O ENSINO DA MATEMÁTICA E EDUCAÇÃO INCLUSIVA: REVISÃO SISTEMÁTICA DA REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26514/inter.v13i38.6500

Palavras-chave:

Ensino da Matemática. Educação Inclusiva. Revisão Sistemática

Resumo

Este artigo tem como objetivo discutir a temática do ensino da Matemática para pessoas com deficiência no contexto da educação inclusiva, por meio da revisão sistemática da literatura na Revista Brasileira de Educação Especial no período de 1992-2021. A inclusão escolar de alunos com necessidades específicas na aprendizagem, ainda se configura como um desafio para a Educação. Entretanto, para que essa inclusão aconteça de fato, é preciso que seja realizada de forma planejada e organizada, com práticas pedagógicas que contemplem as características individuais de cada estudante. Com isso, é preciso entender como essas ações acontecem na sala de aula e a partir das pesquisas realizadas, construir práticas pedagógicas que auxiliem no processo de ensino-aprendizagem, neste caso, em particular, dos conteúdos relacionados à Matemática, para estes educandos. Desta forma, observamos que apenas no período analisado, somente cinco artigos discutem esta temática e sendo assim, concluímos a necessidade de mais estudos e debates aprofundados na área, tendo em vista sua importância na vida acadêmica e social de todos os estudantes, inclusive daqueles com uma deficiência ou necessidade específica na aprendizagem. 

Biografia do Autor

Annie Gomes Redig, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Professora Adjunta do Departamento de Educação Inclusiva e Continuada da Faculdade de Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação (PROPED/UERJ)

Cristina Angélica Aquino de Carvalho Mascaro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Professora Adjunta do Departamento de Educação Inclusiva e Continuada da Faculdade de Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Referências

ALMEIDA, Simone Hermes dos Santos; LINASSI, Fernanda Pazini Cavalheiro; HOSTINS, Regina Célia Linhares. O gato é um felino... Diz Cecília! O gato é muito bonzinho... Diz Manuela! In: PLETSCH, Márcia Denise; MENDES, Geovana Mendonça Lunardi; HOSTINS, Regina Célia Linhares (Orgs.). A escolarização de alunos com deficiência intelectual: políticas, práticas e processos cognitivos. pp. 89-108. São Carlos: Marquezine & Manzini: ABPEE, 2015.

AMERICAN ASSOCIATION ON INTELLECTUAL AND DEVELOPMENTAL DISABILITIES (AAIDD). User’s Guide to accompany the 11th edition of Intellectual Disability: Definition, Classification, and Systems of Supports. AAIDD, 2012.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental: matemática. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 2001.

BRASIL. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. De 07 de janeiro de 2008.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Básica. Resolução Nº4, de 02 de outubro de 2009. Institui as diretrizes operacionais para o atendimento educacional especializado na Educação Básica – na modalidade Educação Especial. 2009a.

BRASIL. Decreto nº 6949/2009. Promulga a Convenção Internacional sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência e seu Protocolo Facultativo. 2009b.

BRASIL. Decreto Nº 7.611, de 17 de novembro de 2011. Dispõe sobre a educação especial, o atendimento educacional especializado e dá outras providências. 2011. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2011/Decreto/D7611.htm Acesso em: 20 jun. 2021.

BRASIL. Lei no 13.146, de 06 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência).

BRITO, Jessica de; CAMPOS, Juliane Aparecida de Paula Perez; ROMANATTO; Mauro Carlos. Ensino da Matemática a alunos com deficiência intelectual na Educação de Jovens e Adultos. Revista Brasileira de Educação Especial. v. 20, n. 4, p. 525-540. Marília, 2014. Disponível em https://www.scielo.br/j/rbee/a/dPN7rFZPJGFNVBs8ypQDS3B/?lang=pt&format=pdf Acessado no dia 15 de junho de 2021.

CECHIN, Michelle Brugnera Cruz; COSTA, Adriana Corrêa; DORNELES, Beatriz Vargas. Ensino de Fatos aritméticos para escolares com deficiência intelectual. Revista Brasileira de Educação Especial. v. 19, n.1, p. 79-92. Marília, 2013. Disponível em https://www.scielo.br/j/rbee/a/jkTYCSj44XpTyPmhqs9zQdG/?lang=pt&format=pdf Acessado no dia 15 de junho de 2021.

COSTA, Ailton Barcelos da; PICHARILLO, Alessandra Daniele Messali; ELIAS, Nassim Chamel. Habilidades Matemáticas em pessoas com deficiência intelectual: um olhar sobre os estudos experimentais. Revista Brasileira de Educação Especial. v. 22, n. 1, p. 145-160. Marília, 2016. Disponível em https://www.scielo.br/j/rbee/a/StLLDg9ZkD5yhFrFRJCJ8My/?format=pdf&lang=pt Acessado no dia 15 de junho de 2021.

COSTA, Angelo Brandelli; ZOLTOWSKI, Ana Paula Couto. Como escrever um artigo de revisão sistemática. In KOLLER, Silvia H.; COUTO, Maria Clara P. de Paula; HOHENDORFF, Jean Von (Orgs.). Manual de produção científica. pp. 55-70. Porto Alegre: Penso, 2014.

SIVA, Faria Mônica, OLIVEIRA,Guilherme Saramago, MALUSÁ, Silvana, SANTOS, Anderson Oramisio. Matemática e educação inclusiva: perspectivas de aprendizagem da/para crianças com Síndrome de Down. Revista Valore, 5(1), 116-134.2020.

LIEBERMAN, Laurence M. Preservar a Educação Especial... Para aqueles que dela necessitam. In: CORREIA, Luís de Miranda. (Orgs.). Educação Especial e Inclusão: quem disser que uma sobrevive sem a outra não está no seu perfeito juízo. pp. 89-108. Portugal: Porto Editora, 2003.

MEDRADO, Cylene Siqueira; GOMES, Vivian Martins; NUNES SOBRINHO, Francisco de Paula. Atributos teórico-metodológicos da revisão sistemática das pesquisas empíricas em Educação Especial: evidências científicas na tomada de decisão sobre as melhores práticas inclusivas. In: NUNES, Regina d’Oliveira de Paula (Org.). Novas trilhas no modo de fazer pesquisa em Educação Especial. pp.105-126. São Carlos: Marquezine & Manzini, ABPEE, 2014.

MEDRADO, Cylene Siqueira; NUNES SOBRINHO, Francisco de Paula; NUNES, Débora Regina de Paula. Preditores de sucesso na inserção laboral de pessoas com diversidade funcional: transição do ensino médio para o trabalho formal. In: NUNES, Débora Regina de Paula; VIANA, Flávia Roldan; SILVA, Katiene Symone de Brito Pessoa; GONÇALVES, Maria de Jesus (Orgs). p.203-2016. Educação Inclusiva: conjuntura, síntese e perspectivas. Marília: ABPEE, 2021.

MENDES, Enicéia Gonçalves; VILARONGA, Carla Ariela Rios; ZERBATO, Ana Paula. Ensino colaborativo como apoio à inclusão escolar: unindo esforços entre educação comum e especial. São Carlos: EdUFSCar, 2014.

OLIVEIRA, Mariana Corrêa Pitanga. O uso da linguagem de computação em uma perspectiva inclusiva. In: PLETSCH, Márcia Denise; ROCHA, Maíra Gomes de Souza da V.; OLIVEIRA, Mariana Corrêa Pitanga de (Orgs). Observatório de Educação Especial e Inclusão Educacional: pesquisa, extensão e formação de professores. p. 202-227. Rio de Janeiro: NAU Editora, 2020.

ROSSIT, Rosana Aparecida Salvador; ARAUJO, Priscila Mara de; NASCIMENTO, Marisa Helena do. Matemática para deficientes mentais como objeto de pesquisa: análise e perspectivas. Revista Brasileira de Educação Especial. v.11, n.1, p.119-142. Marília, 2005. Disponível em https://www.abpee.net/pdf/artigos/art-11-1-8.pdf Acessado no dia 15 de junho de 2021.

ROSSO, Telma Regina França; DORNELES, Beatriz Vargas. Contagem numérica em estudantes com Síndromes de X-frágil e Prader-willi. Revista Brasileira de Educação Especial. v.18, n.2, p.231-244. Marília, 2012. Disponível em https://www.scielo.br/j/rbee/a/6HJD5djzzfRVcmHZjkyT7Ws/?lang=pt&format=pdf Acessado no dia 15 de junho de 2021.

UNESCO. Declaração de Salamanca. Brasília: CORDE, 1994.

VYGOTSKY, Lev Semenovitch. Pensamento e Linguagem. Tradução Jefferson Luiz de Camargo. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

Downloads

Publicado

30/08/2022

Como Citar

Redig, A. G., & Mascaro, C. A. A. de C. (2022). O ENSINO DA MATEMÁTICA E EDUCAÇÃO INCLUSIVA: REVISÃO SISTEMÁTICA DA REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 13(38). https://doi.org/10.26514/inter.v13i38.6500