Conexões possíveis entre políticas linguísticas e português como língua de acolhimento: considerações a partir de estudos recentes.

Autores

Palavras-chave:

Política Linguística, PLAc, Imigrante e Refugiados.

Resumo

Este artigo objetiva fazer um breve levantamento bibliográfico destacando ações de políticas linguísticas de ensino de português como língua de Acolhimento (doravante PLAc) em pesquisas acadêmicas. Desse modo, foram observados três estudos recentes, os quais foram concebidas como política linguística, à luz da teoria de (ALENCAR, 2019; SPOLSKY, 2004; SHOHAMY, 2006; CALVET, 2007). Para tanto, nesta perspectiva entende-se a área de PLAc, seus cursos de extensão e elaboração de materiais didáticos como políticas linguísticas reais que ajudam grupos minoritários, imigrantes e pessoas em situação de refúgio, que chegam no Brasil.



Biografia do Autor

Marlon Correa Amaral, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

Mestrando em Letras na Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará – Brasil. Professor Efetivo de Língua Portuguesa no Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Amapá – Brasil. E-mail: amaral.letras@gmail.com

Gilmar Bueno Santos, Universidade Federal de Pernambuco

Doutor em Estudos Linguísticos Universidade Federal de Minas Gerais – Brasil. Realizou estágio pós-doutoral em Linguística na Universidade Federal de Minas Gerais – Brasil e na Université Paris-Est Créteil Val-de-Marne – França. Professor Adjunto da Universidade Federal de Pernambuco – Brasil. E-mail: buenos.gilmar@gmail.com.

Referências

ACNUR. Dados sobre refúgio.

Disponível em: <https://www.acnur.org/portugues/>. 2018. Acessado em: 11/02/2021.

ANÇÃ, Maria Helena. Português – língua de acolhimento: entre contornos e aproximações. In: Congresso Internacional sobre História e Situação da Educação em África e Timor. Lisboa: FCSH/Universidade Nova, p.1-6, 2003.

ALENCAR, Tiego Ramon dos Santos. Ensino do Português como Língua Adicional na Universidade Federal do Amapá: ações de política de línguas em contexto de internacionalização. Revista X, Curitiba. Vol. 13, n. 1, p. 323-350, 2018.

ALENCAR, Tiego Ramon dos Santos. Para além das fronteiras: narrativas de professores universitários sobre o lugar do Português como Língua Adicional no Amapá. Dissertação Mestrado. Universidade Estadual de Campinas, 2019

BAUMAN, Zygmunt. Estranhos à nossa porta. Tradução. Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zahar, 2017.

BARROS, Wellington dos Santos. Mobilidade humana e pluralismo religioso: a Missão Paz e o diálogo inter-religioso na acolhida de imigrantes e refugiados. Tese de Doutorado. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2017

BOTTURA. Eleonora Bambozzi. “Como é no seu país?” estudo autoetnográfico de uma prática pedagógica em Português língua de acolhimento para mulheres migrantes no Brasil: implicações para a formação de professores. Tese de Doutorado. Universidade Federal de São Carlos, 2019.

CALVET, Louis-Jean. As políticas linguísticas. Tradução de Isabel Duarte, Jonas Tenfen e Marcos Bagno. São Paulo: Parábola, 2007.

BULEGON Mariana; SOARES. Laura Fontana. Impactos sociais dos novos fluxos migratórios e políticas linguísticas no Brasil: o ensino de Português como Língua de Acolhimento (PLAc). Revista online de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 23, n. 3, p. 638-655, 2019. Disponível em:< https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/12685/8433>. Acessado em: 07/06/2021.

BALZAN Carina Fior Postingher; KANITZ Andreia. Língua Portuguesa para imigrantes e refugiados: relato de uma experiência no IFRS - Campus Bento Gonçalves. LínguaTec, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, Bento Gonçalves v. 5, n. 1, p. 273-284, 2020.

DINIZ, Leandro Rodrigues Alves.; NEVES, Amélia Oliveira. Políticas linguísticas de (in)visibilização de estudantes imigrantes e refugiados no Ensino Básico brasileiro. Revista X, Curitiba, v. 13, n. 1, p. 87- 110, 2018.

GIACOMINI, Taize. Experiências de ensino de língua portuguesa para haitianos em contextos educativos formais e não formais: um estudo no município de Pato Branco (PR). Dissertação de Mestrado. Universidade Tecnológica Federal do Paraná, 2017.

GROSSO, Maria José dos Reis. Língua de acolhimento, língua de integração. Horizontes de Linguística Aplicada, v. 9, n. 2, p. 61-77, 2010.

LOPEZ, Ana Paula de Araújo. Subsídios para o planejamento de cursos de Português como língua de acolhimento para imigrantes deslocados forçados no Brasil. Dissertação de Mestrado - Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais, 2016

LOPEZ, Ana Paula de Araújo. Português como Língua de Acolhimento para imigrantes deslocados forçados no Brasil: alguns princípios para o ensino à luz da Interculturalidade. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, v. 18, n. 2, p. 389-416, 2018.

LOPEZ, Ana Paula de Araújo.; DINIZ, Leandro Rodrigues Alves. Iniciativas Jurídicas e Acadêmicas para o Acolhimento no Brasil de Deslocados Forçados. Revista da Sociedade Internacional Português Língua Estrangeira, Brasília, Edição especial n. 9, 2018.

SANTOS, Eliana Barbosa dos. Português língua de acolhimento: interação e inserção social de imigrantes por meio do whatsapp. Dissertação de Mestrado - Universidade de Brasília, 2018.

SÃO BERNARDO, Mirelle Amaral dos. Português como Língua de Acolhimento: um estudo com imigrantes e pessoas em situação de refúgio no Brasil. Tese de Doutorado. Universidade Federal de São Carlos, 2016.

SILVA, D.; AMADO, Rosane de Sá. Aprendizagem de uma segunda língua e identidades: uma abordagem discursiva das identidades de haitianos aprendentes do Português como língua acolhimento. Revista SIPLE, n. 9, 2018.

SOARES, L. F. Proposta de material didático multinível para a aula de Português como língua de acolhimento. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2019.

MOURA, Maria Lurdes de. Português como língua de acolhimento: uma proposta de ensino-aprendizagem. 2020. Tese de Doutorado. Universidade Estadual do Oeste do Paraná, 2020.

SHOHAMY, Elana. Language policy: hidden agendas and new approaches. London: Routledge, 2006.

SPOLSKY, Bernard. Language Policy. Cambridge: Cambridge University Press, 2004.

Downloads

Publicado

25/08/2022

Como Citar

Amaral, M. C., & Santos, G. B. (2022). Conexões possíveis entre políticas linguísticas e português como língua de acolhimento: considerações a partir de estudos recentes. WEB REVISTA LINGUAGEM, EDUCAÇÃO E MEMÓRIA, 2(21), 7–19. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/WRLEM/article/view/6446