A diversidade das relações étnico-raciais e o currículo escolar: algumas reflexões

Gilmar Ribeiro Pereira, Maria José de Jesus Alves Cordeiro

Resumo


A diversidade cultural está presente em vários espaços da sociedade brasileira, principalmente na escola, onde aflora com intensidade as diferenças sociais e culturais. Tais questões não têm sido tratadas com o devido respaldo pedagógico no currículo escolar, que se esquiva em não abordar as problematizações das diferenças sociais e culturais e procura ater-se apenas à cultura burguesa. Com base nessa premissa, este trabalho tem a finalidade de apresentar alguns pressupostos teóricos sobre as culturas afro-brasileira e africana que mesmo com respaldo da Lei 10.639/03, ainda não são implementados no currículo da Educação Básica conforme o exigido. Apontaremos ainda como forma de ressignificação das relações étnico raciais, a necessidade de estimular na escola o desenvolvimento de um ambiente reflexivo que promova a revitalização da identidade, o respeito à diferença e uma cultura de paz, para que as crianças e os adolescentes aprendam a respeitar as diferenças, resolver seus conflitos e conviver em harmonia.

 

Palavras-chave: Diversidade. Currículo. Cultura Afro-brasileira e Africana. Escola.


Palavras-chave


Diversidade; Currículo; Cultura Afro-brasileira e Africana; Escola.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES: SUMARIOS.ORG   LATINDEX   SEER/IBICT   REDIB   DIADORIM   GOOGLE ACADÊMICO  DOAJ  IRESIE   ELECTRONIC JOURNALS LIBRARY  LIVRE ACESSO ERIH PLUS 

Licença Creative Commons
Os trabalhos na Revista Interfaces da Educação está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.