Representações sociais da atuação do pedagogo na saúde: saberes envolvidos e experiências compartilhadas

Soraia Lourenço de Aquino, Ana Cláudia Lopes Chequer Saraiva, Rita de Cássia de Alcântara Braúna

Resumo


Neste artigo estão contemplados resultados parciais de uma pesquisa, buscando analisar as Representações Sociais dos Egressos do Curso de Pedagogia que atuam no campo da saúde, destacando experiências, práticas e saberes envolvidos na dinâmica desse trabalho e os desafios da profissão. Esta investigação qualitativa foi fundamentada por uma entrevista semiestruturada e questionário socioeconômico com a participação de pedagogas egressas de uma IFES. Os resultados evidenciaram a possibilidade de atuação do pedagogo no campo da saúde, assim como a insuficiência teórica par atuar no mesmo, destacando os saberes da experiência como um dos elementos balizadores da prática. As considerações indicaram que a entrada do pedagogo na área da saúde oferece muitas possibilidades, mas também alguns desafios. Demonstrou-se uma ausência de preparação teórico-prática para atuar no campo, evidenciando a necessidade dos Cursos de Pedagogia repensarem a formação inicial ofertada, adequando às novas demandas do mercado.

Palavras-chave: Pedagogia. formação do pedagogo. Atuação do pedagogo no campo da saúde. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES: SUMARIOS.ORG   LATINDEX   SEER/IBICT   REDIB   DIADORIM   GOOGLE ACADÊMICO  DOAJ  IRESIE   ELECTRONIC JOURNALS LIBRARY  LIVRE ACESSO ERIH PLUS 

Licença Creative Commons
Os trabalhos na Revista Interfaces da Educação está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.