RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS E O ENSINO DE SISTEMAS DE EQUAÇÕES DO 1º. GRAU: reflexões de um grupo de Professores de Matemática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26514/inter.v10i28.3218

Palavras-chave:

Reflexão de professores. Resolução de Problemas. Sistema de Equações do 1º. grau.

Resumo

Neste artigo apresentamos a experiência de um grupo de professores de Matemática que se reuniu para planejar, experimentar e refletir a respeito da Resolução de Problemas para o ensino de matemática. Os encontros aconteceram durante o horário já instituído, destinado a realização de atividades complementares de uma escola municipal onde atuam, localizada no sul da Bahia. Durante esses encontros os professores discutiram os diferentes entendimentos a respeito do trabalho com a resolução de problemas e definiram que o conteúdo matemático a ser trabalhado com os alunos seria a resolução de sistemas de equações do 1º. grau. Considerando a metodologia de Ensino-Aprendizagem-Avaliação da Matemática através da Resolução de Problemas proposta por Allevato e Onuchic foi realizado um planejamento para o trabalho em sala de aula. Com a experimentação e reflexão do trabalho foi possível perceber que essa proposta metodológica é uma alternativa para conduzir a resolução de problemas e pode trazer contribuições efetivas para a produção de conhecimentos matemáticos. Também possibilita uma postura diferente do aluno, em relação aos problemas escolares que precisa resolver, e do professor, que tem um papel de mediador no processo de ensino e aprendizagem de Matemática e precisa estar preparado para lidar com situações inesperadas.

Biografia do Autor

Adriano Santos Lago, Professor de Matemática do Centro Educacional Ubaitabense da Prefeitura Municipal de Ubaitaba e na Secretaria de Educação do Estado da Bahia

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Santa Cruz (2003), graduação em Matemática pela Faculdade de Tecnologia e Ciências de Salvador (2008), Especialista em Administração da Educação: Gestão Participativa pela Universidade Estadual de Santa Cruz (2006) e mestre pelo Programa de Pós-graduação em Educação Matemática (PPGEM) da Universidade Estadual de Santa Cruz (2016). Atuando como professor de Matemática da Rede Municipal de Ubaitaba desenvolveu ações para a Formação de Professores dos anos finais do Ensino Fundamental e atualmente desenvolve a função de Coordenador Geral nesse nível de ensino. Também é professor de Matemática do Ensino Médio pela Secretaria de Educação do Estado da Bahia desenvolvendo suas atividades no Colégio Estadual Professora Maria Olímpia no município de Aurelino Leal. 


  

Larissa Pinca Sarro Gomes, Universidade Estadual de Santa Cruz

Possui graduação em Matemática - Licenciatura, pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar (1994), mestrado em Ciência da Computação pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação - ICMC/USP (1999) e doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (2014). Atualmente é professora adjunta do curso de Matemática e do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática da Universidade Estadual de Santa Cruz. Tem experiência na área de Educação Matemática, atuando principalmente com temas relacionados à História da Educação Matemática e Formação de Professores de Matemática.

Referências

ALLEVATO, Norma Suely Gomes. ONUCHIC, Lourdes de La Rosa. Ensino-Aprendizagem-Avaliação de Matemática: porque Através da Resolução de Problemas? In: ONUCHIC, Lourdes de La Rosa; ALEVATO, Norma Suely Gomes; NOGUTI, Fabiane Cristina Hopner; JUSTULIN, Andressa Maria. (Orgs.) Resolução de Problemas: Teoria e Prática. Jundiaí, Paco Editorial: 2014.

BOGDAN, R. C; BIKLEN, S. K. Investigação Qualitativa em Educação. Portugal, Porto Editora, 1994.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília: MEC / SEF, 1998. 148p.

COSTA, Nielce Meneguelo Lobo da. Formação continuada de professores: uma experiência de trabalho colaborativo com matemática e tecnologia. In: NACARATO, Adair Mendes. PAIVA, Maria Auxiliadora Vilela. (Orgs.), A formação do professor que ensina matemática: perspectivas e pesquisas– 3. Ed. – Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

CRECCI, V.; FIORENTINI D. Desenvolvimento Profissional de Professores em Comunidades com Postura Investigativa. Acta Scientiae, Canoas, v.15, n.1, p.9-23, jan.-abr.2013.

FERREIRA, A. C. O trabalho colaborativo como ferramenta e contexto para o desenvolvimento profissional: compartilhando experiências. In: NACARATO, Adair Mendes. PAIVA, Maria Auxiliadora Vilela. (Orgs.), A formação do professor que ensina matemática: perspectivas e pesquisas– 3. Ed. – Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

FIORENTINI, Dario. Pesquisar práticas colaborativas ou pesquisar colaborativamente? In: BORBA, Marcelo de Carvalho. ARAÚJO, Jussara de Loiola. (Orgs.), Pesquisa qualitativa em Educação Matemática. 5. ed. – Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2013.

FIORENTINI, Dario. LORENZATO, Sérgio. Investigação em educação matemática: percursos teóricos e metodológicos. 3. Ed. Ver. – Campinas, SP: Autores Associados, 2012.

IBIAPINA, Ivana Maria Lopes de Melo. Pesquisa colaborativa: investigação, formação e produção de conhecimento / Ivana Maria Lopes de Melo Ibiapina. – Brasília: Líber Livro Editora, 2008. 136 p.

NACARATO, Adair Mendes. GRANDO, Regina Célia. TORECELLI, Luana. TOMAZETTO, Miriam. Professores e futuros professores compartilhando aprendizagens: dimensões colaborativas em processos de formação. In: NACARATO, Adair Mendes. PAIVA, Maria Auxiliadora Vilela. (Orgs.), A formação do professor que ensina matemática: perspectivas e pesquisas. 3. Ed. – Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

PAIVA, Maria Auxiliadora Vilela. O professor de Matemática e sua formação: a busca da identidade profissional. In: NACARATO, Adair Mendes. PAIVA, Maria Auxiliadora Vilela. (Orgs.), A formação do professor que ensina matemática: perspectivas e pesquisas. 3. Ed. – Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

POLYA, George. A arte de resolver problemas: um novo aspecto do método matemático / G. Polya; tradução e adaptação Heitor Lisboa de Araújo. – 2. reimpr. – Rio de Janeiro: interciência, 1995

POZO, Juan Ignacio. A solução de problemas: aprender a resolver, resolver para aprender / Juan Ignacio Pozo, María del Puy Pérez Echeverría, Jesús Domínguez Castillo, Miguel Ángel Gómez Crespo, Yolanda Postigo Angón; trad. Beatriz Affonso Neves – Porto Alegre: ArtMed, 1998.

SANTOS, Aparecido dos. Formação de professores e as estruturas multiplicativas: reflexões teóricas e práticas – 1. ed. – Curitiba: Appris, 2015.

Downloads

Publicado

2019-06-26

Como Citar

Lago, A. S., & Gomes, L. P. S. (2019). RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS E O ENSINO DE SISTEMAS DE EQUAÇÕES DO 1º. GRAU: reflexões de um grupo de Professores de Matemática. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 10(28), 144–167. https://doi.org/10.26514/inter.v10i28.3218