Construção de práticas de letramento digital na formação inicial do professor de língua materna

Autores

  • Wagner Rodrigues Silva Universidade Federal do Tocantins (UFT)
  • Naiane Vieira Reis Universidade Federal do Tocantins Bolsista de Doutorado (CAPES)

DOI:

https://doi.org/10.26514/inter.v8i24.1373

Palavras-chave:

Formação de professores, Pesquisa interventiva, Saberes profissionais

Resumo

Neste estudo, processo de letramento digital de professores em formação inicial é tomado como objeto de investigação. Na perspectiva interdisciplinar da Linguística Aplicada, este trabalho toma como ponto de partida contribuições dos novos estudos do letramento, focalizando principalmente a apropriação do digital em ambientes de ensino, além de considerar algumas discussões sobre os saberes profissionais, no sentido de investigar como se desenvolvem os saberes docentes a respeito do letramento digital no estágio supervisionado obrigatório de uma licenciatura. A problematização de práticas e recursos pedagógicos na formação inicial de professores contribui para uma formação mais crítica e reflexiva sobre o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) no ensino. O ambiente acadêmico precisa problematizar algumas discussões sobre aspectos do ensino que são emergentes nas práticas educativas, tendo em vista uma postura crítica dos futuros professores diante dos desafios pedagógicos instaurados.

Biografia do Autor

Wagner Rodrigues Silva, Universidade Federal do Tocantins (UFT)

Possui Licenciatura Plena em Letras (Língua Portuguesa e Inglesa) pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, mestrado, doutorado em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, e pós-doutorado em Linguística Aplicada pela The Hong Kong Polytechnic University - PolyU. Durante o curso de graduação, foi bolsista de Iniciação Científica (CNPq/PIBIC) por três anos. Atualmente é professor Associado da Universidade Federal do Tocantins - UFT, docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Letras: Ensino de Língua e Literatura (Mestrado e Doutorado Acadêmico e Mestrado Profissional em Letras - ProfLetras). Na graduação, leciona disciplinas na área de linguagem na Licenciatura em Pedagogia, no Campus Universitário de Palmas. Foi Bolsista de Produtividade 2F (CNPq) entre os anos 2009 e 2012. Tem experiência na área de Linguística Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de gramática, gêneros textuais, letramento, alfabetização, material didático,currículo, práticas de escrita, práticas de leitura e estágio supervisionado nas licenciaturas. Coordenou o Programa de Pós-Graduação em Letras: Ensino de Língua e Literatura (Mestrado e Doutorado) durante quatro anos. É Segundo Secretário da Diretoria da Associação de Linguística Aplicada do Brasil - ALAB (Biênio 2016-2017) e coordenador do acordo de cooperação entre Universidade Federal do Tocantins (UFT) e Aswan University (Egito), envolvendo especialmente atividades acadêmicas em torno do ensino de Português como Língua Adicional.

Naiane Vieira Reis, Universidade Federal do Tocantins Bolsista de Doutorado (CAPES)

Doutoranda e Mestre em Letras pelo Programa de Pós-graduação em Letras: Ensino de Língua e Literatura da UFT, com pesquisa inserida no campo da semiótica e teoria literária. Graduada em Letras (Português e Inglês) pela Universidade Federal do Tocantins. Foi bolsista do CNPq na modalidade PIBIC durante dois anos, pesquisando o ensino de leitura em material de formação de professores na perspectiva teórica da semiótica discursiva.

Downloads

Publicado

2018-02-05

Como Citar

Silva, W. R., & Reis, N. V. (2018). Construção de práticas de letramento digital na formação inicial do professor de língua materna. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 8(24), 97–118. https://doi.org/10.26514/inter.v8i24.1373