A profissão docente em confronto com a inclusão de educandos com deficiências: o resgate das memórias de uma professora pioneira com a questão inclusiva

Visualizações: 497

Autores

  • Marcos Jorge UNESP

Palavras-chave:

Política educacional. História da educação brasileira. Memórias de professores. Deficiências. Inclusão.

Resumo

O trabalho tem como objetivo resgatar as memórias de uma professora que atuou na primeira classe regular de ensino público de um município no interior do estado do Paraná, no inicio da década de 1980. A metodologia utilizada foi da História Oral e possibilitou abranger as especificidades e subjetividades vividas no cotidiano pela professora ao enfrentar as dificuldades de alfabetizar/incluir alunos com deficiências num momento histórico em que não existia uma política oficial de inclusão regular. Os resultados apontaram as vivências e questionamentos da professora, enfatizando o preconceito, o alheamento do Poder Público e sua satisfação com a superação das dificuldades ao testemunhar os avanços cognitivos das crianças portadoras de deficiências sob sua responsabilidade.



Biografia do Autor

Marcos Jorge, UNESP

Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. Atualmente é Professor Assistente na Universidade Estadual Paulista - Júlio de Mesquita Filho (UNESP - Campus de Bauru).

Downloads

Publicado

13-10-2015

Como Citar

Jorge, M. (2015). A profissão docente em confronto com a inclusão de educandos com deficiências: o resgate das memórias de uma professora pioneira com a questão inclusiva. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 6(17), 247–262. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/interfaces/article/view/756