Mangá Shoujo: os quadrinhos japoneses feitos por mulheres para mulheres

Autores

Palavras-chave:

Mangá, shoujo, histórias em quadrinhos, boy’s love

Resumo

As histórias em quadrinhos japonesas, chamadas mangás, desde o início tinham divisões voltadas a um determinado público alvo e autores especializados em seus determinados públicos. Porém, estes foram incapazes de manter as necessidades de suas leitoras que haviam se cansado das temáticas familiares narradas pelo ponto de vista de autores homens. Foi neste cenário que as autoras de mangás viram espaço para começar a escrever e a construir um mercado específico que hoje é composto majoritariamente por mulheres. Com diversas temáticas, elas produzem histórias não somente para jovens leitoras, mas para todos os tipos de público, usando das páginas para discutir papeis de gênero existentes em nossa sociedade para que a leitora não tenha mais que se travestir para aproveitar uma narrativa escrita para homens, mas que ela possa se ver representada além da barreira social de ser uma mulher em situações igualitárias.

Biografia do Autor

Gazy Andraus, PPGACV - FAV-UFG

Pós-doutorando pelo PPGACV da FAV-UFG; Dr. em Ciências da Comunicação pela ECA-USP, mestre em Artes Visuais pelo I.A. da UNESP-SP.

Downloads

Publicado

23/08/2021

Como Citar

Ferreira, A. L. C., & Andraus, G. (2021). Mangá Shoujo: os quadrinhos japoneses feitos por mulheres para mulheres. WEB REVISTA LINGUAGEM, EDUCAÇÃO E MEMÓRIA, 19(19), 28–44. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/WRLEM/article/view/5649