EDUCAÇÃO AMBIENTAL, USO ESCOLAR DO SENSORIAMENTO REMOTO E GOOGLE EARTH: REFLEXÕES PARA ESTUDOS DO AMBIENTE

Visualizações: 203

Autores

DOI:

https://doi.org/10.61389/geofronter.v9i1.7604

Palavras-chave:

Ensino, Tecnologia, Problemas Ambientais, Práticas Pedagógicas

Resumo

Este artigo objetiva refletir acerca  da Educação Ambiental e o uso de geotecnologias, como o Sensoriamento Remoto e o Google Earth, como mote e ferramentas para entendimento e estudos de problemas ambientais nas escolas, tendo como subsídio metodológico de natureza básica, objetivos exploratórios e descritivos, e abordagem qualitativa. O arcabouço teórico aborda autores que discutem a Educação Ambiental numa perspectiva crítica e o uso de geotecnologias como forma de análise e reconhecimento das mudanças na paisagem ao longo do tempo, e dos problemas ambientais que fazem parte do cotidiano das sociedades. O artigo também traz um exemplo do uso de chaves de interpretação visual da paisagem a partir de imagens de satélite ou mosaicos do Google Earth, que pode ser utilizado de forma interdisciplinar.

Palavras-chave: Ensino. Tecnologia. Problemas Ambientais. Práticas Pedagógicas.

Referências

ALMEIDA, R. D. de. PASSINI, E. Y. O espaço geográfico: ensino e representação. São Paulo:Contexto,1994.

BERTRAND, G. Paisagem e Geografia Física Global: esboço metodológico. Revista RA´EGA, Curitiba, n. 8, p. 141-152, 2004. Editora UFPR. Disponível em: http://revistas.ufpr.br/raega/article/download/3389/2718.-pdf.html. Acesso em 20 abr. 2023. DOI: https://doi.org/10.5380/raega.v8i0.3389

BERTRAND, C. BERTRAND, G. Uma Geografia transversal e de travessias: o meio ambiente através dos territórios e das temporalidades. Tradução Messias Modesto dos Passos. Maringá: Ed. Massoni, 2007.

BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN: Meio Ambiente e Saúde. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Fundamental. 3a. ed. Brasília, 2001.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular - BNCC. 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em 20 abr. 2023.

BRASIL. Resolução CNE/CP nº 2, de 15 de junho de 2012. Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental. Disponível em: https://normativasconselhos.mec.gov.br/normativa/view/CNE_RES_CNECPN22012.pdf?query=CURRICULO. Acesso em 15 maio 2023.

BRASIL. Parecer CNE/CP nº 14, de 06 de junho de 2012. Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental. Disponível em: https://normativasconselhos.mec.gov.br/normativa/view/CNE_PAR_CNECPN142012.pdf?query=Educacao%20Ambiental. Acesso em 15 maio 2023.

BRASIL. Lei Nº 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a Educação Ambiental e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9795.htm. Acesso em 15 maio 2023.

CASTELLAR, S. A alfabetização em Geografia. Espaços da Escola, Ijuí, v. 10, n. 37, p.

-46, jul./set. 2000.

CAVALCANTI, L. de S. A geografia escolar e a cidade: ensaios sobre o ensino de geografia para a vida urbana cotidiana. Campinas: Papirus, 2012.

D‘ALGE, J. C. L. Cartografia para Geoprocessamento. In: Gilberto Câmara; Clodoveu Davis;Antônio Miguel Vieira Monteiro. (Org.). Introdução à Ciência da Geoinformação. : INPE /DPI, 2002.

FIGUEREDO, Divino. Conceitos Básicos de Sensoriamento Remoto. Brasília: Companhia Nacional de Abastecimento – CONAB, 2005.

FLORENZANO, Treresa G. Imagens de satélite para estudos ambientais. São Paulo: Oficina de textos, 2002.

FLORENZANO, T. G. Iniciação em sensoriamento remoto. São Paulo: Oficina de Textos, 2007.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

INPE. Instituto Nacional de Pesquisas Espaciai. Programa Educa SeRe III. Disponível em: http://www3.inpe.br/unidades/cep/atividadescep/educasere/index.htm. Acesso em 15 maio 2023.

LIMA, G. F. Formação e dinâmica do campo da Educação Ambiental no Brasil: emergência, identidades, desafios. 207f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais). Universidade Estadual de Campinas, Departamento de Sociologia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Campinas (SP), 2005.

LIMA, M. J. G. S. de. A disciplina Educação Ambiental na Rede Municipal de Educação de Armação de Búzios (RJ): investigando a tensão disciplinaridade/integração na política curricular. 240f. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal do Rio de Janeiro, Faculdade de Educação. Rio de Janeiro (RJ), 2011.

LIMA, M. J. G. S. de. Educação Ambiental na Educação Básica. Vídeo (1:12’49’’). Publicado pelo canal CT Educação Ambiental. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=Ln4ELKC1tgs. Acesso em 15 maio 2023.

MARCATTO, C. Educação ambiental: conceitos e princípios. Belo Horizonte: FEAM, 2002.

MIRANDA, J. I. Sistemas de Informações geográficas e a web. In: MIRANDA, José I. Fundamentos de Sistemas de Informações Geográficas. 2. ed. Brasília: Embrapa, 2010, p.

-410.

NUNES, K. A. de C. As Geotecnologias no Ensino de Geografia: O uso do Google Earth nos processos de Ensino – Aprendizagens sobre a cidade. Goiânia,2019.

PASSOS, M. M. dos. A Raia divisória: geosistema, paisagem e eco-história. Maringá: EDUEM, 2006.

PASSOS, M. M. dos. A Conceituação da Paisagem. Formação, Presidente Prudente, n.7, 2000. p.131-141.

PASSINI, E. Y. Alfabetização Cartográfica e a aprendizagem de geografia. São Paulo: Cortez, 2012.

PONTUSCHKA, N. N. PAGANNELLI, T. I. CACETE, N. H. Para Ensinar e Aprender Geografia. São Paulo: Ed Cortez, 2007.

RODRIGUES, A. M. Produção e Consumo do e no Espaço - Problemática Ambiental Urbana. São Paulo: Hucitec, 1998.

RODRIGUEZ, J. M. M. SILVA, E. V. da. CAVALCANTI, A. P. B. Geoecologia das paisagens: uma visão geossistêmica da análise ambiental. 5 ed. Fortaleza: Edições UFC, 2017.

SANTOS, M. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. 10. ed. Rio de Janeiro: Record, 2003.

SANTOS, M. A Natureza do Espaço: Técnica e Tempo, Razão e Emoção, 4. ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2008.

TUAN, Y. F. Espaço e Lugar: a perspectiva da experiência; Tradução Lívia Oliveira –Londrina: Eduel, 2015.

Downloads

Publicado

2023-07-03

Como Citar

Novais Pires Koga, A. P., & Bonifácio , C. E. (2023). EDUCAÇÃO AMBIENTAL, USO ESCOLAR DO SENSORIAMENTO REMOTO E GOOGLE EARTH: REFLEXÕES PARA ESTUDOS DO AMBIENTE. GEOFRONTER, 9(1). https://doi.org/10.61389/geofronter.v9i1.7604

Edição

Seção

Dossiê - Meio Ambiente e Educação Ambiental