Subjetividade, linguagem e criação: uma proposição possível entre escrita e sinthome

Autores

  • Margareth Schaffer Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Palavras-chave:

Escrita. subjetividade. linguagem. sinthome

Resumo

Este artigo procura analisar o percorrido lacaniano acerca do sinthome, do significante e da letra, procurando articular um quadro teórico para a análise do estatuto do significante e da letra  no processo de subjetivação de crianças e adolescentes escolares. Provavelmente, o estudo do significante e da letra não fica restrito as crianças psicóticas e com problemas de aprendizagem. O estatuto do significante e da letra diz respeito a todos que se vem defronte as aprendizagens escolares, certamente não só, diz respeito a todos envolvidos com o mundo das letras e das palavras, e da própria oralidade. Resta-nos investigar como isso faz laço, principalmente laço social.

 

 

Biografia do Autor

Margareth Schaffer, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Professora Titular do Departamento de Estudos Básicos e do Pós-Graduaçãoem Educação - Área de Psicologia da EducaçãoDesenvolve, atualmente,pesquisas na área de Experiências de Escrita, subjetividade e laço social.

Downloads

Publicado

27/01/2015

Como Citar

Schaffer, M. (2015). Subjetividade, linguagem e criação: uma proposição possível entre escrita e sinthome. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 5(15), 91–109. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/interfaces/article/view/459

Edição

Seção

Artigos Temáticos