Aprendendo no ciberespaço: o caso dos MOOC

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26514/inter.v12i35.4637

Palavras-chave:

MOOC, inglês, tecnologia, educação, internacionalização.

Resumo

O estudo reflete sobre o papel do inglês no aprendizado on-line por meio de cursos abertos e dirigidos a um público amplo (Massive Online Open Courses ou MOOC na abreviação em inglês e doravante) no atual cenário de pandemia Covid-19 com imposição de isolamento social como forma de contenção e que obrigou a migração de algumas atividades para o ciberespaço. Para tanto, o estudo analisa o número de MOOC disponíveis por área e por idioma, usando uma metodologia mista, com dados quantitativos que incluem o número de MOOC por área de estudo e por idioma, e com dados qualitativos que incluem a análise das possibilidades e limitações dos MOOC em relação ao idioma e à área. A revisão de literatura inclui estudos que abordam o papel do inglês e da tecnologia no ensino superior em geral e no processo de internacionalização em particular. Os resultados do estudo mostram uma predominância de MOOC em inglês  (83%) e na área de Negócios e Gestão.

Biografia do Autor

Jhamille Roberts Tyler, PPGE/UFES

Doutoranda no Programa de Pós Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Kyria Rebeca Finardi, Universidade Federal do Espírito Santo

Professora do Departamento de Linguagens, Cultura e Educação e dos Programas de Pós Graduação em Educação (PPGE) e Linguística (PPGEL) da UFES

Referências

ADMIRAAL, W.; HUISMAN, B.; PILLI, O. Assessment in Massive Open Online Courses. The Electronic Journal of e-Learning, v. 13, issue 4, 2015. p. 207-216.

BATURAY, M. An Overview of the World of MOOCs. Procedia - Social and Behavioral Sciences, 174, Ankara: Elsevier, 2015. p. 427-433.

BHABHA, H. The Third Space: interview with Homi Bhabha. In: RUTHERFORD, Jonathan. Identity: community, culture, difference. London: Lawrence & Wishart, 1990. p. 222-237.

BAUMAN, Z. Liquid Modern Challenges to Education. Lecture. Padova: Coimbra Group Annual Conference, maio 2011.

BOURDIEU, P. The Forms of Capital. In: Handbook of Theory and Research for the Sociology of Education, John Richardson, Ed. New York: Greenwood, 1986. p. 241-258.

CLASS CENTRAL. Disponível em: https://www.class-central.com/languages. Acesso em mai. 2015.

DE CONTI, D. MOOCs: Alternativa ao Capitalismo Rápido ou seu Subproduto? In: Roxane Rojo. (Org.). Escola conectada: os multiletramentos e as TICs. São Paulo: Parábola, 2013. p. 179-192.

DÖRNYEI, Z. Research Methods in Applied Linguistics: Quantitative, Qualitative and Mixed Methodologies. Oxford University Press. 2007.

FINARDI, K. The Slaughter of Kachru’s Five Sacred Cows in Brazil: Affordances of the Use of English as an International Language. Studies in English Language Teaching. v. 2, nº 4, 2014.

FINARDI, K.; ARCHANJO, R. Washback effects of the Science without Borders, English without Borders and Language without Borders programs in Brazilian language policies and rights. In: Language policy and language acquisition planning. Springer, Cham, 2018. p. 173-185.

FINARDI, K.; GUIMARÃES, F.; MENDES, A. Pensando la internacionalización (crítica) de la enseñanza superior brasileña. Revista Internacional de Educação Superior, 6, 2020. p. 1-23.

FINARDI, K.; ORTIZ, R. Globalization, Internationalization and Education: What is the connection? In: IJAEDU - International Journal of Advances in Education, vol. I, issue 1, 2015. p. 18-25.

FINARDI, K.; SANTOS, J.; GUIMARÃES, F. A Relação entre línguas estrangeiras e o processo de internacionalização: evidências da coordenação de letramento internacional de uma universidade federal. Interfaces, v. 16, 2016. p. 233-255.

FINARDI, K.; TYLER, J. The role of English and technology in the internationalization of education: Insights from the analysis of MOOCs. In: Edulearn15 Proceedings. 7th International Conference on Education and New Learning Technologies. Barcelona: Iated, v. 1, 2015. p. 11-18.

FINARDI, K.; PREBIANCA, G.; MOMM, C. Tecnologia na Educação: o caso da Internet e do Inglês como Linguagens de Inclusão. Revista Cadernos do IL, v. 46. 2013. p. 193-208.

FINARDI, K.; PORCINO, M. Tecnologia e Metodologia no Ensino de Inglês: Impactos da globalização e da internacionalização. Ilha do Desterro, nº 66, Florianópolis, 2014a. p. 769-281.

_______. Globalization and Internationalization in ELT: Methodology, Technoogy and Language Policy at a Crossword in Brazil. In: Proceedings of ICERI2014 Conference, Seville, 2014b. p. 79-84.

GRADDOL, D. English Next: Why global English may mean the end of “English as a foreign language”. The English Company (UK) Ltd. British Council. pp.132. 2006. Disponível em: http://www.britishcouncil.org/learning-research-english-next.pdf.

GIMENEZ, T. A ausência de políticas para o ensino da língua inglesa nos anos iniciais de escolarização no Brasil. In: C. Nicolaides, K. A. Silva, R. Tílio, C. H. Rocha (Orgs.). Política e Políticas Linguísticas. Campinas: Pontes Editores, p. 199-218.

KNIGHT, J. Updated definition of internationalization. International higher education, n. 33, 2003.

LAGARES, X. Ensino do espanhol no Brasil: Uma (complexa) questão de política linguística. In: C. Nicolaides, K. A. Silva, R. Tílio, & C. H. Rocha (Orgs.). Política e Políticas Linguísticas. Campinas: Pontes Editores, 2013. p. 181-198.

LÉVY, P. Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 1999.

LIMA, M.; MARANHÃO, C. O sistema de educação superior mundial: entre a internacionalização ativa e passiva. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior (Campinas), v. 14, n. 3, p. 583-610, 2009.

OLDENBURG, R. The Great Good Place. New York: Marlow & Company, 1999.

TAQUINI, R.; FINARDI, K.R.; AMORIM, G. English as a Medium of Instruction at Turkish State Universities. Education and Linguistics Research, v.3, p. 35-53, 2017.

TYLER, J. Inglês, Tecnologia e Internacionalização da Educação Superior: Evidências e Reflexões a Partir da Análise de MOOCS. 84p. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Educação. Universidade Federal do Espírito Santo. Vitória, 2016.

WARSCHAUER, M. Social capital and access. Universal Access in the Information Society, v.2., n.4, 2003. p. 315-330.

Downloads

Publicado

02/11/2021

Como Citar

Roberts Tyler, J., & Finardi, K. R. (2021). Aprendendo no ciberespaço: o caso dos MOOC. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 12(35), 118–137. https://doi.org/10.26514/inter.v12i35.4637