O JOGO DO TEXTO: UMA REFLEXÃO SOBRE A INTRODUÇÃO DA OBRA ADVENTO DA DICTADURA MILITAR NO BRAZIL, DE VISCONDE DE OURO PRETO (1891)

Nárllen Dayane Advíncula-Miguel

Resumo


Buscando compreender o livro Advento da Dictadura Militar no Brazil, escrito pelo Visconde de Ouro Preto em 1891, em especial, a sua Introdução, este artigo apresenta uma reflexão sobre o processo de leitura, apresentando a formulação de Iser (1979) sobre o “jogo do texto” como ponto de partida. Tendo em vista a estreita relação entre autor-texto-leitor e que o texto pode ser considerado um jogo, quais regras percebemos no jogo textual apresentado pelo Visconde na Introdução de seu livro? Como ele busca guiar seu leitor? Como ele institui essas regras que servirão para a produção de sentido de seu texto? Orientados por essas questões, percebemos que o Visconde realiza uma proposta de sentido de seu texto que só se completa com a participação de seu leitor-concidadão, o qual é convidado a interpretar, à maneira do Visconde, os eventos apresentados por ele. O objetivo é produzir os efeitos de sentido que ele deseja, isto é, que o seu leitor-concidadão acredite na veracidade de suas palavras acerca da Proclamação da República no Brasil, em 15 de novembro de 1889.

Palavras-chave


leitura; o jogo do texto; Visconde de Ouro Preto.

Texto completo:

PDF


ISSN: 2237-8332