William Alfred Waddell e as escolas presbiterianas da missão central do Brasil

Visualizações: 1009

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26514/inter.v10i30.4128

Palavras-chave:

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO PROTESTANTE, ESCOLAS PRESBITERIANAS, WILLIAM ALFRED WADDELL.

Resumo

Na perspectiva da História Cultural, este texto analisa a atuação William Alfred Waddell na implantação da Estação Ponte Nova, na Chapada Diamantina vinculada à Missão Central do Brasil. A pesquisa está embasada nos conceitos de associações voluntárias (Weber, 2002), método indiciário (Ginzburg, 2007) e, representação (Chartier, 1990). Instituição vinculada à Igreja Presbiteriana do Norte dos Estados Unidos, a Missão Central do Brasil funcionou na Bahia, Sergipe, Mato Grosso, Minas Gerais e Goiás durante 100 anos (1871 a 1971), organizando centenas escolas – primárias, secundárias, paroquiais, escolas de enfermagem, escolas normais – além de igrejas, hospitais, ambulatórios, seminários e orfanatos. O projeto civilizador presbiteriano para o hinterland brasileiro possui três eixos de ação: religião, educação e saúde. Criando instituições nas três áreas, os mensageiros de Deus, como ficaram conhecidos, propuseram transformá-lo numa região “civilizada”, procurando produzir um novo modus vivendi na sociedade em que se estabeleceram. E a educação serviu de veículo para implementar seu projeto religioso.

Biografia do Autor

Ester Fraga Vilas-Bôas Nascimento, Universidade Tiradentes (UNIT)

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005). Mestre em Educação pela Universidade Federal de Sergipe (2000) . Lidera o Grupo de Pesquisa História das Práticas Educacionais/UNIT. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em História da Educação: intelectuais da educação, instituições educacionais e práticas escolares/ UFS. 

Josué dos Santos Alves, Universidade Tiradentes

Prof. de Educação Física

Doutorando em Educação

Membro do Grupo de Pesquisa História das Práticas Educacionais/CNPq

Referências

FONTES

AGRESTE PRESBITERIANO. Disponível em https://agrestepresbiteriano.com.br/a-vida-do-rev-william-alfred-waddell-missionario-em-sao-paulo-e-na-bahia/. Acessado em 30 de novembro de 2019.

BAHIA. Projeto Wagner. Câmara de Comércio Americana-BA/Governo do Brasil. Wagner: Arquivo do Instituto Ponte Nova, 1995.

BRAGA, Erasmo e GRUBB, Kenneth G. The Republic of Brazil. A survey of the religious situation. Great Britain: The Shenval Press LTD, 1932.

CENTRAL BRAZIL MISSION. Minutes of the Meetings of the Central Brazil Mission, 1897-1912. Vitória: Arquivo particular de James Wright, 1912.

CENTRAL BRAZIL MISSION. Minutes of the Meetings of the Central Brazil Mission, 1904-1938. Vitória: Arquivo particular de James Wright, 1938.

DAVIS. Merle. How the church grows in Brasil: a study of the economic and social basis of the evangelical church in Brazil. Concord: The Rumford Press, 1943.

O Puritano, 1907-1911. São Paulo: Arquivo Histórico Presbiteriano, 1911.

BIBLIOGRAFIA

CHARTIER, Roger. A História Cultural: entre práticas e representações. Tradução Maria Manuela Galhardo. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1990.

FIGUEIREDO, Eneida. As escolas paroquiais protestantes em Brotas no final do século XIX. Araraquara: FLC-UNESP. Dissertação de Mestrado em Educação, 2001.

GALVÃO, Sancha. Saudosas memórias – memórias da vida de uma professora evangélica no sertão. Rio de Janeiro: Editora e Livraria Swedenborg Ltda, 1993.

GINZBURG, Carlo. O fio e o rastro. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

HILSDORF, Maria Lúcia Spedo. Francisco Rangel Pestana: jornalista, político, educador. Tese de Doutorado. São Paulo: USP, 1986.

LAGUNA, Shirley P. Reconstrução histórica do curso normal da Escola Americana de São Paulo (1889-1933). Internato de meninas: uma leitura de seu cotidiano e da instrução e educação feminina aí ministradas. São Paulo: PUC. Dissertação de Mestrado, 1999.

MARQUES, Vera Regina Beltrão. A medicalização das raças. Médicos, educadores e o discurso eugênico. Campinas: Editora da Unicamp, 1994.

MATOS, Alderi Souza de. Os pioneiros presbiterianos no Brasil (1859-1900): missionários, pastores e leigos do século 19. São Paulo: Cultura Cristã, 2004.

NASCIMENTO, Ester Fraga Vilas-Bôas Carvalho do. A teoria sobre associações voluntárias como matriz interpretativa das instituições escolares protestantes. In: Libânia Xavier; Elomar Tambara e Antoni Carlos Ferreira Pinheiro. (Org.). História da Educação no Brasil: matrizes interpretativas, abordagens e fontes predominantes na primeira década do século XXI. Espírito Santo: EDUFES, 2011, v. 5, p. 355-377.

NASCIMENTO, Ester Fraga Vilas-Bôas Carvalho do. Educar, curar, salvar. Uma ilha de civilização no Brasil tropical. Maceió: EDUFAL; Aracaju: UNIT, 2007.

NASCIMENTO, Ester Fraga Vilas-Bôas Carvalho do. A Escola Americana: origens da educação protestante em Sergipe (1886-1913). São Cristóvão: Grupo de Estudos em História da Educação/NPGED/UFS, 2004.

WEBER, Max. Ensaios de Sociologia. 5ª ed. Rio de Janeiro: LTC, 2002.

WHELLER, Reginald. Modern missions in Chile and Brazil. Philadelphia: The Westminster Press, 1926.

Downloads

Publicado

17-07-2020

Como Citar

Nascimento, E. F. V.-B., & dos Santos Alves, J. (2020). William Alfred Waddell e as escolas presbiterianas da missão central do Brasil. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 10(30), 396–413. https://doi.org/10.26514/inter.v10i30.4128