Interdisciplinaridade na Formação Inicial de professores da área das Ciências da Natureza e Matemática: um estudo em periódicos A1 e A2

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26514/inter.v11i31.4285

Palavras-chave:

Ciências da Natureza e Matemática. Formação Inicial de Professores. Interdisciplinaridade.

Resumo

O trabalho realiza um estudo sobre a natureza das publicações que abordam a interdisciplinaridade na formação inicial de professores de Física, Biologia, Química e Matemática em revistas da área de Ensino com Qualis A1 e A2 no período de 2013 a 2018. A busca contempla 80 periódicos nacionais e internacionais dentro dos quais obtivemos 596 artigos sobre interdisciplinaridade, sendo que 167 abordam a interdisciplinaridade na área das Ciências da Natureza e Matemática (CNM) e os demais (429) tratam da interdisciplinaridade em outras áreas do conhecimento que estão fora do escopo deste trabalho. Dos 167 artigos sobre interdisciplinaridade na área de CNM, 27 tratam da interdisciplinaridade na formação inicial de professores. A leitura dos 27 artigos mostrou que sete apresentam implementações práticas interdisciplinares e os demais trabalhos (20) são de natureza teórica. A presente análise dos artigos publicados   aponta uma lacuna referente a vivências de práticas interdisciplinares na formação inicial de professores das Ciências da Natureza e Matemática.

Biografia do Autor

Keiciane Canabarro Drehmer Marques, Universidade Federal de Santa Maria

Possui graduação em Licenciatura Plena Em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Maria (2012), bacharelado em Ciências Biológicas (2019),mestrado em Ensino de Ciências (2016) e doutorado em andamento pela Universidade Federal de Santa Maria.

Inés Prieto Schmidt Sauerwein, Universidade Federal de Santa Maria

Possui graduação em Licenciatura Plena Em Física pela Universidade de São Paulo (1989), mestrado em Ensino de Ciências (Modalidade Física e Química) pela Universidade de São Paulo (1996) e doutorado em Educação Científica e Tecnológica pela Universidade Federal de Santa Catarina (2008). Professora adjunta da Universidade Federal de Santa Maria

Referências

ALVES, F. J. C.; LIMA, A. C. M.C. Um experimento didático da modelagem matemática da pluviometria na Região Norte. Revista Cocar, v. 9, n. 18, p. 402-424, 2016.

ARAÚJO, R. R.; TAUCHEN, G.; HECKLER, V. Como a busca “da” e “pela” interdisciplinaridade permeia as pesquisas na área de formação de professores em Ciências da Natureza? Revista Thema, v. 14, p. 132-150, 2017.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições, 1977

BATISTA, M. l C.; FUSINATO, P. A. A utilização da modelagem matemática como encaminhamento metodológico no ensino de física. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 6, n. 2, p. 86-96, 2015.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais (Ensino Médio, parte III): Ciência da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Brasília: Ministério da Educação, 1999.

BRASIL. Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, DF: 20 de dezembro de 1996.

BRASIL. PCN + Ensino Médio: orientações complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais – ciências da natureza, matemática e suas tecnologias. Brasília: Ministério da Educação, 2002.

BRASIL. Resolução MEC/CNE nº 2, de 1º de julho de 2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Brasília, DF, 2015.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular: Ensino Médio. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2018.

BRASIL. Resolução MEC/CNE nº 3, de 21 de novembro de 2018. Atualiza as Diretrizes as Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Brasília, DF, 2018.

COELHO, S. M; MACHADO, G. R. Acústica e música: uma abordagem metodológica para explorar sons emitidos por tubos sonoros. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 32, n. 1, p. 207-222, 2015.

COSTA, D. K.; CURY, H. N. Mapeamento de pesquisas interdisciplinares no Rio Grande do Sul: contribuição ao diálogo entre disciplinas. Revista de Ensino de Ciências e Matemática (REnCiMa), v. 7, p. 59-73, 2016.

DUARTE, S. G. et al. Experiência interdisciplinar na educação básica e na formação de professores: artes, biologia e geociências. Terrae Didatica, v. 14, n. 3, p. 245-255, 2018.

FAZENDA, I. C. A. (2002) Interdisciplinaridade: História, Teoria e Pesquisa. 10 ed. Campinas: Papirus.

FEISTEL, R. A. B.; MAESTRELLI, S. R. P. Interdisciplinaridade na Formação Inicial de Professores: um olhar sobre as pesquisa em Educação em Ciências. Alexandria (UFSC), v. Único, p. 155-176, 2012.

FERREIRA, N. S. A. As pesquisas denominadas “Estado da Arte”. Educação & Sociedade, v. 23, n.79, p. 257-272, ago., 2002.

FIGUEIRÓ, R.; VARGAS, A. B.; VIEIRA, V. A Bioestatística em contexto para o estudante de graduação: relato de experiência de uma prática interdisciplinar para o curso de Ciências Biológicas. Revista Práxis, v. 5, n. 10, 2013.

LEITE, V. C.; MESQUITA, N. A. S.; ALVARENGA, K. B.; BARBOSA, C. J. V.; FERREIRA, A. M. A Prática da Interdisciplinaridade na Formação Inicial de Professores de Ciências e Matemática: do Discurso à Prática. Revista Anhanguera, v. 11, p. 35-62, 2010.

LIMA, J. F.; LIMA, I. P. Interdisciplinaridade e Pesquisa na Formação do Professor de Matemática: conhecendo caminhos integradores na/pela sala de aula. Educação Matemática em Revista, n.54, p. 21-37, 2017.

MOZENA, E. R; OSTERMANN, F. Uma revisão bibliográfica sobre a interdisciplinaridade no ensino das ciências da natureza. Revista Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências. V.16, n.02, p.185-206, maio-ago, 2014.

PIERSON, A. H. C.; NEVES, M. R. Interdisciplinaridade na formação de professores de ciências: conhecendo obstáculos. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 1, n. 2, p. 120-131, 2001.

SHAW, G. S. L.; FOLMER, V.; ROCHA, J. B. T. Uma revisão sobre a interdisciplinaridade no ensino e a formação de professores. Revista Ciências & Ideias, v. 8, p. 202, 2017.

VESTENA, R. F.; PRETTO, V.; HIRATA, E. As Ciências da Natureza e a arte mediando a contextualização de conhecimentos na formação docente. Vidya, v. 34, n. 2, p. 147, 2014.

THIESEN, J. S. A interdisciplinaridade como um movimento articulador no processo ensino-aprendizagem. Revista Brasileira de Educação [online], v. 13, n. 39, p. 545-554, dez., 2008.

Downloads

Publicado

2020-08-17

Como Citar

Canabarro Drehmer Marques, K., & Prieto Schmidt Sauerwein, I. (2020). Interdisciplinaridade na Formação Inicial de professores da área das Ciências da Natureza e Matemática: um estudo em periódicos A1 e A2. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 11(31), 329–362. https://doi.org/10.26514/inter.v11i31.4285

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)