Loucura e repressão política e social em Caio Fernando Abreu

Autores

Palavras-chave:

Loucura, Repressão, Caio Fernando Abreu

Resumo

Neste trabalho propomos uma leitura de três contos de Caio Fernando Abreu, elaborando uma reflexão a partir do tema da loucura, bastante recorrente em sua obra já desde seus primeiros livros publicados. Nos contos “Os cavalos brancos de Napoleão” e “O ovo”, de seu primeiro livro de contos Inventário do Irremediável, procuramos compreender o tema da loucura a partir da construção do conflito vivenciado em função da repressão exercida pelo Estado. Já no conto “Uma história de borboletas”, de Pedras de Calcutá, observamos que o conflito se sustenta a partir da repressão social.

Biografia do Autor

Milena Mulatti Magri (Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"), Unesp / Ibilce - campus São José do Rio Preto

Graduada em Licenciatura em Letras pela Unesp / Ibilce, campus de Sao José do Rio Preto, onde também realizou seu Mestrado em Letras. Doutora em Letras pela USP / FFLCH. É Pós-doutoranda na Unesp / Ibilce com pesquisa financiada pela FAPESP.

Downloads

Publicado

20/10/2018

Como Citar

Mulatti Magri (Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"), M. (2018). Loucura e repressão política e social em Caio Fernando Abreu. WEB REVISTA LINGUAGEM, EDUCAÇÃO E MEMÓRIA, 14(14), 70–82. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/WRLEM/article/view/2679