Educação para o bem público na universidade brasileira: qual a percepção dos estudantes?

Visualizações: 43

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26514/inter.v14i40.6533

Palavras-chave:

Educação superior. Formação para o bem público. Enade.

Resumo

Com a ampliação do entendimento de desenvolvimento das nações para além de aspectos econômicos, a formação para o bem público passou a ser importante elemento da missão da educação superior no mundo. Todavia, especialmente em países extremamente desiguais e em que movimentos políticos conservadores ganham força, uma formação de profissionais com valores de cidadania, com senso crítico e com responsabilidade social pode contribuir decisivamente para o avanço da democracia e da justiça social. Considerando que tal realidade está presente no contexto brasileiro, com base em dedução lógica entre a literatura sobre Public-good professionalism de Walker e McLean, e evidência empírica sobre a percepção dos graduandos participantes do Enade, busca-se demonstrar como está a formação para o bem público na educação superior brasileira, desde o ponto de vista dos acadêmicos. Os resultados permitem argumentar que tal formação ocorre de modo distinto entre diferentes carreiras e áreas do conhecimento. Esta discrepância deixa evidente que o sistema de educação superior no Brasil não está contribuindo de modo amplo com a formação para o bem público, em desacordo com o preconizado nas diretrizes curriculares nacionais.

Biografia do Autor

Cristina Fioreze, Universidade de Passo Fundo

Professora do Programa de Pós-Graduação em Envelhecimento Humano da Universidade de Passo Fundo.

Graduada em Serviço Social (UCS), Mestre em Educação (UPF) e Doutora em Sociologia (UFRGS).

Julio Cesar Godoy Bertolin, Universidade de Passo Fundo (UPF)

Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Passo Fundo.

Graduado em Ciência da Computação (UPF), Mestre em Ciência da Computação (UFRGS) e Doutor em Educação (UFRGS).

Referências

ALTBACH, Philip G.. Global perspectives on higher education. Baltimore: The Johns Hopkins University Press, 2016.

BALL, Stephen J.; YOUDELL, Deborah. Privatización encubierta em la educación pública. Informe preliminar de lo V Congreso Mundial Internacional de la Educación. Londres: Universidad de Londres, 2007.

BORGONOVI, Francesca; MIYAMOTO, Koji. Education and civic and social engagement, in OECD, Improving Health and Social Cohesion through Education. OECD Publishing, 2010. https://doi.org/10.1787/9789264086319-en

BROWN, Roger; CARASSO, Helen. Everything for sale? The marketization of UK higher education. Routledge: London and New York, 2013.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução CNE/CES 4/2001. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina. Diário Oficial da União. Brasília, 9 nov. 2001. Seção 1, p. 38.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução CNE/CES 11/2002. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Engenharia. Diário Oficial da União. Brasília, 9 abr. 2002a. Seção 1, p. 32.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução CNE/CES 15/2002. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de Serviço Social. Diário Oficial da União. Brasília, 9 de abr. de 2002b. Seção 1, p. 33.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Parecer CNE/CES 67/2003. Referencial para as Diretrizes Curriculares Nacionais – DCN dos Cursos de Graduação. Brasília, 11 mar. 2003. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br /cne/arquivos/pdf /CES0067.pdf>. Acesso em: 28 mai. 2018.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução CNE/CES 9/2004. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Direito e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, 1º out. 2004. Seção 1, p. 17.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP. Disponível em: <http://portal.inep.gov.br/questionario-do-estudante>. Acesso em: 12 jun. 2018.

CHANKSELIANI, Maia; QORABOYEV, Ikboljon; GIMRANOVA, Dilbar. Higher education contributing to local, national, and global development: new empirical and conceptual insights. Higher Education, v. 81, n. 1, p. 109-127, 2021. https://doi.org/10.1007/s10734-020-00565-8

COSTA, Fábio Luciano Oliveira. Financeirização do capital no ensino superior privado com fins lucrativos no Brasil: o caso da Anhanguera (2007-2013). Interfaces da Educação, v. 10, n. 29, p. 372-395, 2019.

DENEULIN, Séverine; TOWNSEND, Nicholas. Public goods, global public goods and the common good. International Journal of Social Economics, v. 34, n. 1/2, p. 19-36, 2007. https://doi.org/10.1108/03068290710723345

EAST, Linda; STOKES, Rebecca; WALKER, Melanie. Universities, the public good and professional education in the UK. Studies in Higher Education, v. 39, n. 9, p. 1617-1633, 2014. https://doi.org/10.1080/03075079.2013.801421

FORTUNATO, Raquel. As capabilities para o bem público valiosas aos egressos de stricto sensu das universidades comunitárias do sul do Brasil. 2021. Qualificação de Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Passo Fundo, Passo Fundo, 2021.

KAUL, Inge, GRUNBERG, Isabelle e STERN, Marc A. Defining global public goods. In: KAUL, Inge, GRUNBERG, Isabelle e STERN, Marc A. (Ed.). Global public goods: international cooperation in the 21st century. Published for United Nation Development Programme. New York/Oxford: Oxford University Press, 1999. p. 2-19.

MARGINSON, Simon. The public/private divide in higher education: a global revision. Higher Education, n. 53, p. 307-333, 2007. https://doi.org/10.1007/s10734-005-8230-y

_______. MARGINSON, Simon. Public/private in higher education: A synthesis of economic and political approaches. Studies in Higher Education, v. 43, n. 2, p. 322-337, 2018. https://doi.org/10.1080/03075079.2016.1168797

MARSH, Herbert W. Students’ evaluations of university teaching: Dimensionality, reliability, validity, potential biases and usefulness. In: The scholarship of teaching and learning in higher education: An evidence-based perspective. Springer Netherlands, p. 319-383, 2007.

MATOS, Richer de Andrade; ROVELLA, Syane Brandão Caribé. Do crescimento econômico ao desenvolvimento sustentável: conceitos em evolução. Revista eletrônica administração & ciências contábeis, v. 3, p. 6, 2010.

MBEMBE, Achille. The age of humanism is ending. Mail & Guardian, Johannesburg, South Africa, 22 dec. 2016.

MCCOWAN, Tristan. Higher education for and beyond the sustainable development goals. Springer Nature, 2019.

NUSSBAUM, Martha. Sem fins lucrativos: por que a democracia precisa das humanidades. São Paulo: Martins Fontes, 2017.

NUSSBAUM, Martha; SEN, Amartya (Ed.). The quality of life. Oxford University Press, 1993.

SAMUELSON, Paul A. The pure theory of public expenditure. The review of economics and statistics, p. 387-389, 1954.

SEN, Amartya. Development as freedom. Oxford New York: Oxford University Press, 2001.

SLAUGHTER, Sheila; RHOADES, Gary. Academic capitalism and the new economy: markets, state and higher education. Baltimore: The Johns Hopkins University Press, 2004.

WALKER, Melanie; MCLEAN, Monica. Professional education, capabilities and the public good: the role of universities in promoting human development. London/New York: Routledge, 2013.

WORLD BANK. The Financing and Management of Higher Education: a status report on worldwide reforms. Washington: World Bank Human Development Group, 1998.

UNITED NATIONS. Transforming our world: the 2030 agenda for sustainable development, 2015. Disponível em:<https://sustainabledevelopment.un.org/post2015/transformingourworld>. Acesso em: 15 dez. 2020.

UNITED NATIONS EDUCATIONAL, SCIENTIFIC AND CULTURAL ORGANIZATION (UNESCO). World Conference on Higher Education: The New Dynamics of Higher Education and Research for Societal Change and Development. Communique. Paris: Unesco, 2009.

UNITED NATIONS EDUCATIONAL, SCIENTIFIC AND CULTURAL ORGANIZATION (UNESCO). Repensar a educação: rumo a um bem comum mundial? Brasília: Unesco Brasil, 2016.

Downloads

Publicado

06-11-2023

Como Citar

Fioreze, C., & Bertolin, J. C. G. (2023). Educação para o bem público na universidade brasileira: qual a percepção dos estudantes?. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 14(40). https://doi.org/10.26514/inter.v14i40.6533