A PERCEPÇÃO DOS ACADÊMICOS INDÍGENAS DO MILÊNIO ATUAL A RESPEITO DE SUA TRAJETÓRIA NO ENSINO SUPERIOR

Autores

Palavras-chave:

, População Indígena, Universidades, Pesquisa Qualitativa

Resumo

Introdução: Os povos originários ocupam papel importante no país, desde sua origem até a configuração atual, em todos os âmbitos. Entretanto, ainda ocorre exclusão em diversos meios, destacando-se o educacional. Foram criadas políticas afirmativas para mudar essa realidade, garantindo o ingresso, mas não a permanência no curso até sua formação. Métodos: Esta revisão integrativa enfoca na trajetória acadêmica de indígenas no Ensino Superior no atual milênio, identificando suas vivências, facilidades e dificuldades. As etapas incluíram: pesquisa com palavras chaves nas bases de dados; peneira dos resultados; releitura; conclusão e síntese. Resultados: Identificaram-se como fatores facilitadores: apoio da família e pares; experiências educacionais anteriores, acesso aos Centros de Apoio ao Estudante Indígena; como dificuldades: questões financeiras, familiares, entendimento linguístico, identidade, discriminação, exclusão, racismo, obrigações concorrentes, sistema de aprendizado, currículo excludente. Conclusão: São necessários avanços que garantam a inclusão e aparato que assegure condições mínimas de permanência no curso.

Palavras-chave: População Indígena, Universidades, Pesquisa Qualitativa.

Referências

AMARAL, W. R.A; BAIBICH-FARIA , T.M. A presença dos estudantes indígenas nas universidades estaduais do Paraná: trajetórias e pertencimentos. R. bras. Est. pedag., Brasília, v. 93, n. 235, p. 818-835, set./dez. 2012.

BERGAMASCHI, M.A.; MEDEIROS, J.S. História, memória e tradição na educação escolar indígena: o caso de uma escola Kaingang. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 30, n.60, p. 55-75,2010.

BEST, O.; STUART, L. An Aboriginal nurse-led working model for success in graduating Indigenous Australian nurses. Contemporary Nurse, v. 48,n.1, p. 59–66.3, 2014.

CURTIS, E. et al. Addressing indigenous health workforce inequities: A literature review exploring ‘best’ practice for recruitment into tertiary health programmes. International Journal for Equity in Health, v.11, n.13.2012.

DAVID, M; MELO, M.L; MALHEIRO, J.M.S. Desafios do currículo multicultural na educação superior para indígenas. Educ. Pesqui. São Paulo, v. 39, n. 1, p. 111-125, jan./mar. 2013.

ERIG, M.H. Estudantes Universitários em Contextos Emergentes: Experiências de Participantes da Política de Ação Afirmativa na UFRGS. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Educação- Faculdade de Educação, PUCRS. Porto Alegre, 2016.

EVANS, B.C. A part-time clinical option: meeting the needs of the non-traditional student.

J. Prof Nurs, v.24,n.4,p.205-217, Jun. 2008.

FACHIN, V.S. Estudantes Indígenas e Políticas Públicas para o Ensino Superior em Mato Grosso do Sul. Revista Desenvolvimento, Fronteiras e Cidadania, v.l, n.1, p. 182-204, 2017.

FERRI, E.K; BAGNATO, M.H.S. Políticas públicas de Ação Afirmativa para indígenas na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul: a visão dos implementadores. Proposições, Vertentes da educação inclusiva, v. 29, n. 1, p.86, jan./abr. 2018.

FOWLER, A.C. et al. Closing the gap: A whole of school approach to Aboriginal and Torres Strait Islander inclusivity in higher education. School of Nursing & Midwifery, Edith Cowan University, 270 Joondalup Drive, Joondalup, WA, 6024, Australia, 2018.

GRAHAM, C.L. Baccalaureate Minority Nursing Students Perceived Barriers and Facilitators to Clinical Education Practices: An Integrative Review. Nursing Education perspectives, v.37,n. 3, 2016.

LEONG, N. et al. Challenges of Dental Assisting Students in Their Pursuit of Academic Success. Journal of Dental Education, 2017.

MCNAMARA, R.A; NAEPI, S. Decolonizing Community Psychology by Supporting Indigenous Knowledge, Projects, and Students: Lessons from Aotearoa New Zealand and Canada. Am J Community Psychol, p.1–10, 2018.

MILNE, T; D.K. CREEDY B; R.WEST. Integrated systematic review on educational strategies that promote academic success and resilience in undergraduate indigenous students. Nurse Education Today, v.36, p.387–394, 2016.

SCHULZ, P.M. et al. Evaluation of strategies designed to enhance student engagement and success of indigenous midwifery students in an Away-From-Base Bachelor of Midwifery Program in Australia: A qualitative research study. Nurse Education Today,

v. 63,p.59–63, 2018.

SILVA, G.K.B.; PAULINO, F.S. Desafios De Acesso e Permanência dos Povos Indígenas no Ensino Superior. XVI Congresso Internacional de Tecnologia na Educação. 2018.

SOARES, L.V; COLARES, M.L.I.S; FERREIRA. M.A.V. Políticas Educacionais na Amazônia: a questão ―indígena‖ no ensino superior. Revista Teias, v. 21 n. 61, abril/junho 2020.

TAYLOR, E.V; LALOVIC A; THOMPSON S.C. Beyond enrolments: a systematic review exploring the factors affecting the retention of Aboriginal and Torres Strait Islander health students in the tertiary education system. International Journal for Equity in Health, v.18, n.136, 2019.

USHER, K. et al. Meeting the challenges of recruitment and retention of Indigenous people into nursing: outcomes of the Indigenous Nurse Education Working Group. Collegian, v.12, n. 3, 2005.

VERA, I; AVERSI-FERREIRA, T.A; LUCCHESE, R. A experiência do professor orientador de estudante indígena em enfermagem. Acta Paulista de Enfermagem, v.24,n.2, p.289-93, 2011.

VITAL, M.S. Povos Indígenas, Ações Afirmativas e Diversidade: Trajetórias, Desafios e Perspectivas dos Estudantes Indígenas da Escola Superior de Ciências Sociais – Eso, da Universidade do Estado do Amazonas-UEA. Revista Conbrad Maringá, v.1, n.3, p. 169-182, 2016.

Downloads

Publicado

17/11/2021

Como Citar

Kowalski, P. A. (2021). A PERCEPÇÃO DOS ACADÊMICOS INDÍGENAS DO MILÊNIO ATUAL A RESPEITO DE SUA TRAJETÓRIA NO ENSINO SUPERIOR. REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO, CULTURA E LINGUAGEM, 5(10). Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/educacaoculturalinguagem/article/view/6683