Educação Ambiental: Retrocessos e contradições na Base Nacional Comum Curricular

Autores

  • Ronualdo Marques Universidade Tecnológica Federal do Paraná http://orcid.org/0000-0001-6681-9914
  • Jerry Adriano Raimundo Universidade Federal do Paraná
  • Claudia Regina Xavier Universidade Tecnológica Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.26514/inter.v10i29.3935

Palavras-chave:

Educação Ambiental, BNCC, Currículo escolar, Educação Básica, Temática Transversal.

Resumo

No presente estudo é analisado como a Educação Ambiental se apresenta na ultima versão homologada da Base Nacional Curricular Comum e a partir da sua manifestação expor elementos de contradições e retrocessos no campo da temática transversal uma vez que, possui uma construção histórica que fundamenta a sua efetividade no currículo escolar. Nesse sentido, tivemos como objetivo analisar sob a perspectiva do método da complexidade qual o espaço dedicado a Educação Ambiental no currículo escolar e apontar elementos para enfrentar as contrarreformas da educação brasileira. Foi realizada uma pesquisa qualitativa de característica exploratória e examinadas pela Análise Textual Discursiva. Observou-se pelos resultados apresentados que a Educação Ambiental é obscurecida sendo tratada no currículo escolar prevalecendo uma abordagem tradicional, naturalista e conservadora. Na contramão dessa intencionalidade, torna-se cada vez mais emergente consolidar no currículo escolar a Educação Ambiental na perspectiva crítica, emancipatória e transformadora, a qual busca a formação da cidadania a partir das problematização em que se consideram os aspectos sociais, éticos, econômicos, políticos, tecnológicos e culturais.

Biografia do Autor

Ronualdo Marques, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Mestre em Ensino de Ciências no Programa de Mestrado em Educação Científica e Tecnológica pela Universidade Universidade Tecnológica Federal do Paraná (PPGFECT-UTFPR); especialização em Educação Especial pela Faculdades Integradas do Vale do Ivaí (UNIVALE); especialização em Educação e Gestão Ambiental pela Faculdades Integradas do Vale do Ivaí (UNIVALE); especialização em Gestão Pública Municipal pela UTFPR - Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR); especialização em Filosofia Contemporânea pela Faculdade de Administração, Ciências, Educação e Letras (FACEL). Graduando em Pedagogia no Centro Universitário Internacional (UNINTER). Graduação em CIÊNCIAS BIOLÓGICAS pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO).

Jerry Adriano Raimundo, Universidade Federal do Paraná

Mestre em educação na Universidade Federal do Paraná (UFPR-2017). Especialista em Filosofia Contemporânea (FACEL-2013); Especialista em Psicopedagogia Institucional e Clínica (ESAP-2011); Licenciado em PEDAGOGIA? (UEM-2010); Licenciado em Normal Superior (UEM-2009); e, Bacharel em Teologia (SPR-2003). Docente em anos iniciais, ciclo II, na Prefeitura Municipal de Curitiba (2012)

Claudia Regina Xavier, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Profa. Dra. no Programa de Mestrado de Formação Científica, Educacional e Tecnológica - FCET/UTFPR.
Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Química pela Universidade Federal do Paraná (1996) e mestrado em Química pela Universidade Federal do Paraná (1998). Participou em Treinamento Avançado em Instrumentos de Gestão Ambiental em Hamburgo- Alemanha (2001) e posteriormente se titulou doutora em Ciências Ambientais pela Universidade de Concepción- Chile (2006). Atualmente é Professora Titular da Universidade Tecnológica Federal do Paraná- UTFPR.

Referências

ADRIÃO, T. M. F. et al. Grupos empresariais na educação básica pública brasileira: limites à efetivação do direito à educação. Educação & Sociedade, v. 37, n.134: 113-131, Campinas, 2016.

BAUMAN, Z. Los retos de educación en la modernidad líquida. Barcelona: Gedisa, 2005.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME, 2018.

BRASIL. Lei n. 6.938, de 31 de agosto de 1981. Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. Brasília: 31 de ago. de 1981.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Promulgada em 05 de outubro de 1988.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.

BRASIL. Lei n. 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Brasília: 27 de abr. de 1999.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental. Brasília: Ministério da Educação /Conselho Nacional de Educação, 2012.

BRASIL. Plano Nacional de Educação 2014-2024. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014, que aprova o Plano Nacional de Educação (PNE) e dá outras providências. Brasília: Câmara dos Deputados, Edições Câmara, 2014.

CABRAL, L. O. Legislação Aplicada ao Meio Ambiente como Aporte à Educação Ambiental e Agenda 21 Escolar. In: PARANÁ. Cadernos Temáticos da Diversidade: Educação Ambiental. Secretaria de Estado da Educação. Curitiba: SEED, p. 64-78.

CARVALHO. I. C. M. Educação Ambiental: a formação do sujeito ecológico. 6. ed. São Paulo, Cortez, 2012.

GALIAZZI, M. C. (Des) necessária Base Nacional Curricular Comum – BNCC?. In: IV Congresso Internacional de Ensino das Ciências. Congresso online de pesquisa em Ensino de Ciências. 11 a 14 de jun, 2018.

GIL, A. C. Como elaborar projeto de pesquisa. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

GUIMARÃES, M. A Dimensão Ambiental na Educação. 12. ed. Campinas: Papirus, 2018.

GUERRA, A. F. S.; TAGLIEBER, J. E. A inserção da educação ambiental no currículo: o olhar dos pesquisadores de um programa de mestrado em educação. GE: Educação Ambiental, Itajaí, n. 22, 2002.

KAWASAKI, C. S.; CARVALHO, L. M. Tendências da pesquisa em Educação Ambiental. Educ. rev., Belo Horizonte, v. 25, n. 3, p. 143-157, Dec, 2009.

LAYRARGUES, P. P.; LIMA, G. F. C. Mapeando as macro-tendências políticopedagógicas da educação ambiental contemporânea no Brasil. In: Encontro de pesquisadores em Educação Ambiental, 6. Ribeirão Preto. Anais. Ribeirão Preto, 2011.

LOUREIRO, C. F. B. Trajetória e fundamentos da Educação Ambiental. São Paulo: Cortez, 2006.

LOUREIRO, C. F. B. Sustentabilidade e Educação: um olhar da ecologia política. São Paulo: Cortez, 2014.

LOUREIRO, C. F. B. Educação ambiental transformadora. In: BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Identidades da educação ambiental brasileira. Brasília, p. 65-84, 2004.

MAINGUENEAU, D. Gênese dos discursos. São Paulo: Parábola, 2008.

MORAES, R.; GALLIAZZI, M. C. Análise textual discursiva. 3. ed. Ijuí: Ed. Unijuí, 2016.

SANTINELO, P. C. C.; ROYER, M. R.; ZANATTA, S. C. A Educação Ambiental no contexto preliminar da Base Nacional Comum Curricular. IN: Pedagogia em Foco, Iturama (MG), v. 11, n. 6, p.104-115, jul./dez, 2016.

SAUVÉ, L. Uma cartografia das correntes em Educação Ambiental. In: SATO, Michèle; CARVALHO, Isabel Cristina Moura (Orgs.). Educação Ambiental: pesquisas e desafios. Porto Alegre: Artmed, 2005.

SORRENTINO, M.; PORTUGAL, S. Educação Ambiental e a Base Nacional Comum Curricular. Parecer elaborado a pedido da Coordenação-Geral de Educação Ambiental do Ministério da Educação, 2016.

SOUSA, R. S.; GALIAZZI, M. C. O jogo da compreensão na análise textual discursiva em pesquisas na educação em ciências: revisitando quebra-cabeças e mosaicos. Ciênc. educ. (Bauru), Bauru, v. 24, n. 3, p. 799-814, Sept, 2018.

SOUSA, R. S.; GALIAZZI, M. C. Compreensões acerca da Hermenêutica na Análise Textual Discursiva: Marcas Teórico-Metodológicas à Investigação. Revista Contexto & Educação, v. 31, n. 100, p. 33-55, 2017.

TRISTÃO, M. A educação ambiental na formação de professores: redes de saberes. 2 ed. São Paulo: Annablume, 2008.

WEYAND, C. J.; JESUS, K. M.; LIOTTI, L. C., CARVALHO, P. M. Inserção da Educação Ambiental nos Currículos Escolares: O que Diz a Lei. In: PARANÁ. Cadernos Temáticos da Diversidade: Educação Ambiental. Secretaria de Estado da Educação. Curitiba: SEED, p. 79-90, 2008.

Downloads

Publicado

2019-10-15

Como Citar

Marques, R., Raimundo, J. A., & Xavier, C. R. (2019). Educação Ambiental: Retrocessos e contradições na Base Nacional Comum Curricular. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 10(29), 445–467. https://doi.org/10.26514/inter.v10i29.3935