O princípio da poesia: relevâncias metapoéticas de Claudia Roquette-Pinto

Eloiza Fernanda Marani, Kelcilene Grácia Rodrigues

Resumo


Poeta carioca, uma das fortes vozes da poesia brasileira contemporânea e, até o presente momento, autora de sete livros – Os dias gagos (1991), Saxífraga (1993), Zona de sombra (1997), Corola (2000), Margem de manobra (2005), Botoque e Jaguar: a origem do fogo (2009) e Entre lobo e cão (2014) –, Claudia Roquette-Pinto, embora tenha publicado algumas obras – e ativa no cenário literário brasileiro –, ainda é uma escritora pouco conhecida nos meios acadêmicos. Entretanto, uma das fortes características da escritora é retratar e utilizar em seus versos termos advindos e constituintes da botânica, que logo na capa e título de sua penúltima obra – Corola – é perceptível. No intuito de apresentar o processo metapoético presente nos versos de Cláudia Roquette-Pinto, apresentaremos a análise do poema “O princípio”, constituinte da obra Corola, no intuito de exemplificar, ilustrar e apontar o percurso trilhado pela autora na formação de seu constructo poético. Para fomentar nossas discussões e análise, nos baseamos em Eliot (1991), Haroldo de Campos (1992), Ivety Walty (1999), Blanchot (2011), entre outros, no que concerne a Metalinguagem, além de percorrer a fortuna crítica da autora, presente em Marani (2015), avaliando a recorrência de temáticas poéticas presente nos versos de Claudia Roquette-Pinto.

 


Palavras-chave


Literatura Brasileira; Poesia Contemporânea; Metapoesia. ABSTRACT: A poet from

Texto completo:

PDF

Referências


BORGES, Jorge Luiz. Esse ofício do verso. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

CAMPOS, Haroldo de. Metalinguagem & outras metas. 4 ed. São Paulo: Editora Perspectiva. 1992.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Dicionário de símbolos: (mitos, sonhos, costumes, gestos, formas, figuras, cores, números). Tradução: Vera da Costa e Silva. 5 ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1991.

ELLIOT, T.S. De poesias e poetas. Trad. Ivan Junqueira. São Paulo: Brasiliense, 1991.

GUIMARÃES, Rute. Dicionário da mitologia grega. São Paulo: Cultrix, 1972.

HOUAIS, Antonio; VILLAR, Mauro de Salles. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. 1 ed. Rio de Janeiro: Objetiva, 2009.

MARANI, Eloiza Fernanda. Fortuna crítica e Metapoesia em Claudia Roquette-Pinto. Três Lagoas, 2015, 300 fls. Dissertação (Mestrado – Estudos Literários) – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS.

PAZ, Octavio. O arco e a lira. São Paulo: Cosac Naify, 2012.

ROQUETTE-PINTO, Claudia. Corola. São Paulo: Ateliê Editorial, 2000, p. 53.

SIMON, Iumna Maria. Situação de Sítio. Novos estudos CEBRAP, São Paulo, n.82, p.151-165, 2008.




Direitos autorais 2017 REVELL - REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS DA UEMS



ISSN 2179-4456

contador de acesso