CONCEPÇÕES DE CRIANÇA ENTRE OS KAIOWÁ E GUARANI DA ALDEIA GUAPO’Y/ AMAMBAI

Autores

Resumo

O artigo apresenta as concepções de criança segundo os Kaiowá e Guarani da Aldeia Amambai (Guapo’y). O objetivo é trazer uma análise sobre a construção da concepção de criança pela sociedade Kaiowá e Guarani. Realizamos pesquisa de campo na aldeia Amambai (Guapo`y) visitando familiares, parentes, vizinhos, além da escola da própria aldeia. A partir dessas observações, refletimos sobre os comportamentos e a socialização das crianças, tentando demonstrar que, nos dias atuais, a concepção tradicional de criança construída pelas Kaiowá e Guarani está sendo colocada em disputa frente às concepções trazidas por outras instituições ocidentais – a escola, principalmente. Tal disputa faz parte de um conflito pela autoridade dentro do próprio espaço da aldeia; disputa essa representada por diferentes saberes e atores sociais, como pajés, rezadoras, pastores, professores, profissionais da saúde e as próprias crianças.

Biografia do Autor

Rogério da Palma, UEMS

Doutor em Sociologia pela UFSCar. Professor Adjunto da UEMS.

Referências

ARIÈS, Philippe. História social da criança e da família. Rio de Janeiro: LCT, 1978.

AZEVEDO, Nair Correia Salgado de; BETTI, Mauro. Pesquisa etnográfica com crianças: caminhos teórico-metodológicos. Nuances, v. 25, p. 291-310, 2014.

BATISTA, Enoque. Fazendo pesquisa com meu povo. Tellus, n. 10, p. 139-142, 2014.

BENEDICT, Ruth. Padrões de Cultura. Lisboa: Livro do Brasil, 1934.

BUSS-SIMÃO, Márcia. Antropologia da criança: uma revisão da literatura de um campo em construção. Revista Teias, UERJ, v. 10, p. 01-16, 2009.

Brasil. Ministério da Saúde (MS). Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012. Diário Oficial da União, Brasília, DF, nº 12 – quinta-feira, 13 de junho de 2013, Seção 1, p. 59.

CARIAGA, Diógenes E. As transformações no modo de ser criança entre os Kaiowá em Te’ýikue (1950-2010). Dissertação de mestrado em História (História Indígena), PPGH/UFGD, Dourados, 2012.

CARVALHO, Junior Moreira. Organização familiar antiga e atual do Kaiowá da reserva. 2010. Disponível no link: http://www.neppi.org/anais/identidade%20e%20organiza%E7O%60o%20social%20indigena/ORGANIZAA~+O%20FAMILIAR%20ANTIGA%20E%20ATUAL%20DO%20KAIOW-.pdf. Acessado em 12 de setembro de 2017, às 14 horas.

CHAMORRO, Graciela. Panambizinho: lugar de cantos, danças, rezas e rituais Kaiowá. São Leopoldo: Karywa, 2017.

COHN, Clarice. Educação escolar indígena: para uma discussão de cultura, criança e cidadania ativa. Perspectiva, v. 23, n. 2, p. 485-515, 2005.

_____________. Concepções de infância e infâncias: um estado da arte da antropologia da criança no Brasil. Civitas-Revista de Ciências Sociais, v. 13, n. 2, p. 221-244, 2014.

DELALANDE, Julie. Culture enfantine et régles de vie. Terrain, n. 40, Paris, p. 99-114, 2003.

HALL, Stuart. A centralidade da cultura: notas sobre as revoluções culturais do nosso tempo. Educação & realidade, v. 22, n. 2, p. 15-46, 1997.

HIRSCHFELD, Lawrence. Pourquoi Les anthropologues n’ ainment-is pás lês enfants? Terrain, n. 40, Paris, p. 21-48, 2003.

JARDIM, Cláudia Santos. Brincar: Um Campo de Subjetivação. Annablume, 2002.

KRAMER, S. Autoria e Autorização: Questões Éticas na Pesquisa com Crianças. Cadernos de Pesquisa, n. 116, p. 41-59, julho/ 2002.

KLUCKHOHN, Clyde. Some aspects of Navaho infancy and early childhood. Psychoanalysis and the Social Sciences, vol. I, p. 37-86, 1947.

MEAD, Margaret. Coming of age in Samoa. New York: William Morrow and Company, 1928.

NOVOA, Patrícia Correia Rodrigues. O que muda na ética em pesquisa no Brasil: Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde. Einstein (São Paulo), v. 12, n. 1, São Paulo, 2014, p. 14-34.

PEREIRA, Levi M. A criança kaiowá, o fogo doméstico e o mundo dos parentes: espaços de sociabilidade infantil. Anais do 32 Ecnontro Nacional da ANPOCS, Caxambu, 2008.

SARMENTO, Manuel Jacinto. Gerações e alteridade: interrogações a partir da sociologia da infância. Educação e Sociedade, v. 26, n. 91, p. 361-378, 2005.

Downloads

Publicado

18/08/2021

Como Citar

Valiente, M., & Palma, R. da. (2021). CONCEPÇÕES DE CRIANÇA ENTRE OS KAIOWÁ E GUARANI DA ALDEIA GUAPO’Y/ AMAMBAI. REVISTA DE CIÊNCIAS SOCIAIS DA UEMS, 1(1), 4–24. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/rcs/article/view/5826