugal Braga, v. 16, n.1, p. 12-20, 2003.

FERNANDES, Ana Paula Cunha dos Santos. A escolarização da pessoa com deficiência nas comunidades ribeirinhas da Amazônia Paraense. 280 f. Tese (Doutorado), Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2015.

FREIRE, Paulo. Extensão ou comunicação. 15 ed. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

_____, Paulo. Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa. Paz e Terra: São Paulo, 2011.

GADOTTI, Moacir. Concepção dialética da educação: um estudo introdutório. São Paulo: Cortez, 2006.

GONÇALVES, Taís Graziela Gomes Lulinha. Alunos com deficiência na educação de jovens e adultos em assentamentos paulistas: experiências do PRONERA. 199f. Tese (Doutorado), Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2015.

HAGE, Salomão Mufarrej. Escolas rurais multisseriadas: desafios quanto à afirmação da escola pública do campo de qualidade. Livro 3. In: Didática e Prática de Ensino na relação com a Sociedade. Fortaleza-CE: EDUECE, 2014.

MANTOAN, Maria Teresa Eglér. Ensinando a turma toda: as diferenças na escola. In: _______, O desafio das diferenças nas escolas. 5 º ed. Petropólis: Rio de Janeiro: Vozes, 2017. p. 59 -67.

MARCOCCIA, Patrícia Correia de Paula. A (in) visibilidade da educação especial e da inclusão nas escolas localizadas no campo. IX Congresso Nacional de Educação- Educere. III Encontro Sul Brasileiro de Psicopedagogia. Curitiba, PUC/PR. 2009.

MATTA, R. A. de A. Espacialidade e sustentabilidade na ilha do Combu: um olhar sobre a interface urbano-insular como forma de contribuir para a conservação do espaço na construção da sustentabilidade local. 140f. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal do Pará, Belém, 2006.

MENDES, Enicéia Gonçalves, MALHEIRO, C. A. L. Sala de recursos multifuncionais: é possível um serviço “tamanho único” de atendimento educacional especializado? In: MIRANDA, T. G.; GALVÃO FILHO, T. A. (Org.). O professor e a educação inclusiva: formação, práticas e lugares. Salvador: EDUFBA, 2012. p. 349-365.

NOZU, Washington Cesar Shoiti. Política e gestão do atendimento educacional especializado nas salas de recursos multifuncionais de Paranaíba/MS: uma análise das práticas discursivas e não discursivas. 241 f. Dissertação de Mestrado Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, 2013.

OLIVEIRA, Ivanilde Apoluceno de. SANTOS, Tânia Regina Lobato dos, Política de Educação inclusiva e Formação de Professores no município de Ananindeua – Pará. Belém: CCSE/UEPA, 2007

_______; FRANÇA, Maria do Perpétuo Socorro; SANTOS, Tânia Regina Lobato dos (orgs.). Educação em Classes Multisseriadas na Amazônia: singularidade, diversidade e heterogeneidade. Vol. 1. Belém: Eduepa, 2011..

PARÁ, Resolução do Conselho Estadual de Educação. 001, de 05 de Janeiro de 2010, Belém, PA, 05 de junho de 2017.

PONZO, Maria Glória. A formação de professores do campo na perspectiva da interface. In:_____. Diversidade e inclusão na educação do campo: povos, territórios, movimentos sociais, saberes da terra, sustentabilidade. Vitória: UFES, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2010.

RIBEIRO, J. de A. Área de proteção ambiental da Ilha do Combu, Belém/PA: desafios de implantação e de gestão de uma unidade de conservação.140 f. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal do Pará. Belém, 2010.

Downloads

Publicado

20-12-2018

Como Citar

das Mercês, R. S., & de Oliveira, I. A. (2018). A educação inclusiva em escolas multisseriadas do campo na Amazônia Paraense. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 9(27), 418–442. https://doi.org/10.26514/inter.v9i27.2956