Uso de livros didáticos para o ensino de Música por professores unidocentes

Autores

Palavras-chave:

Arte, Pedagogia, Educação, Educação Musical, Livro didático

Resumo

O objetivo do presente trabalho é apreender como o uso de livros didáticos para o ensino de música, por professores unidocentes (com formação em pedagogia), é discutido em trabalhos acadêmicos. Os estudos foram buscados por meio das palavras-chave, “música” e “livro didático” na ferramenta de busca Google, o levantamento revelou dois estudos que foram selecionados por terem focado o uso desses livros, por professores unidocentes, nos anos iniciais da Educação Básica. O primeiro trabalho analisado foi a dissertação de Vivian Dell'Agnolo Barbosa, intitulada Análise de livros didáticos de música para o ensino fundamental I, desenvolvida sob a vigência da Lei nº 11.769 (BRASIL, 2008), que determinou o ensino de música como conteúdo obrigatório na Educação Básica. O outro trabalho foi um artigo de Luciana Requião, Catástrofe! Interações musicais na educação infantil: experiências com estudantes de pedagogia e livros didáticos. A análise dos estudos revelou uma problemática que perpassa o ensino de música no Ensino Fundamental I e na Educação Infantil, a saber: na ausência de professores especialistas os pedagogos são os responsáveis pelo ensino desse conteúdo, o que coloca em pauta a seguinte questão: seriam esses profissionais mais dependentes dos livros didáticos (LDs) para o ensino do referido conteúdo? Nos trabalhos analisados o livro didático é visto como instrumento que está em posição destacada no ensino da música, particularmente na educação infantil e no ensino fundamental I dada a falta de domínio dos professores unidocentes sobre o conteúdo específico. Compreendemos que diante dessa problemática a formação de professores também deve ser colocada em perspectiva, tanto a formação de base como a formação continuada, que deve assegurar, aos docentes, amplo acesso aos conhecimentos filosóficos, científicos e artísticos, base para que possam cumprir integralmente a sua função social. Tendo-se em conta os estudos sobre a organização do trabalho didático, que enfatizam o caráter fragmentário e simplificado dos LDs, conclui-se, que o desenvolvimento de pesquisas que discutam historicamente sua centralidade no interior da relação educativa e que analisem os caminhos para sua superação, poderão contribuir para uma educação enriquecida, voltada à formação integral dos educandos.

Biografia do Autor

Maria Bernadete da Silva Pavão, SED/MS

Possui graduação em Pedagogia - Séries Iniciais pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (1986) e Bacharelado em Musicoterapia pela Escola Superior de Teologia (2011) - São Leopoldo - RS.
Atualmente é auxiliar da coordenação na E. E. Nicolau Fragelli

Referências

ALVES, Gilberto Luiz. A produção da escola pública contemporânea. Campinas, SP: Autores Associados, 2006.

BARBOSA, Vivian Dell’Agnolo. Análise de livros didáticos de música para o ensino fundamental I. 2013, Dissertação (Mestrado) – Curitiba, 2013. Universidade Federal do Paraná. Disponível em: https://acervodigital.ufpr.br/handle/1884/30515?show=full. Acesso em: 29 mai. 2020.

BRASIL. Lei nº 4.024, de 20 de dezembro de 1961. Fixa as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1960-1969/lei-4024-20-dezembro-1961-353722-publicacaooriginal-1-pl.html Acesso em 07 out. 2021.

BRASIL. Lei nº 5.692, de 11 de agosto de 1971. Fixa Diretrizes e Bases para o ensino de 1° e 2º graus, e dá outras providências. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1970-1979/lei-5692-11-agosto-1971-357752-publicacaooriginal-1-pl.html Acesso em: 07 out. 2021.

BRASIL. Lei nº 11.769, de 18 de agosto de 2008. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, Lei de Diretrizes e Bases da Educação, para dispor sobre a obrigatoriedade do ensino da música na educação básica. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11769.html Acesso em: 04 de jun. 2020.

BRASIL, Lei nº 13.278 de 2 de maio de 2016. Altera o § 6º do art. 26 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que fixa as diretrizes e bases da educação nacional, referente ao ensino da arte. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/2016/lei-13278-2-maio-2016-782978-publicacaooriginal-150222-pl.html. Acesso em: 13 ago. 2020.

BRASIL. INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Censo da Educação Superior: Sinopse Estatística – 2020 Disponível em: https://download.inep.gov.br/educacao_superior/censo_superior/documentos/2020/tabelas_de_divulgacao_censo_da_educacao_superior_2020.pdf Acesso em: 24 fev. 2022.

CENTENO, Carla Villamaina. O manual didático Projeto Araribá história no município de Campo Grande, MS Revista HISTEDBR On-line, Campinas, número especial, p.20-35, mai.2010. Disponível em: http://www.histedbr.fe.unicamp.br/revista/edicoes/37e/art02_37e.pdf Acesso em: 01 mai. 2020.

COSTA, VAGNER MELO da. Entre a cruz e a espada: a influência do seminário de Olinda no discurso revolucionário de Frei Caneca. 2020. Disponível em: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/29334 Acesso em 14 out. 2021.

DICIONÁRIO Oxford Languages. Disponível em: https://www.google.com/search?q=significado+de+conc%C3%ADlio&oq=significado+de+conc%C3%ADlio&aqs=chrome..69i57j0i512j0i22i30l7j0i10i22i30.5074j1j7&sourceid=chrome&ie=UTF-8 Acesso em: 05 out. 2021.

DUARTE, Newton. Os conteúdos escolares e a ressurreição dos mortos: contribuição à teoria histórico-crítica do currículo. Campinas, SP: Autores Associados. 2016.

FIGUEIREDO, Sérgio. O processo de aprovação da Lei 11.769/2008 e a obrigatoriedade da música na Educação Básica. Anais do XV ENDIPE – Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino – Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente, Belo Horizonte, 2010. Disponível em: http://www.musicaeeducacao.ufc.br/Para%20o%20site/Revistas%20e%20peri%C3%B3dicos/Educa%C3%A7%C3%A3o%20Musical/FIGUEIREDO%20-%20Leis%20musica%20na%20escola.pdf Acesso em: 10 set. 2021.

GARCIA, Gilberto Vieira. A Música no Colégio Pedro II: espaço curricular e “relações de vizinhança” (1838-1855). Revista Interlúdio, 2016. Disponível em: https://www.cp2.g12.br/ojs/index.php/interludio/article/view/1574/1139 Acesso em 05 out. 2021.

HOLLER, Marcos. A música na atuação dos jesuítas na América portuguesa. ANPPOM – Décimo Quinto Congresso/2005. Disponível em: https://www.anppom.org.br/anais/anaiscongresso_anppom_2005/sessao19/marcos_holler.pdf Acesso em: 14 out. 2021.

LANCILLOTTI, Samira S. Pulchério. Escola nova, instrumentos tradicionais: a produção didática de Manoel Bersgtröm Lourenço Filho em discussão. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, p. 77-92, mar. 2017. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8649860 Acesso em: 05 mai. 2020.

MENEZES, Ebenezer Takuno de; SANTOS, Thais Helena dos. Verbete Escola Nova. Dicionário Interativo da Educação Brasileira - Educabrasil. São Paulo: Midiamix, 2001. Disponível em: https://www.educabrasil.com.br/escola-nova/ Acesso em: 12 ago. 2020.

REQUIÃO, Luciana. Catástrofe! Interações musicais na educação infantil: experiências com estudantes de pedagogia e livros didáticos. Revista da Abem, v. 26, n. 40, p. 41-58, jan./jun. 2018. Disponível em: http://www.abemeducacaomusical.com.br/revistas/revistaabem/index.php/revistaabem/article/view/727 Acesso em 27 set. 2020.

SANTOS, Marco Antonio Carvalho. Heitor Villa-Lobos. Recife: Ed. Massangana, 2010.

SILVA, Iara Augusta da. O programa nacional do livro didático para o ensino médio (PNLD/EM): uma política de educação implementada pelo estado brasileiro no início do século XXI. 37ª Reunião Nacional da ANPEd – 04 a 08 de outubro de 2015, UFSC – Florianópolis. Disponível em: 37reunião.anped.org.br/wp-content/uploads/2015/02/Trabalho-GT05-3544.pdf Acesso em: 10 mai. 2020.

VIDAL, Diana Gonçalves. 80 anos do manifesto dos pioneiros da Educação Nova: questões para debate. Educ. Pesquisa. São Paulo, v. 39, n. 3, pág. 577-588, setembro de 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022013000300002

&lng=en&nrm=iso Acesso em: 18 ago. 2020.

Downloads

Publicado

30/03/2022

Como Citar

da Silva Pavão, M. B., & Moises, R. R. (2022). Uso de livros didáticos para o ensino de Música por professores unidocentes. REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO, CULTURA E LINGUAGEM, 6(11), 147–165. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/educacaoculturalinguagem/article/view/6935

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>