Atividade docente em cena: o foco no Atendimento Educacional Especializado (AEE) para educandos com Transtorno do Espectro Autista (TEA)

Autores

  • Marily Oliveira Barbosa Universidade Federal de São Carlos - Doutoranda em Educação Especial Universidade Federal de Alagoas - Mestra em Educação Universidade Federal de Alagoas - Graduanda em Pedagogia
  • Neiza de Lourdes Frederico Fumes Doutora e Docente no Programa de Pós-graduação em Educação pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e coordenadora do do Núcleo de Estudos em Educação e Diversidade (NEEDI).

DOI:

https://doi.org/10.26514/inter.v7i19.1044

Palavras-chave:

Educação Especial. Atividade docente. Transtorno do Espectro Autista. Atendimento Educacional Especializado.

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar a concepção docente sobre o Atendimento Educacional Especializado (AEE) oferecido aos educandos com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Foi realizado um estudo qualitativo, no qual participou uma professora do AEE e seus três alunos com TEA matriculados na rede regular de ensino. Para a coleta de dados foram realizadas: análise documental; observação com videogravação; entrevistas; e autoconfrontação simples. Os dados foram analisados por meio da análise de conteúdo. Como resultados, constatou-se a concepção da escola como ambiente acolhedor, que buscava a inclusão de educandos. Verificou-se a inexistência de regras ou fórmulas para lidar com estes educandos, visto a diversidade no transtorno. Em relação ao AEE, este era um dos pilares para que a discussão da inclusão escolar acontecesse na instituição. Considera-se, assim, a necessidade de novas pesquisas, visto que a temática do artigo é relativamente recente e desperta a necessidade de ampliação do conhecimento.

Biografia do Autor

Marily Oliveira Barbosa, Universidade Federal de São Carlos - Doutoranda em Educação Especial Universidade Federal de Alagoas - Mestra em Educação Universidade Federal de Alagoas - Graduanda em Pedagogia

DOUTORANDA em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), MESTRA em Educação pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL), GRADUANDA em Pedagogia pela UFAL e GRADUADA do curso licenciatura em Educação Física pela UFAL. Pesquisadora do Núcleo de Estudos em Educação e Diversidade (NEEDI) e do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Direito à Educação - Educação Especial (NEPEDE-EEs). Experiência na área de Educação Inclusiva, com ênfase nos seguintes temas: Educação Especial/ inclusiva e Atendimento Educacional Especializado (AEE) voltado ao aluno com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Docente na Faculdade de São Vicente (FASVIPA) nos cursos de Pedagogia e Educação Física Licenciatura e na faculdade IBESA no curso de Educação Física Licenciatura.

Neiza de Lourdes Frederico Fumes, Doutora e Docente no Programa de Pós-graduação em Educação pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e coordenadora do do Núcleo de Estudos em Educação e Diversidade (NEEDI).

Possui graduação em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1988), mestrado em Ciência do Movimento Humano pela Universidade Federal de Santa Maria (1995) e doutorado em Ciências do Desporto e Educação Física pela Universidade do Porto (2001). Atualmente é professora associada da Universidade Federal de Alagoas e atua no Mestrado e no Doutorado em Educação/CEDU/UFAL. Tem experiência na área da Educaçao Inclusiva e Educação Física Adaptada. Tem pesquisado principalmente nos seguintes temas: inclusão de pessoas com deficiência em diferentes contextos educativos, educação física escolar, formação docente para o atendimento da diversidade em sala de aula e deficiência mental. Foi coordenadora do Curso de Formação de Professores da Educação Básica para o Atendimento do Aluno com Deficiência Intelectual, financiado pelo FNDE/MEC. É coordenadora do Núcleo de Estudos em Educação e Diversidade (NEEDI) e do Grupo de Estudos e Extensão em Atividade Motora Adaptada (GEEAMA). É pesquisadora do Observatório Nacional de Educação Especial (ONEESP). Participa como subcoordenadora do PIBID-UFAL, curso de Pedagogia - UAB.

Downloads

Publicado

01/06/2016

Como Citar

Barbosa, M. O., & Fumes, N. de L. F. (2016). Atividade docente em cena: o foco no Atendimento Educacional Especializado (AEE) para educandos com Transtorno do Espectro Autista (TEA). INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 7(19), 88–108. https://doi.org/10.26514/inter.v7i19.1044