Indicadores de formação e trabalho dos professores no Brasil: uma análise do perfil revelado pelo censo escolar de 2018

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26514/inter.v12i35.4761

Palavras-chave:

Perfil do docente, Censo escolar, Problemática do magistério

Resumo

O texto apresenta uma discussão sobre o perfil dos professores brasileiros da educação básica, a partir da análise de quatro indicadores utilizados pelo censo escolar do ano de 2018, são eles: formação universitária; formação e adequação ao componente curricular que leciona; nível de esforço no desempenho das atividades profissionais; e regularidade de atuação na escola. O objetivo é mostrar que não é possível apresentar um perfil geral dos professores com base na média dos dados nacionais uma vez que, dessa forma, podemos desconsiderar as realidades do Brasil e ignorar parcela significativa desses profissionais. Os dados estão no Censo Escolar do ano de 2018, disponíveis no site do Inep. Metodologicamente, trata-se de uma análise comparativa dos dados em relação às regiões do país. Ao examinar os dados, percebemos que os percentuais de cada um dos indicadores sobre os professores podem ser muito diferentes de uma região para outra do país ou de um estado para outro. Isso alerta para o fato de que ao caracterizar os professores, quanto à sua formação e condições de trabalho, é importante considerar a ideia de perfis.

Referências

ALVES, T; REZENDE PINTO, J. M. R. de. Remuneração e características do trabalho docente no Brasil: um aporte. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 41, nº 143, p. 606-639, maio/ago., 2011.

ANDRÉ, M. Políticas e programas de apoio aos professores iniciantes no Brasil. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 42, n. 145, p. 112-129, jan./abr. 2012. Disponível em: <http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php?journal=cp&page=art icle&op=view&path%5B%5D=50&path%5B%5D=65> Acesso em: 05 jul., 2014.

BRASIL, Ministério da Educação. Inep. Notas Estatísticas: Censo Escolar 2018. Brasília-DF: Inep, 2019. Disponível em: < http://download.inep.gov.br/educacao_basica/censo_escolar/notas_estatisticas/2018/notas_estatisticas_censo_escolar_2018.pdf>. Acesso em: 20 mai., 2019.

______, CNE/CEB. Parecer 9. Revisão da Resolução CNE/CEB nº 3/97, que fixa Diretrizes para os Novos Planos de Carreira e de Remuneração para o Magistério dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. Brasília- DF: Conselho Nacional de Educação, 2009. Disponível em < http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/pceb009_09.pdf>. Acesso em: 20 mar., 2019.

CARVALHO, M. R. V. de. Perfil do professor da educação básica. Brasília: Inep/MEC, 2018. Série Documental – Relatos de Pesquisa, nº 41. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/informacao-da-publicacao/-/asset_publisher/6JYIsGMAMkW1/document/id/1473981>. Acesso em 20 jan., 2019.

CUNHA, C. da. Magistério: diretrizes de valorização e impasses. In: CNTE.

Diretrizes para a Carreira e Remuneração. Cadernos de Educação. Brasília,

Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, a. 14, n. 21, p. 145-

, out. 2009. Disponível em: <http://www.cnte.org.br/images/stories/2012/caderno_de_educacao_2009.pdf#page=147>. Acesso em: 20 abr., 2019.

GRUPO DE ESTUDOS SOBRE POLÍTICA EDUCACIONAL E TRABALHO DOCENTE. Trabalho docente na educação básica no Brasil. Fase II. Relatório de Pesquisa. Belo Horizonte: UFMG/FaE/Gestrado, 2015. Disponível em: < http://www.gestrado.net.br/images/pesquisas/3/Relatorio_Gestrado_TDEBBII.pdf>. Acesso em: 20 jan., 2019.

GATTI, B. A. (Org.). Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília, DF: Unesco,

_______.; SÁ BARRETO, E. S.; ANDRÉ, M. E. D. Políticas Docentes no Brasil: um estado da arte. Brasília: UNESCO, 2011.

______; SÁ BARRETO, E. S.; ANDRÉ, M. E. D. A. de; ALMEIDA, P. C. A. de. Professores do Brasil: novos cenários de formação. Brasília, DF: Unesco, 2019.

MATIJASCIC, M. Professores da educação básica no Brasil: condições de vida, inserção no mercado de trabalho e remuneração. Brasília, DF: Ipea, 2017. Textos para Discussão. Disponível em: < http://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=30338>. Acesso em: 20 jan., 2019.

ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO – OCDE. Professores são importantes: atraindo, desenvolvendo e retendo professores eficazes. São Paulo: Moderna, 2006. (Relatório de pesquisa).

ORGANISATION FOR ECONOMIC CO-OPERATION AND DEVELOPMENT (OECD). TALIS 2013 Technical Report. Teaching and Learning Internacional Survey: OCDE, Paris, 2014. Disponível em: < http://www.oecd.org/education/school/TALIS-technical-report-2013.pdf>. Acesso em: ago., 2017.

______. Education at a Glance 2017 – OECD indicators. Paris, 2017. Disponível em: <http://www.oecd-ilibrary.org/education/education-at-a-glance-2017_eag-2017-en>. Acesso em: ago., 2017.

UNESCO. O perfil dos professores brasileiros: o que fazem, o que pensam, o que almejam... São Paulo: Unesco, 2004.

VIDAL, L. M.; VIEIRA, S. L. Professores da educação básica: perfil e percepções sobre sucesso dos alunos. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 28, n. 67, p. 64-101, jan./abr. 2017. Disponível em: < http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/eae/article/view/3936/3343>. Acesso em: 20 jan., 2019.

Downloads

Publicado

02/11/2021

Como Citar

Geglio, P. C. (2021). Indicadores de formação e trabalho dos professores no Brasil: uma análise do perfil revelado pelo censo escolar de 2018. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 12(35), 278–300. https://doi.org/10.26514/inter.v12i35.4761