Biblioteca escolar das escolas reunidas Sant’anna do Paranahyba/MT (1936-1945): contribuições para o estudo de sua história.

Rosimar Pires Alves

Resumo


Neste texto apresentam-se os resultados de pesquisa de mestrado vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Unidade Universitária de Paranaíba, sobre o tema história das bibliotecas escolares na escola primária urbana em Paranaíba/MT. A pesquisa é oriunda dos resultados do projeto “Memória da Escola Primária em Paranaíba/MS (1946-1971)”, desenvolvido no âmbito do Grupo de Estudos e Pesquisas em História e Historiografia da Educação Brasileira (GEPHEB). No projeto verificou-se em alguns documentos escolares localizados, reunidos e selecionados sobre as Escolas Reunidas Sant‟Anna do Paranahyba – um dos primeiros núcleos de escolarização do município de Paranaíba –, a fundação e a organização de uma biblioteca escolar a partir do ano de 1936, o que levou à constituição do objeto de estudo. Com isso traçou-se como objetivo contribuir para a produção de uma história das bibliotecas escolares em Mato Grosso do Sul e no Brasil, a partir da história da primeira biblioteca escolar organizada nas Escolas Reunidas Sant‟Anna do Paranahyba, mediante localização, reunião, seleção, organização e análise de fontes documentais sobre a implantação, o acervo, as especificidades e os sujeitos envolvidos. O recorte temporal abrange o período de 1936 – início das atividades da biblioteca escolar – até 1945, quando as Escolas Reunidas Sant‟Anna do Paranahyba foram transformadas no Grupo Escolar José Garcia Leal. A pesquisa fundamentou-se na abordagem histórica, no campo da educação, na vertente da Nova História que apresenta um leque de possibilidades no que se refere à pesquisa histórica em educação, constituindo um campo produtivo de estudos. Assim, a pesquisa realizada permitiu compreender que a Biblioteca Escolar das Escolas Reunidas Sant‟Anna do Paranahyba não se mostrou aquém do movimento em prol da leitura e das bibliotecas disseminados no Brasil na década de 1930, como se pode pensar à primeira vista, pois mesmo distante de uma realidade significativa a biblioteca foi pensada e implementada com recursos da Caixa Escolar em conformidade com um sistema de organização de bibliotecas que contemplava um espaço (sala da diretora – um armário), aquisição (escolha – compras na Editora Paulicea, Companhia Editora Nacional e Livraria Teixeira; assinatura da revista O Tico-Tico), organização do acervo, serviço de empréstimo e “bibliotecário”. 


Palavras-chave


História da Educação. Biblioteca Escolar. Escola Primária. Escolas Reunidas Sant‟Anna do Paranahyba. si.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26514/inter.v7i21.1394

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES: SUMARIOS.ORG   LATINDEX   SEER/IBICT   REDIB   DIADORIM   GOOGLE ACADÊMICO  DOAJ  IRESIE   ELECTRONIC JOURNALS LIBRARY  LIVRE ACESSO ERIH PLUS 

Licença Creative Commons
Os trabalhos na Revista Interfaces da Educação está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.