A INOVAÇÃO É DIFUSA TERRITORIALMENTE, FATO OU FALÁCIA? ESTRATÉGIAS DE MARKETING TERRITORIAL E BRANDING COMO INDICATIVOS DE INOVAÇÃO EM MUNICÍPIOS INTERIORANOS

Camila Grein, Valdir Roque Dallabrida

Resumo


A inovação e a criatividade são consideradas por enfoques teóricos como de fundamental importância nas estratégias de desenvolvimento. Estratégias de marketing territorial e branding de território, dentre outras, podem ser consideradas inovadoras, na medida em que estejam integradas a um processo de desenvolvimento (local, regional ou territorial) que tenha como perspectiva avançar em termos da tradicional prática de planejamento regional ou urbano. No entanto, apesar dos avanços propalados por tais enfoques, questiona-se sobre sua difusão territorial. Com o propósito de refletir sobre o tema, realizou-se uma pesquisa exploratória em municípios interioranos, utilizando-se como variável principal as informações disponíveis em sites de município. A investigação realizada permite afirmar que os avanços preconizados por abordagens teóricas, tais como, sobre marketing territorial, branding de território, cidades inteligentes ou criativas, pouco são observados em âmbitos espaciais interioranos.


Texto completo:

PDF

Referências


ARAGONEZ, T.; CAETANO ALVES, G. Marketing Territorial: o futuro das cidades sustentáveis e de sucesso. Tourism & Management Studies, v. 1, n. Esp., p. 316-329, 2013.

ARISTIZÁBAL, A. B. et al. Repensando la ciudad inteligente desde la innovación social digital ciudadana. 1. Ed. Madrid: Instituto Nacional de Administración Pública, 2018 (Coleción INNAP Investiga. Serie Innovación Social).

BATTY, M. et al. Smart cities of the future. Eur. Phys. J. Special Topics 214, p. 481–518, 2012.

CARAGLIU, A.; DEL BO, C.; NIJKAMP, P. Smart Cities in Europe. Journal of Urban Technology, v. 18, n. 2, p. 65–82, abr. 2011.

CASTRO OBANDO, V. Apuntes sobre la gestión urbana en el marco de las ciudades inteligentes. Revista Centroamericana de Administración Publica, n. 72, p. 72-88, enero-junio/2017.

COVAS, A. M.; COVAS, M. M. C. M.; DALLABRIDA, V. R. Os Signos Distintivos Territoriais e a Smartificação do Território: uma abordagem exploratória. Biblio3W, Revista Bibliográfica de Geografía y Ciencias Sociales, v. XXIV, n. 1.268, p. 1-22, 20 de abril de 2019.

DALLABRIDA, V. R. Território e Governança Territorial, Patrimônio e Desenvolvimento Territorial: estrutura, processo, forma e função na dinâmica territorial do desenvolvimento. Canoinhas (SC): Universidade do Contestado, 2020 (Inédito).

DALLABRIDA, V. R. Território, Governança e Desenvolvimento Territorial: indicativos teórico-metodológicos, tendo a Indicação Geográfica como referência. São Paulo: LiberArs, 2016.

DALLABRIDA, V. R. Governança territorial: do debate teórico à avaliação da sua prática. Análise Social, n. 215, v. L, p. 304-328, 2º trim. 2015.

DALLABRIDA, V. R. Território. SIEDENBERG, D. R. (Org.). Dicionário do Desenvolvimento Regional. Santa Cruz do Sul (RS): Editora Edunisc, p. 161-162, 2006.

DALLABRIDA, V. R.; TOMPOROSKI, A. A.; PLAZA, J. J. T.; RUÍZ, A. R. P. Activando el Patrimonio Territorial como estrategia de desarrollo de regiones estancadas: el caso del Territorio del Contestado. IGepec, Toledo, v. 23, Edição Especial, p. 89-114, 2019.

DALLABRIDA, V. R.; TOMPOROSKI, A. A.; SAKR, M. R. Do marketing territorial ao branding de território: concepções teóricas, análises e prospectivas para o Planalto Norte Catarinense. INTERAÇÕES, Campo Grande, MS, v. 17, n. 4, p. 671-685, out./dez. 2016.

ESTÉVEZ, E., & JANOWSKI, T. Gobierno digital, ciudadanos y ciudades inteligentes. Bit & Byte, año 2, p. 11-13, 2016.

FERRÁS, C. S; MACÍA, C. A.; GARCÍA, Y. V.; GARCÍA, P. V. El territorio como mercancia: fundamentos teóricos y metodológicos del marketing territorial. Revista de Desenvolvimento Econômico (RDE), ano III, n 5, p. 68-79, dez./2001.

FLORIDA, R. A Ascensão da Classe Criativa: e seu papel na transformação do trabalho, lazer, comunidade e cotidiano. Porto Alegre, RS: L&PM, 2011.

JIMÉNEZ HERRERO, L. M. Hacia ciudades y territórios inteligentes, resilientes y sostenibles: gestión y gobernanza para la gran transición urbana. Madrid: Associación para la Sostenibilidad y el Progresso de las Sociedades (ASYPS), 2016.

KOTLER, P.; HAIDER, D. H.; REIN, I. Marketing places: attracting investment, industry, and tourim to cities, states, and nations. New York: Free Press, 1993.

LANDRY, C. Origens e futuro da cidade criativa. São Paulo, SP: SESISP, 2013.

LANDRY, C.; BIANCHINI, F. The Creative City. Londres: Demos, 1995.

LIMA, R. H.; LUZ, R. M.; MINCIOTTI, S. A. O marketing interno como elemento básico ao desenvolvimento de cidades e localidades. Gestão & Regionalidade, v. 33, n. 97, p. 170-181, jan-abr/2017.

LÓPEZ-LITA, R.; BENLLOCH, M. T. De la marca comercial a la marca território. Revista de Pensament i Anàlisi, n.5, p. 87-100, 2005.

MINCIOTTI, S. A. e COUTINHO, S. E. Marketing de Localidades: uma abordagem ampliada sobre o desenvolvimento da cidade ou região. Revista Turismo, Visão e Ação, v. 13, n.3, p. 329-346, set.-dez/2011.

MOSS KANTER, R.; LITOW, S. Informed and Interconnected: A Manifesto for Smarter Cities. Harvard Business School General Management Unit Working, Paper No. 09-141, june 15/2009.

REIS, A. C. F. Economia criativa como estratégia de desenvolvimento: uma visão dos países em desenvolvimento. São Paulo: Itaú Cultural, 2018.

REIS, A. C. F.; KAGEYAMA, P. Cidades Criativas: Perspectivas. São Paulo: Garimpo de Soluções, 2011.

SAN EUGENIO, V. J. Fundamentos conceptuales y teóricos para marcas de territorio. Boletín de la Asociación de Geógrafos Españoles, n. 62, p. 189-211, 2013.

SAN EUGENIO, V. J. Teoría y Métodos para Marcas de Territorio. Barcelona: Editorial UOC, 2012.

SAQUET, M. Por uma geografia das territorialidades e das temporalidades. Uma concepção multidimensional voltada para a cooperação e para o desenvolvimento. Rio de Janeiro: Ed. Consequência, 2015.

SUJATA, J.; SAKSCHAM, S.; TANVI, G. (2016). Developing Smart Cities: An Integrated Framework. Procedia Computer Science, n. 93, p. 902-909, 2016.

VON STRITZKY, J., & CABRERIZO, C. Ideas para las ciudades inteligentes del futuro. Fundación Ideas: Madrid, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.