Apresentação - Histórias em quadrinhos de autoria feminina

Autores

  • Fernanda Surubi Fernandes
  • Camila Santin Calçada Silva Mestra em Estudos da Linguagem pela Universidade Federal de Goiás
  • Jaqueline dos Santos Cunha

Resumo

 histórias em quadrinhos são um produto cultural recente, com pouco mais de um século de existência. Inicialmente, sua produção tinha como propósito incentivar o consumo de grandes jornais. A despeito da sua origem comercial, os quadrinhos alcançaram o status de cultura popular mainstream, bem como receberam o título de nona arte e, gradativamente, vêm angariando espaço nas academias ao redor do mundo como objeto de estudo, além de alcançar diversos tipos de leitores. No entanto, durante muito tempo a confecção e o consumo desse artefato cultural foram predominantemente associados ao masculino. Essa associação se baseia na suposta falta de experiência das mulheres, o que impedia o acesso, sobretudo como artistas, ao universo dos quadrinhos. Estudos recentes têm mostrado que essas posições invisibilizaram o trabalho e divulgação de quadrinhos de autoria feminina, uma vez que há registros de iniciativas femininas desde a convencional origem comercial dos quadrinhos. Considerando a problemática que envolve a autoria feminina e histórias em quadrinhos, este dossiê procura reunir artigos que discutam Histórias em Quadrinhos de autoria feminina no cenário global com destaque para a problematização das representações das feminilidades e masculinidades. Também serão bem-vindas as produções que tratem da legitimidade acadêmica das pesquisas sobre as histórias em quadrinhos

Biografia do Autor

Jaqueline dos Santos Cunha

 Mestra em Estudos da Linguagem pela Universidade Federal de Goiás

Downloads

Publicado

23/08/2021

Como Citar

Surubi Fernandes, F., Santin Calçada Silva, C., & dos Santos Cunha, J. (2021). Apresentação - Histórias em quadrinhos de autoria feminina. WEB REVISTA LINGUAGEM, EDUCAÇÃO E MEMÓRIA, 19(19), 06–08. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/WRLEM/article/view/6616