A formação do professor de português: Desafios para a prática

Autores

  • Bruno de Andrade Rodrigues PUC-Rio
  • Livia Assunção Cecilio Università di Bologna

Palavras-chave:

formação docente, gramática normativa, texto e leitura,

Resumo

O estudo da gramática nos moldes prescritivos e metalinguísticos ainda predomina no
ensino do português, não obstante os avanços teórico-metodológicos vindos a lume desde a instituição
da Linguística nos cursos de Letras brasileiros na década de 1960 e o reconhecimento oficial deles,
formalizado em documentos direcionados ao programa de Língua portuguesa, como disciplina do
currículo escolar. Neste trabalho, propusemo-nos refletir sobre as dificuldades que estão envolvidas na
tentativa de superação desse modelo estruturalista, apontando para questões que nos parecem ser
essenciais, tendo em vista a formação inicial do professor de português.

Biografia do Autor

Bruno de Andrade Rodrigues, PUC-Rio

Doutorando em Estudos da Linguagem pela PUC-Rio, Pontifícia Universidade Católica do Rio de
Janeiro, Brasil.

Livia Assunção Cecilio, Università di Bologna

Docente de Português como Língua Estrangeira na Università di Bologna, Itália, e doutoranda em
Traduzione, Interpretazione e Interculturalità na mesma universidade. 

Downloads

Publicado

11/04/2019

Como Citar

de Andrade Rodrigues, B., & Assunção Cecilio, L. (2019). A formação do professor de português: Desafios para a prática. WEB REVISTA LINGUAGEM, EDUCAÇÃO E MEMÓRIA, 5(5). Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/WRLEM/article/view/3474